Resenha - Ladrões de Planetas


Edição: 1
Editora: Vergara & Riba
ISBN: 9788576835721
Ano: 2013
Páginas: 300
Tradutor: Augusto Calil
Sinopse - Ladrões de Planeta - Ladrões de Planeta - Livro 01 - Dan Krokos
Num futuro distante, a Terra está em perigo. O motivo - a conquista de um planeta recém-descoberto chamado Nori-Azul. Aquele era o lugar perfeito para uma raça que não cabia mais no próprio planeta. Tão perfeito que também estava nos planos de dominação dos Tremistas, civilização alienígena dona de avançada tecnologia de guerra. Mason Stark, um garoto de treze anos, é um dos cadetes da Academia do Comando Espacial Terrestre, centro de controle das tropas estelares. A rotina de treinamentos no espaço era tranquila até o violento ataque tremista que muda completamente o destino de Mason e dos dezessete cadetes a bordo da nave SS Egito
 Ladrões de planeta nos conta história de Mason e outros dezessete cadetes que estão a bordo da SS Egito, uma nave espacial que abriga a raça humana  em busca de um novo planeta habitável. Um planeta acaba de ser recém descoberto, Nori-Azul. Os cadetes parte, em tão com a missão de conquistar esse planeta, mas para isso terão que enfrentar os tremistas, uma civilização alienígena muito poderosa. Os cadetes terão agora que arranjar uma forma de sobreviver aos tremistas, o que se mostra uma tarefa árdua.

Mason tem apenas treze anos e perdeu os seus pais num ataque tremista, a única família que lhe resta é sua irmã Susan.  Com ele vamos conhecer a academia do comando espacial terrestre. Acredito que Mason nunca irá parecer ter a idade que tem, ele é muito perspicaz, muito inteligente, ágil e esperto. Dotado de uma personalidade incrível e forte, nos deparamos com esse personagem sensacional que é capaz de tirar o fôlego.

A trama é muito bem construída, o ritmo dos acontecimentos é bem alto e talvez eu possa dizer que o livro não possua um clímax, ele é repleto de pontos altos, de aventuras eletrizantes. Krokos não deixa a peteca cair nem por um instante se quer, é impossível abandonar a leitura antes de chegar o final. E que final minha gente.

Acho que posso classificar ladrões de planeta como uma avalanche, a cada cena o autor aparece com uma surpresa :) a narrativa é feita em primeira pessoa e é maravilhosa, o autor faz questão de deixar perguntas soltas para criar uma ligação com o próximo livro. Adoro o cenário criado por Krokos e a habilidade que ele demonstrou em conseguir inserir o leitor em sua trama. É impossível não se imaginar dentro da história e ficar pensando o que fazer se fosse Mason.

Enfim, é um livro incrível que eu recomendo muitíssimo a todos que curtem uma boa aventura.

pS: gente eu estou publicando a resenha novamente, porque o blogger continua a comer MINHAS resenhas, eu desabilitei os comentários, para não prejudicar quem está participando do top comentarista.

Nenhum comentário