Resenha: Ladrões de Sonhos – Maggie Stiefvater – A Saga dos Corvos #2

Edição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576863212
Ano: 2014
Páginas: 434
Tradutor: Jorge Ritter
Sinopse: Ladrões de sonhos, o segundo volume da Saga dos Corvos, traz de volta a imaginação selvagem e as reviravoltas eletrizantes que somente uma autora original como Maggie Stiefvater é capaz de criar. Ao lado de Blue, os garotos corvos — o privilegiado Gansey, o torturado Adam, o espectral Noah e o sombrio e perigoso Ronan — continuam sua busca pelo lendário rei galês Glendower. Mas suas explorações enfrentam um duro contratempo conforme segredos, sonhos e pesadelos começam a enfraquecer a linha ley — um canal invisível de energia que conecta lugares sagrados e que pode levá-los até o rei. Será por isso que a floresta mística de Cabeswater sumiu inexplicavelmente? Quem é o misterioso Homem Cinzento e por que ele está procurando o Greywaren, uma relíquia que permite tirar objetos de sonhos? E o que isso tem a ver com o indecifrável Ronan? Conforme Blue e os garotos corvos procuram respostas a essas e outras questões, o perigo que os envolve se torna cada vez mais real, e será preciso apostar todas as fichas nessa aventura enigmática.


Resenha por Henrique - RESENHA: Os Garotos Corvos livro 1
OBS: pode conter spoillers do livro Os Garotos Corvos

Após os acontecimentos de Os Garotos Corvos, Blue, Gansey, Adam e Ronan continuam em busca de Glendower, um antigo rei que Gansey acredita estar adormecido e que, supostamente, realizará um grande desejo de quem o acordar. Mas, na pequena Henrietta, as linhas ley parecem fracas e irregulares, alternando entre quedas e picos de energia que influenciam tanto na busca deles quando no dia-a-dia da cidade, causando, por exemplo, quedas de energia.
Um segredo é uma coisa estranha. Há três tipos de segredos. Um é do tipo que todo mundo conhece, do tipo que precisa de pelo menos duas pessoas. Uma para guardá-lo. Outra para nunca sabê-lo.
Enquanto isso, eles vêm enfrentando seus problemas individuais; Adam já não é mais o mesmo após uma promessa feita em Os Garotos Corvos e Ronan está cada dia mais assombrado por pesadelos, perdido no mundo dos sonhos.
O segundo é o tipo mais difícil de segredo: aquele que você esconde de si mesmo. Todos os dias, milhares de confissões não são feitas a seus potenciais confessores, e nenhuma dessas pessoas sabe que todos os seus segredos jamais admitidos se resumem às mesmas três palavras: estou com medo.
Para piorar a situação, um homem conhecido como Homem Cinzento chega a Henrietta em busca de um “objeto” capaz de tirar coisas de dentro dos sonhos, chamado de Greywaren. Não demora muito para que ele se envolva com a família Sargent, família da Blue, e, consequentemente, com os garotos corvos, enquanto esses tentam ao máximo decidir se ele é ou não um perigo, ao mesmo tempo que tentam esconder seus segredos dele.
E então, há um terceiro tipo de segredo, do tipo mais escondido. Um segredo que ninguém sabe a respeito. Talvez ele tenha sido conhecido um dia, mas foi levado para o túmulo. Ou talvez seja um mistério inútil, oculto e solitário, perdido porque ninguém o procurou.
Blue e os garotos precisam não apenas resolver o problema com as linhas leys, como decifrar os segredos que envolven Ronan, seu pai e o Greywaren. Numa corrida contra o tempo, segredos antigos são revelados e novos perigos vêm a tona, de lugares que nem eles mesmo imaginavam.
Às vezes, algumas raras vezes, um segredo permanece desconhecido porque é algo grande demais para a mente guardar. Estranho demais, vasto demais, aterrorizador demais para ser contemplado.
Quem me conhece e tem contato comigo, sabe o quanto eu adoro essa saga! Desde que li Os Garotos Corvos, me apaixonei completamente pelo enredo e pelos personagens, pela escrita da Maggie e por todo o resto.
Ronan Lynch vivia com toda sorte de segredos.
Em Ladrões de Sonhos, Maggie Stiefvater continua com sua escrita impecavelmente boa. Seus personagens são sempre o ponto alto dos livros, habilmente estruturados, únicos e apaixonantes. Todos são importantes, não apenas Blue e os garotos. Maura, a mãe de Blue, suas amigas, o Homem Cinzento... cada personagem é como uma engrenagem que faz a trama funcionar perfeitamente.


Nessa continuação, a história tem um foco maior em Ronan e Adam, especialmente em Ronan. Após terminarmos o primeiro livro com um segredo bombástico que esse personagem revelou, somos apresentados, em Ladrões de Sonhos, a uma trama que vai destrinchar o que Ronan é e quais os seus segredos e o seu passado. Além disso, a autora mostra uma nova face de Ronan que nos faz mudar nossa visão sobre ele. Admito que ele era o personagem menos encantador da história, mas agora ele é um personagem tão bom quanto os outros.

Há também a inclusão do novo personagem, o Homem Cinzento, que, como o resto dos personagens, mostra ser o que não imaginávamos que seria. A autora fez capítulos apenas dele, nos dando uma visão da sua história e de como ele foi parar ali.

Narrado em terceira pessoa, Ladrões de Sonhos é um livro encantador (não tanto quanto o primeiro, mas bem próximo disso), com uma narrativa calma e intrinsecamente detalhada, repleto de personagens únicos e estranhamente reais e com um final que simplesmente faz você querer implorar à editora pra publicar o terceiro volume, Blue Lily, Lily Blue, logo! Ladrões de Sonhos só reforça o quanto eu amo essa série.

Quando se lê A Saga dos Corvos, não tem como não querer ser amigo dos personagens (e da autora!). Super recomendo a leitura!


16 comentários

  1. Oi Henrique!

    Não li a resenha por conter spoillers do primeiro livro que nem li ainda! kkkkk
    Mas adoro as capas, são muito bonitas!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oiiiiiiiiiiii Henrique
    Não conhecia a série, mas só pela resenha já estou altamente inclinada a comprá-la, parabéns !!!!

    Xoxo

    ResponderExcluir
  3. Não tem uma só pessoa que não goste dessa série rs Adorei a resenha Henrique, me deixou com muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não encontrei ainda uma pessoa que tenha lido e não tenha gostado!

      Excluir
  4. Essa série está na minha lista, mas estava em dúvida. Porém lendo a resenha fiquei curiosa e não vejo a hora de ler.

    ResponderExcluir
  5. Oii Ana, tudo bom?
    Você não é a primeira blogueira que vejo falando super bem dessa série, e confesso que tinha ficado tentada a ler, mas acabei desanimando.. As resenhas que li até agora não me prenderam tanto, e acho que vou acabar não gostando da história! As capas estão maravilhosas, nem sei qual é a mais bonita ;)
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. Oii gente! Espero que se interessem pela série e leiam, muito perfeita <3

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar dessa serie, mas gostei da resenha, parece ser legal ^^ fiquei curiosa pra ler ..

    ResponderExcluir
  8. As capas dessa série são realmente um escândalo! A editora está de parabéns pela arte gráfica. Quanto ao enredo, confesso que eu esperava outra coisa dos livros. Porém, ouço e leio muitos elogios a eles, o que instiga minha curiosidade sobre a trama e os personagens. Gosto de livros que envolvam mistérios, e acho que esses são um prato cheio para isso.

    ResponderExcluir
  9. Achei muito boa a resenha e a série estou curiosíssima para ler.

    ResponderExcluir
  10. Até agora, só li resenhas positivas em relação a essa série. Muito bom ver que esse segundo volume passou linge da síndrome do segundo livro. Acho massa quando rola esse desejo de se tornar amigo das personagens e da autora, pois mostra que eles conseguiram conquistar o leitor. Super curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar da série , mas o título junto com uma resenha de um blogueiro empolgado com os livros me fez querer lê-los logo... Capa do livro bem interessante.

    ResponderExcluir
  12. As capas são lindas demais. Acho até que é por isso que amo tanto a série. rsrsrs Mas em relação a história mesmo... Foi uma das melhores leituras deste final de ano. Não tive do que reclamar. É muito bom quando o autor nos presenteia com histórias bem elaboradas e viciantes. Foi difícil de largar pra fazer alguma coisa. Queria seguir lendo até o fim. Mas consegui ler. rsrsrs
    beijos.

    ResponderExcluir
  13. Garotos corvos, adoro essa "designação" . "Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero". Nossa, eu já esperava alguma coisa com essa definição, agora sei que um segredo me será revelado na história ( ainda não li >< ) . Eu, com toda certeza, lerei essa série! O suspense me encanta, os comentários e resenha são positivos, a história é intrigante, quero conhecer os garotos corvos e desvendar seus mistérios . Quem será o homem cinzento O.o ?? Ansiosa par ler *-* !!
    PS.: Sua resenha me fez querer ler ainda mais u.u

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D