Resenha: Ligeiramente Maliciosos - Os Bedwyn # 02 - Mary Balogh

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 8580413931
Ano: 2015
Páginas: 288
Tradutor: Ana Rodrigues
Sinopse: Ligeiramente Maliciosos - Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.
Resenha por Fernanda Faria

Ligeiramente Maliciosos vai contar a história de Judith Law, filha de um pastor que vê se pai começar entrar em ruinas, graças ao irmão de Judith que ao invés de se dedicar aos estudos, gasta todo o dinheiro da família em farras e apostas. Para aliviar um pouco a barra da família, ela é convidada para morar com uma tia e sua avó. Mas ela sabe que sua tia só a quer com uma espécie de cuidadora. Partindo para sua nova vida ela acaba conhecendo Ralf Bedard quando a diligência em que estava sobre um acidente ele acaba oferendo ajuda a moça até a cidade mais próxima.

Judith começa a pensar no seu futuro nada promissor e resolver se envolver com o lindo jovem que cai de bandeja em suas mãos. Para entrar completamente na aventura ela assume uma nova identidade, a de Claire Campbell e diz ser uma atriz independente. Eles vivem dias avassaladores, uma paixão sufocante. Até que chega o dia de partir e ela teme que sua farsa seja descoberta, então no primeiro raiar da manhã, ela mete o pé e deixa Ralf sozinho.

O que ela não esperava é que ao chegar na casa de sua tia, ela iria se deparar com Ralf, que na verdade é o Lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, e que por sinal é um pretende de sua prima. É agora que as coisas começam a complicar e Judith terá que tomar decisões importantes.

Acho que só essa semana essa deve ser a terceira resenha do blog que envolve o gênero romance de época. Como devem ter percebido eu sou realmente apaixonada por histórias assim e Mary Balogh é um das minhas autoras prediletas, eu amo a linguagem rebuscada que ela usa, é como se eu entrasse de cabeça no romance. E o fato de que seus enredos realmente tem uma história de verdade é o que mais me fascina.

A narrativa de Mary Balogh é maravilhosa, torna a história leve e rápida, bem gostosa de se ler. Ela introduz elementos bem detalhados referente a época em que se passa o enredo, tudo é mostrado nos mínimos pormenores o que torna o livro uma obra única.

Gostei bastante da personagem Judith, ela se mostra uma jovem audaciosa para os padrões da época, mas que sempre viveu escondida devido aos mandos do pai, um pasto fervoroso. Desde criança os pais diziam que ela não era bonita e que seus cabelos de fogo eram escandalosos demais para serem exibidos e o pior é que ela realmente acredita que não é bonita, quando na verdade é linda demais para ser descrita. Ao longo do enredo você percebe que todos os personagens do livro ficam encantados ou incomodados com tamanha beleza e a história gira principalmente em torno disso, porque toda essa beleza vai desencadear muita inveja e cobiça.

Rannulf já tinha me chamado atenção desde o livro anterior e estava bem curiosa para conhecer um pouco mais dele. Fiquei encantada com todo o charme do personagem e sua personalidade aventureira e inspiradora, o jeito como ele apreciava Judith era emocionante. Ainda que ele tenha um começo bem mal humorado, nada apaga a essência desse cara. A paixão entre eles é tão forte que parece que vai pular pra fora do livro.

Ainda que tenha amado o primeiro livro da série, essa continuação conseguiu me deixar ainda mais apaixonada pelo trabalho da autora. Adoro que ela não esqueça de colocar uma pitadinha de aventura para dar um clímax no livro. Esse é repleto delas e tenho certeza que você vai se envolver tanto quanto eu.

Estou nervosa para conhecer a história do duque de Bewcastle, ainda não pesquisei, mas poderia apostar que o livro dele será o último da série. É isso galera. Alguém já leu esse livro? Gostaram assim como eu?


6 comentários

  1. Oi Feh!!!

    Awwww.... como eu quero! *o* kkkkk
    Adorei a resenha e amo as capas desses romances da Arqueiro, são maravilhosas!!!!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Oi FEE tudo bom?
    Morrendo de saudadesss vamos marcar nosso outback pelo amor!!
    Eu ainda nao li nenhum dos dois livros dessa serie e faz tempo que eu nao leio nenhum romance mas fiquei super curiosa
    Sempre gosto quando o romance nao é apenas um romance e é bem estruturado sabe? Ainda mais quando é romance de época e tem toda a ambientação.
    Gostei da capa também por incrível que pareça hahaha
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Awn necessito desse livro *u* ja coloquei na lista! Vou ler assim que puder *-* e essas capas, como são lindas *-*

    ResponderExcluir
  4. pode surtar agora ou daqui a pouco?
    sou apaixonada por estes romances de época e ja faz um tempo que acompanho o trabalho da Mary no face, com as multiplas divulgações! Estou conhecendo uma nova forma de escrever romance de época que esta me encantando! Mary tem um jeito especial de escrever
    ja apaixonada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro essa série, já li 3 livros dessa autora e gostei muito, então fiquei muito feliz quando a arqueiro resolveu lançar essa série, amei as capas e amo esses Bedwyns assim como Os Bridgertons
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oiii....

    Uau.... Que resenha é essa.... O que dizer? "Que eu quero esse livro!"... "Que capa linda!!!" Vou tentar adquirir em breve....

    Super beijo...

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D