Resenha - Não brinque com fogo

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411911
Ano: 2013
Páginas: 400
Tradutor: Alves Calado
CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA.

Sinopse - Não Brinque Com Fogo - John Verdon

" No ano 2000, um criminoso que ficou conhecido como Bom Pastor matou seis pessoas em estradas, dentro de seus carros em movimento. Na época, ele enviou um manifesto à polícia no qual deixava claras suas motivações: uma cruzada solitária contra a ganância. Após o sexto assassinato, no entanto, encerrou a matança e nunca foi descoberto."





Não brinque com fogo é o primeiro livro de John Verdon que eu tenho o prazer de ler, ele faz parte de uma série, não sequencial (já que as histórias não possuem ligações) que tem como grande protagonista o aposentado detetive Dave Gurney. Nesse terceiro livro somos apresentados ao seguinte enredo: Há dez anos um criminoso, acusado de matar seis pessoas, todas as vítimas dirigiam Mercedes pretas, eram extremamente gananciosas, fissuradas em dinheiro, e todas atingidas por uma arma de calibre 50. Esse suposto serial Killer ficou mais conhecido como o Bom pastor e sua identidade nunca foi descoberta pelos policiais. Agora, Kim, uma jornalista, filha de uma amiga de Dave, esta organizando um programa para mostrar como é a vida dos familiares das seis vítimas do Bom Pastor atualmente. Ela solicita a ajuda de Dave para descobrir um pouco mais sobre o caso e também ajuda-la com um assunto bem particular. 

Coisas muito estranhas estão acontecendo na vida de Kim depois que ela terminou com o seu namorado. Objetos somem de seus locais de origem e aparecem em outros lugares, barulhos estranhos vindo do apartamento de cima, sendo que ele fica vazio, maçanetas afrouxadas, luzes que se apagam sozinhas e gotas de sangue que constantemente começam a aparecer pelo apartamento.

Dave de prontidão promete ajudar e vai procurar saber um pouco mais sobre o caso, logo ele percebe que as investigações feitas pelo FBI não são assim tão conclusivas como mostrou em mídia na época dos crimes. O ex-detetive começa então a reanalisar todo o caso do Bom Pastor em busca de novas provas. E parece que ele esta perto de descobrir algo revelador e a partir desse momento alguém passa a querer impedi-lo de tal descoberta. Dave passa a ser ameaçado e coisas esquisitas passam acontecer com ele também, parece que alguém anda vigiando os seus passos bem de perto. Dave terá que tomar uma decisão. Terá que decidir se vai realmente continuar essa investigação mesmo colocando sua família em risco, ou se vai acatar as ordens de alguém muito obscuro que promete de tudo para acabar com a vida de Gruney.,

Olha gente, vou falar agora que eu realmente não dava nada por esse livro, achei que seria mais um livro policial do que de suspense. Mas pelo amor de Deus, não riam do que eu vou falar agora, esse tal de Bom Pastor e essas coisas estranhas que aconteciam na casa da Kim me deixaram muito assustada, sinceramente, quando eu estava no segundo dia de leitura estava lendo por volta de 1h da manhã, e não consegui dormir sozinha. KKKKKKKKKK! Sério eu pedi meu irmão para eu dormir no quarto dele de tanto medo que fiquei, fiquei imaginando altas situações e já estava escutando barulho toda hora. Além de ficar imaginando que tinha alguém me seguindo pela casa. Então sério não leiam esse livro de noite se vocês forem medrosos como eu. 

Como eu disse anteriormente essa foi a minha primeira experiência com o John Verdon e posso dizer que foi extremamente satisfatória. A narrativa dele é simplesmente maravilhosa, cheia de pontos altos e muito suspense. Quanto ao personagem que ele criou para protagonizar sua série, foi o que mais me agradou no livro. Dave Gruney é um coroa de 49 anos muito sagaz e inteligente. Desde o principio Dave me conquistou, ele não se contou com as respostas que obteve em sua entrevista com funcionários responsáveis pela investigação do caso e partiu para cima deles, cercando-os com perguntas inteligentes e questionamentos que deveriam ter sido feitos há dez anos. 

Dave é aquele tipo de detetive com um instinto extremamente aguçado, daqueles que quando estão perdidos apontam para a direção que aparentemente é a mais errada possível, mas que no fundo é a correta. Ele vê detalhes, coisas que passaram despercebidas aos olhos de um simplório detetive, mas que em suas mãos viram grandes pistas e provas contra um assassino muito ardiloso. 

John Verdon consegue me surpreender durante todo o livro, eu sempre tenho uma intuição muito bem afiada e sempre acabo adivinhando o suspeito antes mesmo da metade do livro, mas dessa vez eu passei bem longe da verdade. A identidade do Bom Pastor nós conheceremos quase no final do livro e foi totalmente afastada da minha ideia primária. 

A Revisão da editora ficou excelente e a capa ficou muito condizente com o enredo do livro. Por fim gostaria muito de recomendar “Não brinque com fogo” para todos que admiram esse fantástico gênero. John Verdon não deixa nada a desejar, o livro é repleto de suspense, investigação, com certeza vai te pegar de jeito e te surpreender.






11 comentários

  1. Olá!

    Eu li o primeiro livro dessa série "Eu Sei o Que Você Está Pensando" e concordo contigo quanto a narrativa. Tem muitos pontos altos e suspense. O Dave é um detetive muito sagaz e inteligente e a gente embarca com ele para procurar todas as pistas. Adorei o enredo desse livro e sua resenha. Quero ler futuramente.
    Lindo seu blog!

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Desculpa Fernanda, mas não consegui deixar de imaginar você com medo e tudo mais :X
    Brincadeiras a parte, acho interessante quando o livro prende o leitor dessa forma, até porque essa deveria ser a real intenção dos livros de suspense. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro do autor, mas tenho certeza (e posso dizer sem medo de errar) que ele não irá me decepcionar. Pelo que você diz, o livro tem tudo o que eu realmente gosto.
    Vale lembrar que já li tantos comentários positivos em relação ao personagem (sem contar na obra, claro) que já gosto dele antes mesmo da leitura :x

    Beijos!
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  3. Haaa!!!! Fê.... eu quero muito ler este livro, mas.... pobre cof, cof! kkkkkkk

    Adorei a resenha, nem sei se coloquei ele na minha lista de desejados... vou dar uma olhadinha lá... essa lista não para de crescer ¬¬

    bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Eu não li nada do autor, mas gostei do que foi dito na resenha. Me deu uma baita curiosidade. Sou medrosa também. hahaha Então, dica anotada, não lerei a noite. #medo Adoro livros do gênero! Espero ler esse livro logo, mas isso depende de oportunidade$$. kkk

    ResponderExcluir
  5. Oi Fernanda , tudo bem??
    Adorei conhecer um pouco mais sobre ‘Não Brinque com Fogo’, livro que eu já tinha ouvido falar mas não sabia que era assim tão excitante! Não li nenhuma obra do autor ainda, mas morro de curiosidade e depois de ler esta resenha somente aumentou...è tão bom quando você se surpreende com o livro, você me animou bastante!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  6. Adoro livro que me deixam segurando o ar, e pelo jeito esse é um desses.
    Ja li muitas resenhas positivas desde autor, quero ler esse livro e descobrir mais do seu trabalho.

    ResponderExcluir
  7. Adoro romances policias e quando são regados a suspenses, capazes de deixar você com medo do que leu, soma ainda mais pontos positivos.
    Nunca li nada do autor, e saber que essa série de livros conta com um protagonista tão cativante me deixa ansiosa pra lê-la.
    Como sou bastante perspicaz também consigo deduzir o que vai acontecer no livro e adoro quando um autor consegue me provar que eu estava errada na minha análise.

    ResponderExcluir
  8. O John Verdon realmente arrasa no gênero. É um dos melhores da atualidade. Só em ler nessa resenha a parte dos acontecimentos estranhos na vida de Kim, me convenci de que preciso ler esse livro o mais rápido possível.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Eu acha muito interessante essas série que não precisam serem lidas em sequência. Mesmo isso me chamando a atenção, gosto de seguir a ordem.
    AAAIIII Fernanda, não teve como não rir da parte em que você cita que ficou com medo em alguns momentos da leitura. Eu ri, mas amei saber, pois ultimamente tá difícil um suspense policial que me deixe intrigada. E outra coisa que foi uma máximo em sua resenha é de que sua intuição de quem era o suspeito foi totalmente errada. Gostei! Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  10. Fê acho que não vou ler esse livro de jeito nenhum
    kkkkkkkk
    muito tenso isso de imaginar que tem alguém te seguindo

    ResponderExcluir
  11. Eu to louca para ler esse livro desde que vi a sinopse dele lá no serviço, pois é eu trabalho em uma livraria imagino como eu fico louca lá dentro, e achei super interessante a historia do livro e meio que assustadora né, mas eu to super curiosa para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D