Os desejados.

17 de outubro de 2018


Olá humanos, vocês estavam sentindo falta das postagens aleatórias? E dos desejados?

Comparando com anos anteriores 2018 é o ano da seletividade, poucos desejados, meu skoob, por exemplo, contém 33 desejados, contando com livros de série e de anos anteriores. 
Desse ano selecionei 8 livros da minha lista.

Resenha - Sem escolha - Abbi Glines

5 de outubro de 2018

Título: Sem escolha 
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 224

Está cada vez mais quente na cidade litorânea de Sea Breeze, e Marcus Hardy encontrou o abrigo perfeito para passar os próximos meses de calor: o frequentado apartamento de Cage York. As garotas estão sempre entrando e saindo de lá, em sua maioria mulheres lindas que nunca ficam mais de uma noite. Quando Marcus chega, está apenas buscando curar seu coração ferido. Só que uma das frequentadoras mais assíduas da nova casa logo chama sua atenção. Willow – ou apenas Low – é a mulher com quem Cage pretende se casar. Mas os dois são completamente diferentes, e Marcus não entende como ela pode lidar tão bem com a infidelidade de Cage. No fundo, Low precisa mesmo é de um homem de verdade... bonito e sensível como Marcus. Porém, as coisas não são tão simples, e esse relacionamento vai se complicar de um dia para o outro, assim que um grande segredo for revelado.
Sem escolha é o segundo livro da série Sea Breeze e nos traz a história de Marcus Hardy, um personagem já conhecido desde o primeiro livro. Marcus encontrou o abrigo perfeito para passar os próximos meses de calor: o frequentado apartamento de Cage York. As garotas estão sempre entrando e saindo de lá, mulheres lindas que nunca ficam mais de uma noite. Quando Marcus chega, está apenas buscando curar seu coração quebrado, mas o que ele não esperava era ser conquistado por uma das frequentadoras mais assíduas de sua nova casa. 

Low é a mulher com quem Cage pretende se casar, mas os dois são completamente diferentes, como água e vinho, e Marcus não entende como ela pode lidar tão bem com a infidelidade de Cage. No fundo, Low sabe que Cage é apenas seu melhor amigo, o irmão que ela nunca teve e a única pessoa que cuida dela nos momentos de desespero. O que ela procura é um homem de verdade, bonito e sensível como Marcus. Mas as coisas nunca são tão simples e esse relacionamento vai se complicar e muito, assim que um grande segredo vier à tona. 



Se você é um leitor frequente aqui do blog já deve saber que eu sou apaixonada por tudo o que a Abbi Glines escreve e não poderia ser diferente com esse livro. Eu já tinha me interessado pelo personagem do Marcus no primeiro livro e fiquei ansiosa por conhecê-lo melhor. 

Gostei de Low, ela é uma menina que tem que suportar um peso muito grande, tem uma irmã que é uma inútil, maldosa, que só faz jogar a filha nas costas de Low, que mal tem tempo de estudar e cuidar da própria vida. Gostei de como Cage se importa com ela e de como ele para tudo para socorrê-la, mas fica claro que ele não é o cara pra ela, e se fosse, ele não estaria saindo com uma penca de mulheres diferentes a cada dia. 

Marcus é muito paciente com a situação da mãe a irmã, que são duas pessoas difíceis, na minha opinião, assim como o pai. Levando tudo em consideração, sabemos que ele está em uma sinuca de bico com a família, mas nada justifica as atitudes errôneas que ele toma com Low, tanto que ele conseguiu me irritar em vários momentos e acho que isso foi o único erro do livro. 

Abbi mantém o padrão de enredo no estilo novela mexicana, puro sofrimento, para no final tudo dar certo. O que eu mais amo em seus livros é como ela consegue conduzir tão bem o leitor, do começo ao fim, são histórias para ler em poucas horas porque não tem como não ficar curioso com a página seguinte. 

Fiquei muito interessada pelo Cage e ainda bem que o próximo livro é sobre ele, em minha opinião ele foi o grande destaque desse livro. Apesar de mulherengo, ele se mostrou um amigo fiel e verdadeiro, o que deve ser valorizado nos dias de hoje. 

Quem já gosta da Abbi não pode perder esse livro. Não considero que seja uma continuação dependente do primeiro livro da série, podem ser livros em separado, mas acho importante que seja lido só depois do primeiro livro. 

A capa mantém o padrão do primeiro livro da série e eu gostei muito disso, revisão e diagramação impecáveis como sempre. 

    


 

Diz aí - Livros com jogadores

3 de outubro de 2018

Fala povo de Deus! A tia sumiu com os post bacanudos de indicações né? É que eu estava me mudando de um estado para o outro, até desfazer a mudança toda e organizar minha vida novamente, levou um tempo. Ainda está levando um tempo, não coloquei tudo nos eixos ainda. Mas aqui estou eu com um post super legal para indicar livros com jogadores.



Não entendo nada de jogos que não seja o futebol comum com 11 em campo, mas adoro um livro em que o protagonista seja jogador de futebol americano, hóquei, beisebol e etc. Esse tipo de livro é o meu preferido, acho super empolgante.




 Então fiz aqui uma listinha de alguns livros pra indicar, nem todos foram publicados no Brasil ainda, mas você encontra para venda na amazon.com e vou deixar o link de venda.

Série Sweet - Tillie Cole




Aos vinte anos, Molly Shakespeare acha que já sabe de tudo.  Ela leu Descartes e Kant. Ela estudou em Oxford. Ela sabe que as pessoas que te amam também te deixam. Mas quando Molly se muda da cinzenta Inglaterra para começar uma nova vida nos Estados Unidos, ela descobre que ainda tem muito a aprender. No Alabama os verões são mais quentes, as pessoas mais intimidantes e os alunos de sua nova escola muito mais viciados em futebol. Após conhecer o famoso quarterback Romeu Prince, Molly só consegue pensar em seus olhos castanhos, cabelos loiros, físico perfeito... e em como sua vida tranquila e solitária parece estar a ponto de mudar drasticamente.
Aqui eu não quero indicar somente o livro um, mas a série como um todo. Então se você é uma das pessoas que não gostou desse primeiro livro, dê uma chance aos demais, porque os outros personagens são maravilhosos. Mas eu também amo o Rome <3 confesso. Com certeza essa é a minha série preferida, junto com a série Amores Improváveis da Elle Kennedy. 

Jogo Perfeito - J.Sterling




Conta a história de dois jovens universitários, Cassie Andrews & Jack Carter. Quando Cassie percebe o olhar sedutor e insistente de Jack, o astro do beisebol em ascensão, ela sente o perigo e decide manter distância dele e de sua atitude arrogante. Mas Jack tem outras coisas em mente ... Acostumado a ser disputado pelas mulheres, faz tudo para conseguir ao menos um encontro com Cass. Porém, todas as suas investidas são tratadas com frieza. Ambos passaram por muitos desgostos, viviam prevenidos, cheios de desconfianças, antes de encontrar um ao outro, (e a si mesmos) nesta jornada afetiva que envolve amor e perdão. E criam uma conexão tão intensa que não vai apenas partir o seu coração, mas restaurá-lo, devolvendo inteiro novamente.
Sabe livro amor e ódio? sou eu com esse livro. Jack consegue ser maravilhoso e ao mesmo tempo insuportável. Mas mesmo assim eu não consegui deixar de amar. Então indico pra todo mundo. Ainda preciso ler o restante da série, mas terminei o livro tão nervosa, que precisei dar um tempo.

Amores Improváveis - Elle Kennedy 



Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?
O jogo é o terceiro livro da série Amores Improváveis, mas como é o meu livro preferido, vou usar ele pra recomendar a série que é toda maravilhosa, é até difícil escolher qual é o melhor. Mas o livro do Dean foi tão engraçado que ganhou completamente o meu coração. Elle Kennedy é um das minhas autoras preferidas e eu indico tudo o que essa mulher escrever.

Game On - Kristen Callihan 





Regras: nada de beijos na boca, nada de passar a noite, nada de dizer a alguém, e acima de tudo... nada de se apaixonar. Anna Jones só quer terminar a faculdade e dar um jeito em sua vida. Apaixonar-se pelo quarterback Drew Baylor com certeza não está na sua lista do que fazer. Confiante e charmoso, ele mora na riqueza e é bonito demais para o seu próprio bem. Se ela apenas conseguisse ignorar as encaradas ardentes dele, e parasse de pensar sobre fazer coisas quentes e sujas com ele. Fácil, certo? Que pena que ele está comprometido em fazê-la quebrar todas as regras... O futebol Americano tem sido bom para Drew. Deu a ele reconhecimento,dois campeonatos nacionais e um troféu de melhor jogador do ano. Mas o que ele realmente anseia é a sexy - mas mesmo assim irritante - Anna Jones. Seu humor sarcástico e seu desprezo óbvio por sua fama o excitam como nenhuma outra coisa. Mas tem um problema: ela deu um fora nele. Completamente.
Até que um encontro ao acaso resulta no sexo mais quente da vida deles, junto com a possibilidade de algo ótimo. Infelizmente, Anna quer que isso continue casual. Agora, Drew deve seduzi-la com mais: mais sexo, mais satisfação, mais tempo com ele. Até ela estar completamente apanhada. É uma coisa boa que Drew sabe tudo sobre ganhar.
Vale tudo no amor e no futebol americano... O jogo começou
Outra série que eu também sou loucamente apaixonada, aquelas com uma forte dose de humor. Amei todos os livros da série e estou ansiosa para que alguma editora adquira os direitos de publicação. Quem quiser comprar na amazon o link esta aqui

Pucked - Helena Hunting



Com um famoso jogador da NHL como meio-irmão, Violet Hall está bem familiarizado com a reputação de playboy de muitas estrelas de hóquei. Então, é claro que ela não está interessada no lendário capitão da equipe, Alex Waters, ou no rosto bonito e surrado e no abdômen de seis gomos. Quando Alex, surpreendentemente, vai de encontro a ideia que Violet tem em relação ao intelecto inferior dos jogadores de hóquei, ele se torna muito mais do que apenas um corpo quente com o rosto para combinar.
Sofrendo de um completo lapso de julgamento, Violet descobre quão bom Alex é com o taco de hóquei em suas calças. Violet acredita que sua noite de magia orgástica com Alex é apenas isso: uma noite. Mas Alex começa a ligar. E texto. Envia e-mails e envia presentes extravagantes - e peculiares. De repente, ele é muito difícil de ignorar e quase impossível não gostar.
Mais uma série viciante e pela qual me apaixonei por todos os personagens, também foi difícil escolher o livro preferido. Livros muito bem humorados e bem quentes, uma combinação perfeita.
Para adquirir na amazon segue o link.

Por hoje é isso gente, me contem se vocês já leram alguns desses livros, quais vocês gostaram, quais tem vontade de ler, também me mandem sugestões. 

Beijos. 

Resenha - Vox - Christina Dalcher

2 de outubro de 2018

Título: Vox
Autor: Christina Dalcher
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 320


O governo decreta que as mulheres só podem falar 100 palavras por dia. A Dra. Jean McClellan está em negação. Ela não acredita que isso esteja acontecendo de verdade. Esse é só o começo...
Em pouco tempo, as mulheres também são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever. Antes, cada pessoa falava em média 16 mil palavras por dia, mas agora as mulheres só têm 100 palavras para se fazer ouvir. 
...mas não é o fim. Lutando por si mesma, sua filha e todas as mulheres silenciadas, Jean vai reivindicar sua voz.

Vox é uma distopia, não muito distante dos dias de hoje e se passa no Estados Unidos. O país foi dominado por extremistas religiosos que agora comandam tudo. As mulheres são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever, agora é tudo sobre religião, contas para ajudar nos afazeres do lar, culinária e por ai vai. Mas o principal é que agora as mulheres só podem falar apenas 100 palavras por dia. 

As mulheres, inclusive crianças, agora andam com uma espécie de pulseira com contador que vai registrando todas as palavras ditas, ao chegar em 101 palavras, elas tomam um leve choque e a intensidade desse choque vai aumentando a medida que palavras extras vão sendo ditas. Muita coisa mudou por causa disso, as festas acabaram, as reuniões e jantares entre amigas, telefonemas e até mesmo os e-mails foram proibidos para as mulheres, elas agora nem mesmo podem ter acesso ao computador, tais coisas são permitidas somente ao chefe da casa e só com a supervisão dele as mulheres podem utilizar. 

Jean McClellan está em completa negação, ela não consegue acreditar que tudo isso esta acontecendo e que ela teve inúmeros avisos de que isso iria se abater sobre a sociedade e não fez nada para frear o avanço dos religiosos. Jean não suporta o fato de que sua filha Sonia quase não se expressa mais e que seu filho Steven parece ter virado um fanático religioso, acreditando em todas as asneiras que o governo tenta implantar. Jean terá uma única chance de ajudar as mulheres de todo o país, de salvar sua filha e a si mesmo, ela vai lutar, porque essa história ainda não chegou ao fim. 



A editora Arqueiro me enviou a prova do livro Vox, foi uma leitura de uns dois dias apenas, um enredo tão intenso que não consegui terminar tudo no mesmo dia. Sabe o tipo de livro que você termina de ler e percebe que apesar de surreal tudo o que acontece ali, isso tudo é muito fácil de acontecer e não precisa ser em um futuro muito longe. 

Vox me lembrou muito o livro O conto de aia, é impossível não associar os dois. Nos dois livros eu fiquei com a sensação de que tudo aquilo seria muito possível de acontecer, fiquei horrorizada com os acontecimentos, mas ler livros assim é como lembrar que a luta feminina nunca deve acabar, que devemos estar em constante vigilância, para nunca sermos de fato silenciadas. 

Foi aterrorizante ver no que os filhos de Jean estavam se transformando, eu no lugar dela teria reagido da mesma forma ou talvez pior. Foi angustiante ver a pequena Sônia na idade ter novas experiências e descobrir sensações e não poder ter contato com ninguém, afinal como manter um diálogo com apenas 100 palavras. 

A narrativa de Christina Dalcher foi tão estimulante e vivaz que foi difícil eu interromper a leitura para terminar no outro dia, eu queria e não queria terminar o livro. Fiquei encantada pelas reviravoltas que o livro ia tomando, torci por Jean e por todos os outros personagens e foi maravilhoso ver um final tão bom, só senti falta de um epílogo, mas nada que diminuísse essa incrível obra. 

Não tenho como falar sobre os aspectos físicos do livro, uma vez que só tive acesso a prova, mas tenho certeza que ficará tão perfeito como promete. 

Vox com certeza foi a melhor leitura que fiz esse ano, já o coloquei na lista de favoritos e tenho certeza que o livro permanecerá no topo até dezembro. Todo mundo, principalmente as mulheres, devem ler esse livro. Se eu pudesse, presentearia todas as minhas amigas com esse livro. A luta nunca vai acabar, saibam disso. 

     



Resenha - Deixada para trás - Charlie Donlea

21 de setembro de 2018

Título: Deixada para trás
Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 368


Nicole Cutty e Megan McDonald são alunas do ensino médio na pequena cidade de Emerson Bay, Carolina do Norte. Quando elas desaparecem de uma festa na praia em uma noite quente de verão, a polícia inicia uma busca maciça. Nenhuma pista é encontrada e a esperança é quase perdida, até Megan milagrosamente aparecer depois de escapar de um bunker no fundo da floresta. Um ano depois, o best-seller de sua provação transformou Megan de heróina local para celebridade nacional. É uma história triunfante e inspiradora, exceto por um detalhe inconveniente: Nicole ainda está desaparecida. A irmã mais velha de Nicole, Livia, é uma perita forense e espera que em um breve dia o corpo de Nicole seja encontrado e entregue a alguém como ela para analisar as provas e finalmente determinar o destino que sua irmã teve. Em vez disso, a primeira pista para o desaparecimento de Nicole vem de outro corpo que aparece no necrotério, de um jovem ligado ao passado de Nicole. Livia vai até Megan para pedir ajuda, esperando descobrir mais sobre a noite em que as duas foram levadas. Outras meninas também desapareceram e Livia está cada vez mais certa de que os casos estão conectados. Mas Megan sabe mais do que ela revelou em seu livro best-seller. Flashes de memória estão se juntando, apontando para algo mais escuro e mais monstruoso do que sua memória descreve. E quanto mais ela e Livia cavam, mais elas percebem que às vezes o verdadeiro terror está em encontrar exatamente o que você está procurando.
Nicole e Megan desaparecem após uma festa e uma busca intensa se inicia, até mesmo pelo fato de Megan ser filha do xerife da cidade. Nenhuma pista é encontrada e a esperança vai se esvaindo, até Megan milagrosamente aparecer depois de escapar de um bunker no fundo da floresta, sendo socorrida por um motorista que a encontrou pela estrada. Um ano se passa e Megan transformou sua história de terror em um famoso best-seller, uma história inspiradora, se não fosse pelo fato de Nicole ainda estar desaparecida. 




Lívia esta se especializando em patologia forense e espera que um dia o corpo de sua irmã Nicole seja encontrado e entregue a ela, para que possa analisar as provas e finalmente determinar que fim levou sua irmã. As coisas começam a ficas estranhas quando um corpo aparece no necrotério, um jovem ligado ao passado de Nicole. Com essa pista nas mãos, Lívia vai até Megan para pedir ajuda, esperando descobrir ainda mais sobre a noite em que elas foram sequestradas. 

Megan sabe muito mais do que ela revelou em seu livro, flashes de memória estão se formando e apontando para algo mais escuro e monstruoso do que aquilo que sua memória descreve. E quanto mais ela e Lívia reviram o passado, mais percebem que o verdadeiro horror está em encontrar exatamente aquilo que se procura. 

Talvez esse tenha sido o melhor livro de suspense policial que eu li esse no, terminei a leitura faz meses e custei a escrever a resenha, eu simplesmente não sabia nem por onde começar. Sabe um livro que te deixa com os olhos pregados no enredo, do começo até o fim? Esse é o livro, é impossível não se sentir fisgado logo nas primeiras páginas. 

Charlie Donlea criou um enredo fantástico, repleto de reviravoltas, surpreendente. O autor consegue manter o mistério até o fim, imaginei inúmeras possibilidades, mas não acertei nenhuma. O final foi uma completa surpresa e o mais interessante é que o autor não deixou nenhuma ponta solta, Deixada para trás é um livro impecável. 

É um livro com aproximadamente 360 páginas, mas possível começar e terminar no mesmo dia. Os personagens foram muito bem construídos e a narrativa em terceira pessoa nos ajuda a ter uma boa perspectiva de tudo o que esta acontecendo. 

A edição do livro ficou maravilhosa, a Faro vem caprichando muito em suas edições e nós leitores só temos a agradecer por esse carinho em pensar nos mínimos detalhes, revisão e diagramação impecáveis. 

Quem esta a procura de um bom suspense policial pode confiar que Deixada para trás é o livro ideal para você.