Resenha: Ligeiramente Casados - Os Bedwyns # 01 - Mary Balogh

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413212
Ano: 2014
Páginas: 288
Tradutor: Ana Rodrigues
Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse Custe o que custar!. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...
Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.



Esse é o primeiro livro da Mary Balough que eu leio e eu tinha certeza que ela não iria me decepcionar.

O capitão Percival Moris esta a beira da morte e faz um último pedido ao seu superior, ele pede que o Coronel Lorde Aidan Bedwyn leve a noticia de seu falecimento até sua irmã e que a proteja a qualquer custo. Ao chegar até a propriedade dos Morris ele descobre que Eve é quem administra a propriedade, ela é uma mulher independente e muito caridosa, cuida de filhos que não são seus, de empregados renegados e ex-presidiários, de um cão debilitado e de uma tia que não tem para onde ir, esta pra nascer alguém tão bondosa quanto a jovem. Logo Aidan fica sabendo que se Eve não se casar em poucos dias ela perderá a propriedade para o seu primo. Como ele prometeu ao capitão Percival, que salvou sua vida outrora, ele se casa com a moça.

O Duque de Bewcastle é irmão de Aidan e ao descobrir do casório do irmão, exige que sua esposa seja devidamente apresentada à rainha, conforme os costumes locais. Aidan e Eve partem então para Londres a fim de que possam cumprir com suas obrigações sociais e por fim seguirem cada um o seu rumo.

Ligeiramente Casados é um romance histórico surpreendente, de antemão já digo que a narrativa de Mary Balough me conquistou logo de cara, o que permitiu uma leitura rápida e fluida. O romance entre os protagonistas talvez se aproxime um pouco do real, pois eles  se apaixonam aos poucos, passam por aquela fase de conhecimento, de atração, da negação da paixão, até que por fim descobrem que não podem mais viver sem o outro. Eve é uma personagem muito bondosa, assim como Aidan, logo da para perceber que a implicância dele com o fato dela querer ajudar a todos, é porque ele também sempre age da mesma forma.

Eu sempre fui fã de romances históricos, desde os tempos de adolescente, e sempre gosto de me atentar aos pequenos detalhes, as roupas, aos costumes locais, a linguagem rebuscada e te juro que por mais culta que uma narrativa possa ser eu sempre fico tão envolvida que nunca percebo. Adoro a ambientação da Londres antiga e sinceramente se eu pudesse viver uma história de um livro, com certeza seria em um enredo baseado na Londres Antiga.

Só posso dizer que o casal é sensacional e apaixonante e ainda que, todos os rumos que os personagens tomam sejam completamente previsíveis, o livro não deixa de se tornar acolhedor e sensacional. Eu sinceramente adoro os clichês, nunca vi problema em me apaixonar por todos eles, acredito que cada casal tem algo que os torne únicos.

Com certeza é um livro que entra para minha estante (sim! Só meus queridinhos entram na minha estante, afinal nunca tem espaço para todos) e quero recomendar a todos que gostam de um bom romance.


26 comentários

  1. Que legal ter virado um favorito seu a ponto de ir para a estante. Um dia ainda terei uma estante bem organizada assim com os meus livros favoritos expostos.
    Quanto ao livro:
    não sou muito chegado em romances de época, e seus clichês, o máximo que leio são os da Jane Austen às vezes mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Feh!

    Ainda não li nenhum dos romances de época da Arqueiro... tenho vontade pois todas as resenhas que leio falam super bem!
    Adorei sua resenha! Espero que eu tenha a oportunidade de ler!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana,
    Gostei muito da sua resenha mas não sou muito fã de romances em geral. Tenho lido muitas resenhas dos livros da Mary Balough e da Julia Quinn e sempre são positivas, estou pensando em da uma chance para uma das duas.

    Jéssica
    www.coracaoleitor.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda tenho raiva de mim por numva ter lido nenhum dos romances históricos publicados pela arqueiro... Esse vai ser mais um para entrar na minha lista gigantesca.
    Não conhecia a história e fico super feliz que nele o casal se passe por aquele conhecimento entre ambos e não é aquele amor instantâneo jaiahauhauaaha

    E eu também amo um clichê, fazer o que? E concordo com você que cada um tem o seu conteúdo único ali..

    Bjoo ótima resenha!

    ResponderExcluir
  5. Oii, Adoro romances de época, me faz pensar que nasci um tempo errado kkkkk
    Fiquei muito interessada, com certeza vou procurar ler.. Já adicionei na minha lista ;)

    Beijos ;*
    LivreandoFacebook

    ResponderExcluir
  6. Essa história me lembrou muito os livros da editora Harlequin, inclusive li um em que a trama consistia basicamente nessa premissa. Fora isso, achei o livro bem interessante. Apesar de romance não ser meu gênero preferido, os de época me deixam um tanto curiosa, e esse, particularmente, me parece bastante complexo. O romance não é tão óbvio, por tudo que acontece aos personagens, e eu gosto disso, quando as coisas evoluem aos poucos.

    ResponderExcluir
  7. ola tudo bem?

    Fiquei tão entusiasmada e anciosa para ver o final da historia, me surpreendeu muito , acho que daria um belo filme.
    http://clubedabelezaemaquiagem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Sempre acho que os clichês não são problemas, desde que os autores saibam desenvolve-los bem. Pelo que vi, além de saber desenvolver, a autora ainda conseguiu criar uma ambientação bem fiel e encantadora. Enfim, acho que vale a pena dar uma conferida nele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Nao gosto de romance de epoca e apesar da historia ser bastante interessante, infelismente nao irei lelo!

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li nada do segmento de romance histórico da arqueiro, mas uma amiga minha muito próxima que começou a ler livros do tema, me indicou justamente esse. Olha, tô achando que vou deixar a Julia Quinn de lado e começar com esse, viu? Culpa sua, ou melhor, em parte sua. :P




    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Comecei a gostar de romances históricos com a Julia Quinn ♥ Estou doida para ler esse livro, sempre vejo os leitores e blogueiros elogiando, e favoritando...haha' Estou bastante curiosa para conhecer esse casal ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana!
    Ta ai, romance de época, uma espécie de livro que eu não curto. Apesar das belas resenhas em cima dos livros da Julia, não tenho motivação a conhecer. Acho o publico bem fechado, então, num sei se é uma visão boba de machismo ou realmente uma visão mais voltada a mulher, eu pessoalmente, não leria.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  13. Amei esse livro, curto muito romances históricos esse é ótimo, estou ansiosa em ler os próximos livros dessa série que venham os outros irmãos Bedwyns.

    ResponderExcluir
  14. Estou com a sensação que já comentei essa resenhas, mas vamos lá.
    Eu sou louca para ler os livros da Julia e saber que ela vai estar na bienal me deixa doidinha para ir.
    Sua resenha e depois dessa resenha, quero ler o quanto antes

    Beijos
    wwe.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  15. Não comprei por jurar que era o livro não é o primeiro. Fiquei tão encantada com a sinopse. Estou adorando essa nova fase da Arqueiro.

    Bjoos
    http://leiturarecomendada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ana!
    Esse livro dividiu opiniões. Já o adicione, retirei, adicionei e agora o mantenho na minha estante no Skoob (rs). Diferente de você, flor, não sou fã de romances históricos. Mas parece que esse vale muito a pena e quero me tornar mais familiarizada com o gênero (rs). Adoro quando o romance acontece aos poucos, quando é bem construído e não ocorre de repente. Essa foi a crítica que mais gostei da sua parte! Então, espero um dia lê-lo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Gostei de saber que os sentimentos entre os protagonistas vão se fortalecendo aos poucos, assim não fica aquela coisa maluca de amor a primeira vista, Adorei a premissa desse livro já estou com ele no kobo para ler. Uma história bem construída e com um amor verdadeiro baseado na convivência e afinidades. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Ana, concordo com você, esse livro é daqueles que tem direito a espaço especial em nossas estantes. Adorei sua resenha e quando a li fui ficando com vontade de reler o livro, e ainda mais ansiosa pelo segundo volume da série, adoro romances de época, a autora tem meu respeito.
    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  19. Oi Ana, tudo bem?
    Não sou tão apaixonada por romances históricos quanto você, mas admito que os detalhes de época chamam minha atenção.
    Não lembro de ter lido muitos livros neste estilo, mas este em particular chamou minha atenção. Vou ver se dou um jeito de incluí-lo na minha meta de leitura deste ano :D

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Awn amei a resenha *-* adoro romances de epoca , e esse parece ser lindo! fiquei louca pra ler *-* ja coloquei na minha lista o/

    ResponderExcluir
  21. Oi Ana, eu simplesmente amo-adoro romances de época... a Arqueiro terá minha eterna gratidão por publicá-los aqui... Sou muito fã do trabalho da Mary e essa série é fabulosa... Esse é um livro bem desenvolvido, com personagens cativantes e que vai nos conquistando a cada página lida..eu simplismente amei a série..agora, desejo tê-lo na minha estante.
    bjs e parabéns pela resenha, vc arrasou..

    ResponderExcluir
  22. Por mais que a história de Aidan e Eve me pareça bem construída, romances de época simplesmente não me atraem. Não é preconceito ou algo parecido é simplesmente por não gostar mesmo.

    Mas em todo o caso fico feliz que a leitura tenha sido prazerosa para você.

    P.S. O que é está imagem no fim da postagem? hehehe

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz

    ResponderExcluir
  23. Oi Ana Paula,
    Eu particularmente gosto de romances históricos, pelo fato de que adoro História, então normalmente presto atenção a tudo o que marca os contextos históricos, vestimenta, sociedade, comportamento e fatos. Eu já li algumas resenhas deste livro e fiquei curioso, e por gosta de romance histórico vou fazer o possível para adquirir e ler.
    um bj.

    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi Ana, tudo bem?

    Nossa, eu também adoro livros de época *-* E eu adorei Ligeiramente porque me lembrou Jane Austen com essa linguagem também de época e tudo o mais. Quero continuar na série e espero que a Arqueiro lance os livros em breve

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Eu adoro livros de época.
    São histórias muito interessantes e que prende o leitor. E pelo que vi esse livro é a mesma coisa.
    Eu adorei a sua resenha. Eu já tenho o livro, mas não li.
    Tomara que eu goste que nem você.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Não sou a maior fã de romances não, mas histórias de época me interessam muito, é tudo tão diferente e tudo mais, gosto bastante.
    Quem sabe eu não leia e goste né hahahahaha
    Adorei a resenha!
    Beijão,

    http://www.thousandlivestolive.com/

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D