Resenha - Conselho de Amiga


Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219305
Ano: 2012
Páginas: 224
Sinopse: Ruby está completando 16 anos... mas o dia especial não é tão doce quanto foi planejado. Seu pai desaparecido há muito tempo aparece e Ruby não quer ter nenhuma relação com ele. Ao contrário, ela quer sair com seus amigos — a leal Beth, a perigosa Katherine e a fofoqueira Maria. Elas dão muitos conselhos a Ruby — sobre garotos, seu pai e como ela deve se vestir e como deveria estar se sentindo. Mas, na verdade, ela não sabe o que pensar ou sentir. Especialmente quando um novo garoto entra em cena... e Ruby descobre que algumas de suas amigas não são tão verdadeiras quanto dizem.



  Conselho de amiga é, para ser honesta, um livro sem propósito. Se você parar para pensar, esta é a verdade. O que é dito na sinopse na verdade não acontece da maneira que eles falam. Este livro é apenas um conjunto de fatos da vida de uma adolescente dramática, quase como um diário, onde ela conta coisas que aconteceram com ela a cada dia e, às vezes, temos alguns flashes do passado.
  Os momentos em que a história vai para o passado de Ruby ocorrem sem absolutamente nenhum aviso e, por vezes, confundem o leitor. A trama em si é muito superficial e o que deveria ser o clímax se revelou um momento sem graça.
  Ruby é uma protagonista muito chata, egoísta, inconsequente e ciumenta. Ela consegue afastar todos que estão a sua volta e tem um relacionamento muito desrespeitoso com sua própria mãe. Não achei o comportamento dela adequado para um livro juvenil, até porque, em momento nenhum, existe um arrependimento da protagonista por conta de suas atitudes. É como se isso fosse normal e até a sua própria mãe não expressa nenhuma reação quando as atitudes se repetem.
  Em vários momentos a trama se tornou maçante e repetitiva, afinal nós acompanhamos Ruby na sua rotina comum. Ler sobre uma rotina comum é muito ruim, mas é ainda pior quando quem a descreve é uma protagonista totalmente sem carisma.
  Charlie, o menino citado na sinopse, se revela muito chato e o romance que acontece entre ele e Ruby é sem graça. A autora descreve um menino absolutamente perfeito em personalidade e atitudes, enquanto que os outros meninos são uns babacas idiotas, Charlie é totalmente diferente e não tem NENHUM defeito. Não gosto quando este tipo de coisa acontece, porque, obviamente, não é verdade, não é real e não convence. Além de tornar o personagem superficial e desinteressante.
  Acredito que todos os problemas foram abordados superficialmente, exceto os da protagonista. A autora deu muito destaque a Ruby e esqueceu que existiam outros personagens, personagens estes que foram esquecidos no final e não tiveram uma finalização adequada.
  A capa da Novo Conceito é simples e passa uma imagem errônea da história, até porque a trama central do livro não é sobre a amizade delas,  a amizade fica em segundo plano. A sinopse também fala do livro como se a amizade fosse o tema central, não é e quem espera isso vai se decepcionar. Eu encontrei erros de revisão e gramaticais, coisas realmente básicas. A diagramação também não é o ponto alto do livro, ela é simples e os sinais usados não tem nenhuma conexão com a história, o que tornou tudo um pouco confuso.
  Em suma, o livro não tem um desempenho satisfatório e não é uma boa opção nem mesmo para entretenimento, tendo em vista que existem livros muito melhores para o público que este é destinado.


22 comentários

  1. Gostei da sua resenha, vocês escreve muito bem, explica muito bem a história. Adorei! Já estou seguindo.

    apenasemdezembro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que eu não me interessei pelo livro.... odeio qdo tenho essas decepções literárias....

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Nossa, pela sinopse eu tinha imaginado uma coisa COMPLETAMENTE diferente! Bom saber que o livro é ruim, pq eu tinha me interessado antes de apertar no "leia mais".
    Claro, o interesse foi embora já.
    Bjs Gabi! (posso te chamar assim? kkk)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alice.
      Pois então, como disse, a sinopse passa uma imagem errada do livro. Nunca imaginei que o conteúdo seria do jeito que encontrei, principalmente depois de ter lido a sinopse. Pode me chamar de Gabi, aliás, deve!
      Beijos.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Estou passando para avisar que já está no ar o novo agregador de links feito pelo Portal Teia, seu blog tem vaga garantida, você já pode começar a mandar seus links.
    Espero você lá!
    Até mais

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabriela :)
    Nossa, eu nunca havia lido uma resenha crítica tão negativa. As que li, pelo menos, elogiavam um ponto do enredo mesmo que minúsculo, mas vejo que isso não se enquadrou no livro resenhado por você, Gabriela.
    Não sei se concordo completamente com a sua opinião, até porque eu sempre procuro um lado positivo nas histórias, mas claro que vou levar a sua opinião em consideração caso eu leia esse livro futuramente. Não criarei nenhuma expectativa, mas fiquei curioso para ler o livro e ver se concordo plenamente com seus dizeres, Gabriela.
    Parabéns pela resenha. Quando eu ler o livro, você será a primeira à saber o meu ponto de vista. Bjs :*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ganhei este livro e uma pessoa me pediu emprestado logo depois. Não me devolveu até hoje, mas agora acho que pode ficar. Já não era muito o meu gênero mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Li o livro e também tenho algumas opiniões em comum,
    O livro é superficial e tem uma narrativa meio estranha, porém não me decepcionei
    tanto assim. Pois não coloquei muitas esperanças nele!
    Fiquei com raiva pela maneira que ela tratava sua mãe e em momentos do livro não existia
    nenhum diálogo entra elas :(
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não gosto do gênero, por isso nunca me surpreendo quando uma leitura me decepciona, mas acho que posso dizer que até aproveitei a leitura melhor do que você. Uma coisa que percebo é que cada vez esse gênero se torna mais dispensável, talvez por isso a decepção seja cada vez maior e que você, que tem outros livros para comparar, se decepcionou tanto também.
    Uma coisa é certa: se posso evitar, não penso duas vezes :x

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da resenha, a história parece aquelas de filmes adolescentes, mas como você citou que algumas partes são sem graça, não senti interesse de ler! rs Eu prefiro mesmo histórias com assuntos sobrenaturais ou mistérios, são mais empolgantes!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. É por isso que não costumo ler livros desse gênero. A maioria é superficial e traz personagens chatos. Eu já detesto gente dramática, imagina personagens, rs.

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro e já sei que nem vou arriscar. Odeio esses livros juvenis cheio de damas bobos e como você disse, sem propósito. Acaba se tornando uma leitura chata, irritante e eu de certo, abandonaria.

    ResponderExcluir
  12. Tenho o livro, mas por todas as coisas desanimadoras que li a respeito, estou enrolando horrores para ler. Não sei se tenho paciência para dramas adolescentes sem propósito.
    De qualquer forma, um dia pretendo ler e tirar minhas conclusões.
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Não é um livro que eu leria inicialmente pela capa, mas aí lendo a resenha foi que me decidi
    Pode até funcionar para algumas pré-adolescentes, mas para outras idades não

    ResponderExcluir
  14. To cansada desses livros com protagonistas adolescentes mimados, egocêntricos, dramáticos sem motivo aparente. Fico me perguntando se eu era assim quando tava na mesma fase hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  15. Muita sincera a sua resenha e acho isso essencial. Não é a primeira vez que ouço falar que os livros da autora são bem superficiais, não tem um objetivo definido e a história e os personagens acabam não conquistando o leitor. Acho que não vou ler esse, não.

    ResponderExcluir
  16. Ui, odeio essas decepções! Ainda bem que não o comprei! rs
    Amei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  17. Uau que franqueza adorei a resenha, fez com que eu não sentisse vontade alguma nem de saber mais sobre o livro, "sem proposito" fiquei assustada de cara quando li isso, e só foi piorando rsrs.
    OK, bom saber não vou perder tempo com esse!

    ResponderExcluir
  18. Já li esse livro há algum tempo, mas confesso que me lembro de pouquíssimas coisas em relação a ele. Isso mostra que ele não me impressionou em nada. Concordo com sua opinião em relação à Ruby (chata pra caramba), e Charlie (o garotinho-perfeição irreal). Enfim, foi uma leitura que acrescentou mais algumas páginas no meu paginômetro lá do skoob.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. Não gosto de livros maçantes, muito menos quando contam uma história diferente do que a sinopse oferece, nem vou perder tempo em ler esse livro, a resenha não me animou muito

    ResponderExcluir
  20. Eu comecei a ler Olho por Olho da Siobhan Vivian e não gostei , mas como achei que os livros dela não podiam ser tão ruins assim fui atrás de Conselho de amiga ^^ e quer um "conselho de amiga" , com certeza foi uma das piores literaturas que já li. Como você mesma disse "Esse livro é sem propósito" larguei ele no meio e não pretendo voltar à ler. Gostei da resenha . Parabéns pelo blog ^^


    http://jumpinginthedark.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Eu queria ler outro livro da Siohan pq gostei de Não Sou Este Tipe de Garota, mesmo o final decepcionando, bom que eu já comprei Olho por Olho então vou começar por ele, já que esse é tão ruim
    bjs
    http://felicidadeinventada.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D