Resenha - O milagre - Nicholas Sparks


Edição: 2
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414011
Ano: 2015
Páginas: 288

Sinopse - O Milagre - Jeremy Marsh é um jornalista cético que dedica a vida a investigar e desmentir fenômenos sobrenaturais. Ele está no auge do sucesso, prestes a ir trabalhar na TV, quando recebe uma carta curiosa. Nela, uma senhora relata a ocorrência de luzes estranhas e fantasmagóricas no cemitério de Boone Creek, uma pequena cidade na Carolina do Norte. Farejando uma boa história, Jeremy sai de Nova York e vai passar uma semana lá.
Quando começa suas investigações, ele conhece a obstinada Lexie Darnell. Responsável pela biblioteca local, ela está determinada a proteger as pessoas e a cidade que tanto ama - e nem um pouco disposta a confiar no forasteiro. Depois de sofrer pelo término de dois relacionamentos, ela tem duas certezas: a primeira é de que seu lugar é em Boone Creek, e a segunda é de que não se pode acreditar num homem tão sedutor quanto Jeremy. O que ela não imagina é que o jornalista também tem suas feridas. Ele nunca conseguiu superar completamente a dor de seu casamento desfeito e a frustração de saber que jamais poderá ser pai. Enquanto tenta descobrir a verdade por trás das luzes do cemitério, Jeremy tem que desvendar também os próprios sentimentos e se vê diante de escolhas muito difíceis, entre elas a de voltar para a vida que conhece em Nova York ou fazer algo completamente novo: acreditar. O milagre é um romance que explora os maiores mistérios de todos: os do coração


O milagre era um dos poucos livros do Nicholas Sparks que eu ainda não tinha lido, sempre gosto muito dos livro dele e não me importo que as pessoas digam que suas histórias são clichês, porque eu sempre consigo encontrar um diferencial em cada história e sempre me emociono como se ainda fosse o primeiro livro que eu lesse dele. 

Nesse livro conhecemos a história de Jeremy Marsh um jornalista de Nova York que dedica seus dias a investigar fatos sobrenaturais, paranormais e é isso que o fez se tornar tão famoso. Em razão disso, ele recebe uma carta bem curiosa de uma senhora chamada Doroty, relatando fenômenos estranhos que vem acontecendo no cemitério da cidade de Boone Creek. Com isso em mente Jeremy parte uma viagem bem diferente. 

Ao chegar na cidade e na busca de mais informações, ele conhece a bibliotecária da cidade, Lexie Darnell que não confia nem um pouco nele. Lexie é uma daquelas pessoas que já sofreu muito no quesito relacionamentos, ela sabe que seu lugar é em Boone Creek e sabe que não deve confiar em homens sedutores e envolventes como Jeremy e tanta evitar a qualquer custo que ele consiga entrar no seu coração, mas seus esforços parecem não ser muito eficientes. Jeremy fica encantado pela beleza de Lexie e atraído pela sua inteligência, sua língua afiada e sua teimosia. Eles começam a descobrir juntos sobre as antigas histórias da cidade e investigar o mistério de cemitério.

O milagre é mais um daqueles livros gostosos de ler, com o romance delicado como só o Nicholas sabe criar. Eu gosto como o Nicholas sempre cria umas histórias diferentes, mas que no fim sempre possuem o mesmo foco, que é o romance, a fé, a família a amizade. Nesse caso o enredo começa com a investigação do mistério, mas acaba que isso não se torna o ponto principal, é obvio que o Nick não esquece a investigação, o mistério esta sempre presente, mas na minha opinião o romance ganhou o livro, era tudo tão envolvente que tomou completamente as páginas do livro.













"O amor podia ser ativado depressa, mas o verdadeiro amor precisava de tempo para se transformar em algo forte e permanente. "
Jeremy é um mocinho muito encantador, que apesar de estar bem por fora, por dentro sofre com alguns problemas do passado, como o casamento desfeito, o que eu mais gosto dele é o fato dele ser bem persistente.  Lexie tem a característica que eu mais gosto nos personagens, teimosia. Eu sempre acho isso muito irritante, mas gosto de personagens que me deixam irritada, acho que é isso que faz com que eles se tornem marcantes. Os personagens secundários também são muito legais, como a Doroty que é avó da Lexie e muito fofa.

Acredito que o livro só não ganhe cinco estrelas pelo começo que foi beeeeeeeeeeeeem lento, eu até tinha pensado em dar uma parada na leitura, mas ainda bem que não fiz isso, porque o restante não me decepcionou em nada, muito pelo contrário. É obvio que não é o melhor livro do Nicholas Sparks, mas não fica nada atrás. O enredo como de praxe se passa na Carolina do Norte ;)

Essa edição da Arqueiro ficou linda, adorei a nova capa e gosto muito do capricho que a editora tem com os livros no Nicholas Sparks, o autor merece. O Milagre esta mais do que recomendado, quem ainda não leu nada do Sparks não sabe o que esta perdendo.

“– Acabei de dizer. Você é o meu milagre.
– Estou falando sobre milagres de verdade. Quando acontece algo que você nunca acreditou ser possível.”



8 comentários

  1. Eu acho as historias do nicholas bem legais.. Apesar de ser bem repetitivas,mas mesmo assim eu gostei do livro de como vc falou dele...
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Feh!

    Fã do tio Sparks aqui ó! kkkkk
    Ainda não tenho este livro, estou esperando chegar! Quero demais lê-lo!
    Ótima resenha! Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Eu já havia visto muitos elogios sobre esse livro, por outro lado também já ouvi comentários de leitores que não simpatizaram com ele, mas como você disse, esse não é o melhor livro de Sparks. Eu não me interessei muito quando li a sinopse, mas depois dessa resenha daria uma chance já que as narrativas de Sparks são sempre muito cativantes.
    Bjs Nanda!!

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não sou muito fã do Nicholas Sparks, mas talvez eu tenha eu de uma chance com esse.... Quase sempre se passa na Carolina do Norte, né? A parte da introdução nem me afeta muito, pois estou acostumada com as introduções de livros que não sao tão boas assim mas que o livro não deixa a desejar. Enfim, ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  5. Acho que do Nicholas Sparks, só li "Diário de uma paixão" e "Um amor pra recordar" e lembro ate hoje do quão emocionante foram essas leituras. Os livros podem ate ter premissas semelhantes, mas acho que cada um passa uma mensagem valiosa e acabam tendo uma originalidade.

    ResponderExcluir
  6. Oi Fefa :)
    Concordo com tudo o que você disse!! Quem não leu Nicholas Sparks não sabe o que está perdendo!
    Eu sou super fã dele!!!
    Eu ainda não li TODOS os livros deles, mas já li a maioria. Infelizmente O Milagre se encaixa nos do que ainda não li mas que irei ler.
    E realmente a Editora tem que caprichar bastante nas capas, porque o Nick merece <3!
    Beijos!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi! Amo os livros de Nicholas também e não me importo que digam que seja clichês porque não consigo ver isso, assim como você disse, também vejo esses quatro focos nos livros dele, mas a partir daí as histórias tomam rumos diferentes. Achei esse bem interessante, esse suspense em torno da história do cemitério é bom, mas o romance sempre será o que brilhará nas histórias desse escritor.
    Amei.

    ResponderExcluir
  8. Eu li ele em 2012, e logo no início de 2013 li À primeira vista!
    Ameeeei os dois, mas confesso que prefiro o Milagre, porque o outro né, tem um fim um tanto quanto perturbador kkkkkk
    mas achei lindo mesmo assim, é uma história bem verídica e me apaixonei pelos personagens!!!
    bjos

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D