Resenha - Primavera Eterna

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413236
Ano: 2014
Páginas: 128

Sinopse - Primavera Eterna - Paula Abreu Maia é uma jovem publicitária bem-sucedida. Tem um emprego estável, um namoro estável, uma vidinha estável. Até demais. Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas? Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos 12 anos, numa cidadezinha do interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos, e a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela. Mesmo assim, num impulso, Maia pede férias na agência, inventa uma viagem de trabalho como desculpa para o namorado e vai para Nova York, atrás do seu primeiro amor. Primavera Eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma.

O livro primavera eterna conta a história de Maia, uma jovem publicitária, bem sucedida que leva um vida bem sem graça, um emprego que não gosta muito, um namorado comum, enfim uma vida comum. Até hoje ela não esqueceu sua antiga paixão de infância, diego.

Diego é o menino porque ela se apaixonou aos doze anos. Ele era seu melhor amigo, até o dia em que a família de Diego se mudou para os Estados Unidos e eles perderam o contato. Tempos depois ele reaparece, Maia marca um encontro com ele, mas ele não aparece. Ela fica com isso em seus pensamentos, durante muitos anos, até o dia em que resolve ir atrás de Diego nos Estados Unidos. Para quem sabe reencontrar a si mesma.

Primavera é um livro bem curtinho, mas eu posso dizer que eu esperava muito mais . Apesar das 128 páginas, a historia poderia ter sido muito mais bem trabalhada. Achei a sinopse maravilhosa, mas totalmente incompatível com o livro. Pensei encontrar um romance maravilhoso, um sentimento antigo que renasceria, mas muito pelo contrário, vejo uma adulta que esqueceu de crescer, um homem totalmente aloprado, infantil que não deu nem sequer uma desculpa para ter sumido durante todo esse tempo, ou por nunca ter respondido as cartas de Maia.

O livro se passa basicamente em um dia, quando Maia encontra Diego e eles resolvem botar os papos em dia é passear pela cidade. Não acontece romance nenhum, não senti amizade alguma, não tem sentimento, é um livro que não desperta nada no leitor. Eu sinceramente odeio livros desse tipo, você não tem nenhum motivo para se apegar a história, um motivo para se lembrar dele e recomendar para outras  pessoas.

O único ponto positivo que encontrei no livro é a narrativa. Paula com certeza tem o dom de narrar o livro com uma simplicidade incrível, terminei a leitura em coisa de 40 minutos. As páginas passavam e eu nem percebia. Enfim, é um livro para ler em um final de tarde, mas não espere encontrar um romance maravilhoso, ou algo do tipo, porque é impossível.

5 comentários

  1. Hum... eu não havia gostado da capa, por isso nem cogitei lê-lo.... infelizmente não faz meu tipo preferido!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Nossa eu amei a capa do livro e tinha ficado curiosa com a história por isso li a resenha que pena que nada da história seja bom kkk uma pena mas enfim.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei bastante da capa do livro, acho que tem tudo a ver com a história. Além disso, acho que Maia é uma personagem bem interessante, corajosa e decidida. Gostei da sinopse, e apesar de não ser meu gênero preferido, eu leria o livro sim, acho que poderia aprender bastante com as decisões e episódios vividos pela protagonista.

    ResponderExcluir
  4. Poxa,que pena que faltou emoção na história!
    É o tipo de trama,que poderia ter sido bem melhor explorada.

    Se não passou verdade e sentimentos,não me agradaria lê-lo.

    ResponderExcluir
  5. Realmente pela sinopse eu acreditaria que livro seria ótimo, apesar do livro parece ser bem fraquinho, segundo a resenha, ainda continuo com vontade de conferi essa história.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D