Resenha - Beijos de Vampiro

Edição: 1
Editora: iD
ISBN: 8516067505
Ano: 2010
Páginas: 238
Tradutor: Katia Hanna

Sinopse - Beijos de Vampiro - Livro 01 - Ellen Schreiber
Novos moradores sempre causam impacto quando chegam a uma cidade pequena. Ainda mais se vão morar em uma velha mansão abandonada, que todos juram ser mal-assombrada. Quem são, ou melhor, o que são eles? Poderiam ser vampiros? Raven, uma garota de 16 anos, louca pelas criaturas das trevas, gostaria muito que isso fosse verdade. E ela gostaria de saber o que poderia acontecer caso o lindíssimo filho dos forasteiros a beijasse.



Raven, de 16 anos, é gótica. Vive numa cidadezinha esquecida pela sociedade, que ela carinhosamente apelida de Tediolândia, com seus pais e seu irmão, apelidado de Nerd Boy. Os pais de Raven eram hippies, mas se tornaram responsáveis com o nascimento dela e mais ainda com o nascimento do irmão, só tornando sua vida mais entendiante ainda.

"Fui concebida no colchão d'água do meu pai - ou no telhado do dormitório da faculdade onde minha mãe estudava, sob um céu estrelado - depende de qual dos dois estiver contando a história. Eram almas gêmeas que não conseguiam sair dos anos 70: uma mistura de amor verdadeiro e drogas, um pouco de incenso de framboesa e música do Grateful Dead."

Desde criança, Raven nunca foi o que tachamos de 'normal'. Ela nunca quis ser uma princesa, ou uma fada, nem médica ou veterinária. Não. Raven sempre quis ser uma vampira, o que contribuiu para que ao passar dos anos ela se tornasse gótica.

"- Raven, o que você quer ser quando crescer? - indagou, seus olhos verdes cravados em mim.
Pensei por um minuto.
- Quero ser...
- Sim?
- Quero ser... uma vampira!" 

Então, o que Raven menos esperava acontece: uma família nova se muda para a cidade. E mais: vão morar na mansão abandonada, que os moradores da cidade julgam ser assombrada. Como se sabe, numa cidade pequena as notícias correm rápido e logo estavam no ar boatos sobre a nova família. Quem, ou o quê, eles são? Vampiros é o que acreditam ser.

Aí está a chance de Raven de se tornar uma vampira, que fica ainda mais provável quando ela descobre que a tal família tem um filho na sua idade. O que poderia acontecer se ele a beijasse?

Não quero que esperem muito de Beijos de Vampiro. Livros sobre vampiros são o que mais tem por aí e é muito difícil achar um que se destaque. Ellen Schreiber se destacou, mas não por ter um livro revolucionário e com uma nova teoria de como são os tais seres da noite. A série Vampire Kisses se destaca pela sua simplicidade.

É um livro muito, mas muito mesmo, gostoso de ler. Tem uma leitura calma e engraçada que te faz gostar do livro mesmo ele não sendo lá grandes coisas. Beijos de Vampiro é um romance para entreter, para se divertir. Então, não leiam com expectativa, esperando um grande romance, ok? Leiam apenas por prazer. Se quiserem algo leve e divertido, eu recomendo.


Por: Henrique Morais


10 comentários

  1. Parece ser um livrinho pra ler nos intervalos né?, algo light!
    Sinceramente nao me chamou a atencao... acho que estou saturada de tanto vampiro!

    Beijos
    Soueupri

    ResponderExcluir
  2. Bem, a capa é linda demais neh? rsrsrsrsrsrsr Eu sou apaixonada por vampiros, queria muito poder ler este algum dia!

    Adorei sua resenha! Bem sincera!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Uhu, mais uma resenha minha \O/ ficou bem legal a organização, como sempre *-* Adoro as capas dessa série e sou louco pela continuação! Bjs!

    www.fasciniosliterarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Fiquei em dúvida em relação a esse livro, você fala que é bom e te surpreendeu, mas estou tão cansada de livros com vampiros que não sei se pretendo ler esse.
    Vou ter que pensar um pouco e decidir depois.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Esse eu não conhecia, pela capa imaginei uma leitura de vampiros mais leve mesmo. Gostei da resenha e achei uma ótima dica para uma leitura de vampiros mais divertida e leve.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro livros sobre vampiros, então por isso já me interessei.
    O fato dele ser leve, também ajuda, pois as vezes é exatamente disso que precisamos entre uma leitura e outra.
    Quem sabe eu leia ele ainda esse ano.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  7. Não me chamou a atenção... Não curto vampiros, talvez seja por isso.
    (PS: Pq todas as góticas de livros tem nomes parecidos?)

    ResponderExcluir
  8. não me interessei pelo livro não... mas a resenha ficou bem legal
    apesar de gostar de livros do tipo esse não me fez ficar muitooooo curioso

    ResponderExcluir
  9. Opa, olha o Henrique aqui!
    Eu já gostei da personalidade da Raven quando vi seus apelidos para a cidade/ irmão! A leitura parece mesmo ser gostosa e sem dúvidas vou colocar esse livro na minha listinha!
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  10. A única coisa que realmente me faria ler esse livro é essa questão de ser leve e divertido, pois confesso que estou farto de livros com Vampiros. Se bem que não sei se essa família é mesmo vampira, né?!?! Fiquei confuso agora. kkkkkkkkkkkk

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D