Resenha - Os três

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412697
Ano: 2014
Páginas: 400
Tradutor: Alves Calado
Sinopse - Os Três - Sarah Lotz
Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.



Os Três é um livro que relata a queda de quatro aviões, quase que ao mesmo tempo, em quatro lugares diferentes do mundo. Dessa queda, restam apenas quatro sobreviventes, três são crianças e a quarta é a Pamela May Donald, que sobrevive por pouco tempo, só o suficiente para deixar uma mensagem perturbadora em seu celular. A partir dai, uma jornalista tenta recriar os acontecimentos para publicar um livro. 

O livro é assim como muitos dizem: Uma relação de amor e ódio. Até agora não sei se amei, não sei se odiei. Gostei da história, do enredo como um todo, mas detestei o modo como nos é apresentada. Os três não é contato em narrativa e sim por meio de notícias, relatos, confidências e etc, é realmente como se a jornalista da história estivesse juntando pedaços para formar um livro. Eu particularmente odiei essa característica do livro, achei monótono, a história parecia se arrastar e isso me dava dor de cabeça, eu ficava curiosa para saber o porque das coisas, como o avião caiu, o que aconteceria com as crianças, enfim eu queria saber muita coisa, mas não conseguir ir longe, com poucas páginas eu caia no sono. Compartilho da opinião que se o livro tivesse sido feito em narrativa corrida, teria ficado infinitamente melhor, seria um sucesso.

Começamos a história com um relato do que acontece na queda dos aviões, a visão da Pamela que é a única adulta a sobreviver ao acidente, se bem que por um tempo mínimo. Depois vamos acompanhando o despertar das crianças sobreviventes, a continuidade de suas vidas. Isso é intercalado com pequenos relatos do passado dessas crianças, conta um pouco sobre a família, sobre a rotina, pra onde estavam indo as crianças.

O livro parece um diário de detetive, sinceramente. Cheio de cartas, entrevista, teorias sobre como o acidente aconteceu, porque só crianças sobreviveram, uma parada cheia de hipóteses mirabolantes. E eu fiquei meio perdida nessa história ai, achei tudo muito embolado, muitos personagens, eu já não sabia mais quem era quem, o que fulano fazia, estava quase surtando. E cara essa história é bizarra, vou te contar que eu já tava até com medo das criancinha. Sim eu sei que sou muito medrosa.  Fiquei uns quatro dias sem dormir direito. 

Eu pra mim todo mundo nesse livro é maluco, sai cada teoria mirabolante para explicar o porque do acidente. Sempre tem aquelas teoria religiosa maluca pra caraca, gente que acredita em ET, sério, MEEEEEEEU DEUS, ai tem aqueles que acham que é parada de Apocalipse.

Em minha humilde opinião o livro funcionou no quesito suspense, na hora de despertar curiosidade, de te deixar pensando toda hora no livro, imaginando o que realmente aconteceu. Mas peca muito na narrativa, o modo como a autora resolveu expor o enredo não me agradou em nada, e quando você pensa que ela vai consertar isso tudo ela vem com o final do tipo "você decide" >< . Admiro a inovação e criatividade que o livro apresenta, mas não funcionou comigo.

Enfim, é um livro bom, mas apenas isso. É um livro que vai te deixar perturbado, querendo devorar as páginas, vai te deixar pensando em qual teoria é a certa, quem são as crianças, o motivo pelo qual tudo aconteceu, mas que sinceramente você precisará ter muita paciência para ler.

A Editora Arqueiro mais uma vez merece os parabéns pela diagramação, cada livro uma nova surpresa, a lombada preta ficou um arraso, e a capa tem aquele mix de fosco e verniz! MARAVILHOSO.


11 comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Só vc mesmo!

    Bem, este é um livro que me conquistou pela capa mas depois de algumas resenhas, fiquei sem vontade de lê-lo.

    Adorei sua resenha, mas já o tirei da minha lista de desejados!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkk

    Aiai, depois de ler a sua resenha eu não compraria, mas adivinha, fui sorteada numa promo :)
    Então qndo o livro chegar vou ler sem nenhum expectativa, só espero não ficar com medo das criancinhas tbm :p
    kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Fe, não gosto de dizer isso, mas já faz um mês que estou lendo esse livro.
    Pra mim é muito tempo gasto lendo um único livro, e isso está me matando. Estou na mesma situação, estou gostando de todo o suspense, mas também quero respostas, e ao que tudo indica não terei tão cedo.
    Enfim nossas opiniões sobre o livro até agora estão batendo. Vou terminar de ler, e fazer o veredito final.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga, tudo bom?
    Ganhei esse livro no blog da Vivi e estou doida para ler, porque, até então só tinha lido resenhas falando muito bem dele. A capa dele é linda, dá o ar de suspense necessário para o livro e a história parece que é tudo que eu gosto de ler. Essa fórmula de jornalista investigativa não vai ficar defasada nunca! Carrie, a estranhha também é contado através de relatos e é realmente mais cansativo.
    Espero que eu goste do livro, mesmo você não tendo se empolgado tanto né?
    Beijão
    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Estou louca para ler esse livro. Já vi ótimas resenhas sobre ele e estas só estão fazendo com que minha vontade aumente ainda mais. A capa é incrível e a trama parece conter um quê de mistério e suspense que prende o leitor até a última página do livro.

    ResponderExcluir
  6. Eu até leria, mas em um futuro não muito próximo. Com certeza eu ficaria perdida com tantos personagens, e a história em si não me agradou.
    Deixo pra quem gosta.

    ResponderExcluir
  7. Fico feliz por você ter feito essa resenha, pois eu estava com muita vontade de ler esse livro. Agora fiquei em duvida se vale a pena ou não, já que você não gostou tanto assim. Talvez eu compre mais pra frente, por enquanto vou lendo os outros que já estavam na minha lista.

    ResponderExcluir
  8. Como fã de suspense, sei que vou gostar bastante de ler. Pelo visto, a trama nos prende totalmente, nos fazendo tentar prever o desenrolar da história. Porém, agora fiquei desanimada ao saber do resultado final...Vou querer ler mesmo assim, mas agora com mais "pé no Chão.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Desde que vi a capa e li a sinopse, me decidi que iria lê-lo. A premissa é realmente muito intrigante, cheia de suspense e que dar muito pano pra manga. Mas é uma pena que a autora pecou na forma de conduzir a história. Tramas com muitas personagens acabam me confundindo bastante. Emfim, como já sei que ele tem esse probleminha na narrativa, já irei com menos expectativas.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Quando fiquei sabendo do lançamento desse livro fiquei morrendo de vontade de ler. Mas ao ler as resenhas que foram saindo sobre ele, fui perdendo um pouco da vontade. Pelo visto é um livro bom, e só... Ainda quero ler, mas sem muita expectativa, para não e decepcionar depois.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Fe, antes eu estava louca para ler esse livro mas as resenhas e comentários sobre ele me tiraram essa vontade, já não sei se leria ele mesmo, talvez sim, mas não com muita expectativa. Beijos

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D