Resenha - Jogos do prazer

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412437
Ano: 2014
Páginas: 240
tradutor: Beatriz Horta

CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA ARQUEIRO

Sinopse - Jogos do Prazer - Madeline Hunter
A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.


Em Jogos do Prazer vamos conhecer a história de Roselyn Longworth, seu irmão fradou o banco em que era sócio, fugiu com o dinheiro dos clientes deixando ela e sua irmã Irene arruinadas. Elas tiveram que se mudar para o campo, numa casa simples e viver com o dinheiro do aluguel de alguns arrendatários. Ela já se conformou com fato de que nunca sera capaz de arrumar um bom casamento com essa mancha na sua vida.


Roselyn sempre foi uma mulher muito sonhadora, que sempre almejou encontrar um grande amor e por isso acaba se enganando com as falsas promessas de amor do filho de um Conde. Mas quando Rose se recusa a ser a amante que o nobre deseja ele acaba promovendo uma festa e leiloando-a durante o evento. Ela nunca pensou que seria tão humilhada em sua vida. Até ser arrematada por Kyle Bradwell.

Kyle vem de um família de mineiros muito pobre, um homem muito determinado que veio de baixo e cresceu na vida por própria obstinação. Ele pede Roselyn em casamento para tentar impedir que esse escândalo prejudique ainda mais a vida da moça que ele considera uma preciosidade. Kyle cuida muito bem de Rose e quer proporcionar a ela tudo o que puder, desde que ela aceite suas condições. Uma delas é que Rose nunca mais se encontre com o irmão Tim.

O grande problema é que Rose é uma mulher super família e que não vai abandonar seus princípios tão facilmente. Mas Kyle precisa protegê-la dos perigos que estão por vir e para isso Rose terá que aceitar as condições que o marido impôs. Kyle é um homem cheio de segredos e quando Rose descobre o que se esconde por trás daquele lindo homem, não há mais volta. Ela já esta perdidamente apaixonada.

Mais um romance de época para a minha longa lista e como eu sempre digo, mais uma surpresa gratificante. Quando comecei a ler essa série fiquei encantada com a escrita de Madelaine Hunter, até que cheguei no segundo livro e comecei a ficar com o meu pé atrás, pois o enrendo não conseguiu me conquistar. 

Nesse terceiro livro Hunter volta com força total nos apresentando um típico casal de época, daqueles que começam com um casamento arranjado e que o amor se constrói aos poucos e como eu acho isso bonito.É maravilhoso poder acompanhar todas as etapas do nascimento desse amor, as pequenas sensações que despertam de um simples toque, o carinho, o afeto, ele comendo a tortas horrorosas que la faz e dizendo que são maravilhosas, com medo de magoa-la. Detalhes pequenos que fizeram toda a diferença nesse livro.

Outro ponto forte é a riqueza de detalhes que a autora nos entrega. Pela descrição feita da Rose só posso imagina-la como a atriz Nikki Reed ( A Rosalie da saga Crepúsculo) um mulher com uma beleza clássica, mas ao mesmo tempo sensual. 

Enfim, a história do casal é muito linda e eu amei o fato de que Jogos do Prazer não trás somente um romance, mas também enaltece outros dons e sentimentos incríveis como o perdão, a amizade, a compaixão e a lealdade. 




11 comentários

  1. A Rosalie do livro neh? Porque a do filme, não tem beleza clássica nenhuma... kkkkkkkk Mas gosto da Nikki!

    Bem, como eu digo em todas as resenhas de romances de época, eu amo! rsrsrsrrs Só ainda não tive o prazer de ler essa série. Sua resenha esta perfeita, me deixou mais curiosa ainda qto ao Kyle, que já li muitas coisas boas! kkkk

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Aah me Deus, mas um livro de época pra minha infinita lista, onde eu vou parar?
    Sou perdidamente apaixonada por livros de época, e quando o casamento é "arranjado" eu amo mais ainda, gosto de ver surgir o sentimento aos poucos, isso me encanta.
    Só em ler sua resenha já me apaixonei pelo Kyle. Queria ele pra mim *-*

    ResponderExcluir
  3. aah a capa desse livro é linda, eu leria só por ela. Não sou fã de séries que podem ler fora de ordem (acho que já disse isso)... mas parece muito boa essa. Vou pensar se leio rsrs Bela resenha!

    www.fasciniosliterarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu amoooooo esse tipo de romance! Já li os dois primeiros e amei! Esse é um dos meus próximos!
    Parabéns pela resenha!
    PS: [Novidades Literárias]: Livro: Leis da Atração - Livro 2 da Série After Dark de A.C. Meyer!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/02/novidades-literarias-livro-leis-da.html
    Beijos - Blog Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  5. To apaixonada por romances de época, e a culpa é sua dona Fernanda!!
    Hahahahaha...
    A cada um que você coloca aqui, sou obrigada a notar na minha lista de desejados... Vou falir!!!
    Quero parceria da Arqueiro AGOORAA!!!

    Obs: Verei Roselyn como A Rosalie... Até nos nomes são parecidas!

    Beijocas
    Priscila Domingues

    ResponderExcluir
  6. Amoo romances de época! Ainda não li nada série infelizmente mas a cada resenha me encanto mais.
    Com certeza na minha lista de desejados e a capa é linda!!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Acredita que não li nenhum dos livros da série? :/ Pois é.
    Ando é louca pelos Bridgertons!
    A Arqueiro acertou nas séries de romances de épocas. Venho acompanhando a leitura dos livros da Madeline Hunter por aí, pelo que vejo o pessoal gosta bastante.

    Beijinhos.
    <a href="http://intheskyblog.blogspot.com.br>In The Sky Blog </a>

    ResponderExcluir
  8. Eu também adoro livros que contam histórias de época. E por esse motivo esse livro me interessou.
    Vou adicionar ele e os anteriores também, quem sabe eu consiga ler todos até o final do ano.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  9. Amoo romances de época,ainda não li nada série mas esse parece ser bem legal
    add a lista de próximas compras de livros

    ResponderExcluir
  10. Eu tinha ouvido falar desse livro há um tempo atrás e fiquei bem curiosa quanto à ele!
    Preciso mesmo começar a ler essa série!
    Só pelo começo da história - as irmãs arruinadas pela ganância do irmão - já fiquei interessada. É triste pensar que há algum tempo atrás, as mulheres pudessem ser marcadas por fatos com os quais nem tiveram envolvimento, só apenas por ser de alguém de sua família, né?
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  11. Ainda não cheguei a ler nenhum desses romances históricos, mas tenho bastante vontade. Que bom que esse terceiro volume conseguiu dar uma up na série, né?!?! Achei a trama bem interessante, pois me parece que as coisas tem seu ritmo adequado, sem falar na narrativa da autora. Enfim, fiquei bem curioso pra conhecer essa série.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D