Resenha - Proibido

CEDIDA EM PARCERIA COM A EDITORA VALENTINA

Edição: 1
Editora: Editora Valentina
ISBN: 9788565859363
Ano: 2014
Páginas: 304
Tradutor: Heloísa Leal
Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Mas será que o mundo receberá de braços abertos aqueles que ousaram violar um de seus mais arraigados tabus? E você, receberia? Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.


Na minha retrospectiva literária de 2014 Proibido foi eleito o livro do ano. Ele nos apresenta Maya e Lochan, dois irmãos que vivem um relacionamento intenso. Eles fazem parte de uma família complicada, ao todo são em cinco irmãos e moram com a mãe, uma mulher completamente bêbada, sem a mínima condição de cuidar dos filhos, irresponsável e pensa somente em si, sua contribuição pra família é o cheque que paga as contas, ela não para em casa e só fica atrás do namorado. 

Lochan e Maya são os irmãos mais velhos da família, ele faz o papel de pai dos outros irmãos, sempre protegendo e resolvendo o problema de todos. Os irmãos vivem com medo constante de que a qualquer momento o Conselho tutelar apareça e leve a todos para um abrigo, em face disso vivem de forma de discreta, tentando não chamar a atenção dos vizinhos e dos professores e diretores da escola. Tanto que sempre quando acontece um problema, Lochan ou Maya logo aparecem para tentar controlar a situação.

Com essa relação complicada de se porem no papel de pais dos seus irmãos, eles acabam descobrindo um sentimento que estava guardando a muito tempo e apesar de tentarem evitar a todo custo, eles acabam entregando a um amor proibido.

Como eu disse anteriormente, esse foi minha escolha para o melhor livro de 2014, Proibido aborda muitas questões polêmicas, como o abandono afetivo e principalmente o incesto. Sempre fui contra a livros que abordem esse tipo de romance, comecei a leitura super receosa de que não fosse conseguir prosseguir com a leitura, prometi não me apaixonar pelo casal, mas isso tornou-se impossível. A situação do casal chega a ser deprimente, é inegável que ambos sofrem muito pela situação em que estão e o sentimento predominante pelo casal é de pena. Ver a situação em que eles estão é lastimável, impossível não sentir compaixão, orque eles sabem que é errado, eles se culpam por tudo, mas não é um fogo de palha, não é uma atração, é amor de verdade, e você vai perceber que tudo surgiu ainda na infância. 

Proibido é um livro que me despedaçou, me quebrou em milhões de pedaços, o livro já tinha terminado e eu ainda estava me debulhando em lágrimas. O final é totalmente previsível, mas eu ainda não queria acreditar que isso iria realmente acontecer, passei a leitura toda tentando encontrar um modo de deixar os irmãos juntos, esperando que a autora aparece com uma solução para tudo. Esse é um livro que fala sobre dor, que aborda o sofrimento de uma forma unica, ele fala sobre a família, mas principalmente sobre o amor, de como ele pode surgir de onde menos imaginamos, e que há certas coisas que não podemos controlar. 

Só tenho a elogiar a escrita da Tabitha, seu livro é uma obra prima, uma história singular capaz de mexer com qualquer leitor, você não precisa concordar com romance, ler Proibido não te faz aprovar o incesto, mas te faz compreender as circunstancias em que tudo acontece. Peço que antes de começar essa leitura, você possa seus preconceitos e julgamentos na mesa, comece a leitura sem pensar em nada e sem julgar. Você perceberá que é capaz de acreditar no impossível.


41 comentários

  1. Vejo muita gente comentar sobre esse livro.. Fiquei muito interessada mesmo sendo esse tipo de tema e ainda mais pq vc disse que faz compreender as circunstâncias. Pretendo ler em breve!

    Beijos ;*
    LivreandoFacebook

    ResponderExcluir
  2. Oi Feh!

    Mulher, quero demais ler este livro! Consegui trocá-lo no skoob e estou esperando ansiosamente chegar! *o*

    Adorei tua resenha, sério! Só me deixou mais doida pelo livro!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Eu quase ganhei esse livro de presente de Natal, queria tanto ler ): O enredo me chamou muita atenção, e eu queria muito conhecer a história, mas o amigo secreto da minha família deu errado e eu acabei não ganhando o livro. ><"

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Também achei que foi o melhor de 2014. Vc acho o final previsível? Nunca imaginei que aconteceria aquilo. Eu indico esse livro pra todos ele estilhaçou meu coração tbm mas eu amo.
    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Meus livros são na maioria fantasia, distopia e sobrenatural, mas eu estou querendo ampliare meus horizontes e ouvi maravilhas desse livro, pretendo começar por ele.

    BEIJOSsss....

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ainda fico com receio de ler este livro, e já adiantando não é por causa do conteúdo, mas porquê sei que vou ficar em uma ressaca literária profunda.
    E como sou super emotiva e choro por simples coisas no livro eu não sei o que aconteceria se eu lesse este D':

    Infelizmente já sei o final, mas daqui um booom tempo pretendo comprá lo e finalmente ler.

    ResponderExcluir
  7. Oi Fê
    Mais uma ótima resenha para este livro. E por isso estou ficando cada vez mais e mais curiosa para conhecer mais a fundo a trama. Sei que é um tema complicado e gosto deles, por isso me curiosidade

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Fernanda!
    Eu só leio comentários positivos sobre o livro e antes de ele chegar no Brasil já estava curiosa, principalmente depois de um vídeo que assisti da autora. O tema tratado é bem pesado, vou começar a leitura sem preconceitos e imagino que vou me emocionar tanto quanto você...
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Quando vi todo o estardalhaço em torno desse livro, já fiquei com um pé atrás, pois, por se tratar de um tema bastante polêmico, já tinha meio que minha opinião super formada por esse assunto. Inclusive acho quase impossível mudar de opinião. Mas, depois que vi todas as resenhas falando que torceram para o casal, já comecei a desconfiar um pouco. A condução da autora deve ter sido muito boa para tal. Então, quero muito ler e ver qual será minha reação.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Oi Feh!
    Muita gente fala excelentemente bem desse livro, e quem efetua a leitura, tem essa mesma visão sua, do complemento que a autora parece ter dado a obra. Eu pessoalmente não me aventuraria no romance. Não sei se é uma visão preconceituosa minha, talvez seja, mas acho que não teria estômago para ler um romance entre dois irmãos. Desisti de GOT exatamente por esse motivo (ou foi um dos motivos). Acho que todo romance tem seus limites, ou talvez eu ainda tenha os meus. Quem sabe um dia. Mas por hora, Proibido passa longe de obras que quero ler.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  11. to vivendo uma paixão platônica com esse livro. toda, loca pra ler mas toda vez que vou ler alguém pede, agora ta todo mundo me contando a historia e eu tenho o livro e ainda não li, mas com certeza é lindo.

    BEIJOSsss,,

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Fe, agora vc me deixou com a maior vontade da vida de ler esse livro! Como assim? Eu quero ele para ontem! Eu também fico meio assim quando o livro fala de incesto, mas outro dia eu assisti à um filme que me lembrou um pouco essa história - os irmãos mais velhos começavam a atuar como pai e mãe e, por conta disso, acabavam se deixando levar pelo amor que tinham um pelo outro, permitindo-se ficarem juntos. E o filme me chamou muito a atenção - justamente por quebrar aquele tabu e não ficar parecendo uma coisa tão errada quando se tratava deles.
    Espero ler logo o livro!
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  13. Relembrei a leitura durante sua resenha... foi um livro tão emocionante que eu escrevo com uma cara de dor. É uma coisa tão delicada e que ela consegue colocar tão bem os personagens. Faz a gente refletir sobre o certo e errado. Fiquei meia tensa quando soube do assunto. Mas depois de ler, vi que era tão sensível e nossa..
    Lágrimas e lágrimas... despedaçou-me também.
    Beijos Fernanda

    ResponderExcluir
  14. Nossa esse livro parece ser lindo...fiquei com muita vontade de ler ele, de ter ele e de amar ele...rsrs
    Amei sua resenha, ainda não conhecia o livro,mas com sua resenha me deu muita vontade de tê-lo...
    Bjss!!


    http://stylishsgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, como vai?
    Antes de mais nada, gostaria de parabenizá-la pela resenha sensacional. Então, Parabéns! haha
    Não sou fã de romances e poucos me cativam, mas pela sua resenhas 'Proibido' me instigou bastante. Tenho uma mente bem aberta e livros que abrem tabus e fogem do 'comum' me encantam. Assim que tiver um tempo procurarei esse livro para ler.

    Um beijo,
    http://garotaezine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Fernanda, tudo bom?
    Já tinha ouvido falar desse livro e me interessei bastante, gosto de livros que tratam a questao da negligência. Já vi livros que abordam a questao do incesto entre pais e filhos, mas nunca com irmãos, por isso fiquei muito curiosa! Já está na minha listinha.
    Beijos
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Fernanda, tudo bom?
    Já tinha ouvido falar desse livro e me interessei bastante, gosto de livros que tratam a questao da negligência. Já vi livros que abordam a questao do incesto entre pais e filhos, mas nunca com irmãos, por isso fiquei muito curiosa! Já está na minha listinha.
    Beijos
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
  18. Aaah eu não me aguento de curiosidade! Não li uma resenha negativa desse livro até agora, mas não tenho coragem de pegá-lo. Estou morrendo de medo de me apaixonar pela história e aí ela acaba, ou então de ficar com ressaca literária. OMG leio/não leio *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Aí está um livro que tá me dando urticária de tanto desejo de lê-lo..rsrsr.. o ano passado só li críticas positivas e recomendadíssimas sobre ele... E pelo que li agora em sua resenha, a urticária aumentou...rsrs.. Com certeza, será um livro denso, sensível e profundo e sei que vou apreciar muito...

    bjs e parabéns pela resenha.

    PS: estou aceitando de presente de aniversário antecipado.. :D

    ResponderExcluir
  20. Eu mooorro de vontade de ler esse livro desde o lançamento dele. Achei muito ousado a autora escrever um livro com esse assunto, mas um ousado bom! Não tenho irmãos então não sei se eu sou a favor ou contra, nunca vi uma situação dessas perto de mim também, mas eu quero ler esse livro e então poder "escolher um lado"

    ResponderExcluir
  21. De tanto ver pessoas apaixonadas por esse livro to ficando com vontade de ler *O* parece ser realmente muito boom!! Ele ja tinha entrado na minha lista quando foi eleito como livro do ano na retrospectiva, depois dessa resenha então, preciso ler *O*

    ResponderExcluir
  22. Olá... tudo bem??

    Eu li este livro e ele me marcou... me trouxe uma mensagem e um belo momento de reflexão... terminei o livro em lágrimas, ele mexeu muito com a minha maneira de ver as coisas... mexeu com a minha relação com a minha filha... e me fez enxergar... que as coisas acontecem e algumas vezes foge de nosso controle... Maya e Lochan foram exemplo disso... assumiram papéis que não eram deles... e tentavam de tudo para ficarem unidos com os irmãos mais novos... isso me deu uma dor no coração sabe... que mãe irresponsável... e infelizmente tem muitas assim por ai... Thabita soube desenvolver um enredo bem elaborado que me manteve presa do inicio ao fim... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Feh,

    Isso livro me despedaçou, nunca imaginei que iria me sentir assim com uma leitura. Ele fez com que eu brigasse com boa parte das minhas convicções, ele fez com que eu sentisse os mais complexos sentimentos, e como você ele foi eleito o melhor livro de 2014 lido por mim.
    Devastador e perfeito!

    Oi Debora,

    Tive a oportunidade de ler o livro, porém pela falta de tempo acabei delegando a leitura. Só leio resenhas positivas sobre esse livro, ele parece ser fofo, daqueles livros que nos fazem suspirar.

    Abraços quentinhos!

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir
  24. oi, tudo bem?
    Proibido também foi meu favorito de 2014, e um dos melhores livros que já li na vida. Realmente, é impossível não se envolver com a história, e não se apaixonar pelo casal. Virei fã da autora, porque ela conseguiu me fazer chorar, emocionar e torcer por um tipo de casal que sempre causa rejeição e polêmica. Eu também me peguei torcendo pelos dois, e desejando que o final não fosse aquele que imaginava, mas, que como você disse, era o previsível.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Ei Fernandaa!!
    Uauuu que livroo promissor, n sabia que proibido tinha um tema central assim tão polêmico!!
    Fiqueii mega curiosa p conhecer agora!!
    Se soubesse do tema sem ler sua resenha tb ficaria c receio, mas parece q o livro é mega perfeito né? Preciso ler o seu melhor do ano rsrsrsrsr!

    Bjos!!
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  26. MEEEEEU DEUS, preciso de mais horas no meu dia – e que não sejam dedicados ao trabalho, por favor! Quero muito ler esse livro, mas parece que sempre algo me impede… :O Eu o tinha como meta literária de janeiro, mas não dei conta de lê-lo. Então, quando chegou o momento de pegá-lo – finalmente –, recebi DOIS livros de Book Tours. Estou terminando a leitura do segundo livro, flor, e ENTÃO conhecerei essa OBRA PRIMA que mencionou! Parece que vou me despedaçar também com essa história. Tive medo quando mencionou a previsibilidade do final do livro, mas notei que mesmo sempre previsível se mantém angustiante e cativante. Por isso, quero muito lê-lo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. realmente, acho que a história desse livro é linda, sendo incesto ou não, quando li pude ver um mensagem, é um bom livro, no começo realmente achei estranho, mas deixei meus "valores" de lado e dei uma chance para a leitura
    http://muchdreamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Querida Fefa

    você sabe o que eu achei desse livro: nada demais. O casal não me impressionou e, mew, na boa, descobri o que ia acontecer no final desde antes da metade do livro. Reconheço que a autora foi super #ozada =P em fazer esse livro e o tema abordado é bem denso. Mas fico me perguntando: eles se apaixonariam se os pais não fossem ausentes? Eu acho que não.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  29. Ah Fê que resenha linda!!! ^^
    Desde o ano passado que estou querendo ler esse livro, como você falou tenho receio do que posso vir a sentir quando iniciar a leitura. Sua resenha foi super emotiva, dá pra perceber que mexeu bastante com você, e adoro isso no fato de ler.

    Preciso correr e comprar logo o meu e acabar com essa agonia!
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  30. Oi Fefa quero muito ler esse livro, a blogsfera comentou muito a respeito e discussões foram feitas a respeito do tema central incesto! Esse tema ainda causa um pouco de repudio pelas pessoas o que acaba discriminando o livro. Eu ainda não li e quero em breve conhecer essa história e tirar minhas próprias conclusões!
    Bjkas
    Dani Casquet - Livros, a Janela da imaginação

    ResponderExcluir
  31. Esse livro ainda me arranca lágrimas e suspiros, mas não foi esse o maior proveito que tirei, o maior "legado" que esse livro me deixou foi a reflexão.
    Depois de ler "Proibido", percebi que proibido deve ser só o nosso preconceito. Isso não se remete apenas ao incesto, não acho que essa foi a maior mensagem. Além de transmitir a negligência em alguns lares ditos "normais", a capacidade que temos de sermos altruístas ou maldosos, a autora nos deu um alerta, ela nos mostrou que não importa quem somos, tipo sanguíneo, cor, raça, país, religião ou time, todos somos seres humanos, todos nós temos o direito de amar, mesmo que esse amor esteja condenado por uma sociedade hipócrita e "julgadora".
    Simplesmente não consigo condenar as formas de demonstração de afeto.
    As circunstâncias podem ter os levado a tal, pois, de fato, nunca puderam agir como irmãos, mas não é essa a questão, o fato de um amor tão puro ser condenado por padrões tão impuros, isso é o que deve ser levado em conta.

    http://leitordameianoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Ainda não li esse livro, mas estou desesperada para comprar e ler logo, li inúmeras resenhas dele e muitas foram só elogios, mas confesso que o meu anseio todo para ler o livro é por causa do tema polemico tratado nele.

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  33. Ouvir muito sobre esse livro, gosto muito do tema e da historia e a capa e maravilhosa, mais nao sei se pretendo ler, esse livro nao me atraiu muito..

    ResponderExcluir
  34. Oie, tudo bom?
    Todos que leem esse livro tem um depoimento parecido com o seu. A narrativa deve ser realmente emocionante e impactante. Confesso que quando ele foi lançado eu tinha dúvidas sobre a obra e um certo preconceito. Porém, agora vejo a obra com outros olhos e estou bem ansiosa para ler. Imagino como seja o desfecho, mas acredito que a autora teve a capacidade de angariar leitores e seguidores dessa obra com uma narrativa coerente e tocante.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Esse livro é muito polêmico, apesar de falarem que é ótimo, não é o estilo que eu leria, por ser um drama. Ainda mais depois que soube o que acontece no final e não estou nem um pouco a fim de ficar depressiva chorando, mas recomendo pra quem ama drama.

    ResponderExcluir
  36. Fernanda!
    O livro foi escolhido para muitos no ano passado.
    Pelo visto é um livro bem controverso e que nos faz questionar a forma como encaramos o verdadeiro amor!!
    Nossa sociedade ocidental é bem tradicionalista e recrimina o 'incesto', porém outras culturas, inclusive em outros séculos, não tratavam o amor parental como algo errado.
    Não tenho preconceito e gostaria demais de poder apreciar a leitura desse livro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  37. Eu ja tinha visto esse livro em varios blogs mas nunca tinha parado para ler a resenha ou a sinopse, nao imaginava que falava sobre incesto e uma familia tao desestruturada. Eu fico imaginando como o livro é triste e angustiante de ler, se afeiçoar e entender o amor dos irmaos mesmo sendo um tabu enorme

    ResponderExcluir
  38. Eu sou apaixonada por livros que trazem assuntos polêmicos, que nos fazem pensar e quebrar tabus antigos. A trama desse livro me chama muito a atenção, não só pelo foco nos irmãos, mas também por todas as outras apostas centrais trazidas pela autora. Acho que elas se encaixam perfeitamente, e isso faz a narrativa fluir demais. Entendo sua eleição de Proibido como o livro do ano, muito bom saber que posso esperar uma leitura emocionante e comovente.

    ResponderExcluir
  39. Eu não consegui ter a coragem necessária para ler este livro.
    Sou contra incesto e não conseguiria ler sem pensar nisso... acho que se eu nunca tivesse lido nada sobre ele, mas impossível, né!!
    O que me deixou intrigada foi o fato da mãe ser bêbada, mas ainda assim conseguir sustentar a família financeiramente... seria pior se os irmãos tivessem que fazer isso tb...
    Bem, eu fico pensando como o amor entre os irmãos aconteceu... quando tu sabe, vive com teus irmãos é mais difícil nutrir um sentimento que não seja amor fraternal.
    Pelo que percebi a autora cria um cenário diferente para que este amor seja possível e talvez "aceito".

    ResponderExcluir
  40. Olá!
    Sempre que vejo esse livro fico louca para ler. Vi várias resenhas positivas sobre ele.
    O livro parece ser bem intenso e que prende o leitor do começo ao fim.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Olá!

    Sua resenha só me deixou mais curiosa para conferir a leitura de "Proibido". Acho a capa dele super linda a proposta incrível. Com toda certeza, irei chorar tanto quanto você lsjdks

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D