Resenha - O conde enfeitiçado - Julia Quinn

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 8580414407
Ano: 2015
Páginas: 304
Tradutor: Claudia Guimarães


O Conde Enfeitiçado - Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton. Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele. Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz. No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo. 


Conde Rnfeitiçado é o sexto livro da série Os Bridgerton e conta história de Francesca, que acaba de se casar com John, o conde de Kilmartin. Anos se passam e Francesca acaba de se tornar viúva. Seu melhor amigo e confidente é Michael Stirling, primo de seu falecido marido, mas enquanto ela o vê somente como amigo, Michael é completamente apaixonado com ela desde o momento em que a viu, horas antes do casamento entre Francesca e John. 

Agora com o falecimento de John, Michael sente-se culpado por querer a mulher que um dia fora do primo. E para complicar ainda mais sua situação, em um momento inesperado, Francesca começa a ver ele com outros olhos e a única solução que ele vislumbra é ir embora até que tudo tenha passado um pouco. Quando retorna ele esta determinado a provar a Francesca que não há homem no nundo capaz de faze-la mais feliz do que ele. 

Acredito que eu não tenha mais como recomendar Julia Quinn, cansei de falar aos quatro ventos o quanto essa autora é sensacional, fantástica, incrível, o quanto ela sempre apresenta enredos emocionantes e originais. Amo que ela crie esses diálogos bem humorados, os personagens singulares e um enredo tão acolhedor. 



Não, esse não é o meu livro preferido da série, mas ele não dessa nada a desejar. Francesca é uma mulher muito teimosa, mais mostra o quanto ela respeita as pessoas, o quanto sempre pensa no bem de todos, a irmã que praticamente não conhecíamos, se mostra caridosa, terna, romântica e forte. Quando ela coloca algo na cabeça, não há quem tire. 

Michael é deslumbrante, assim como todos os homens que acabam caindo no universo da família Bridgerton, aprecio muito o seu jeito irreverente, suas falas sagazes e irônicas, o modo como ele trata Violet, matriarca dos Bridgerton é de fazer invejinha e soltar suspiros. 

O enredo como um todo é delicioso e desperta suspiros de tão apaixonante, mas a melhor parte é poder rever a família mais famosas dos romances de época. A narrativa de Julia Quinn mantém o mesmo padrão dos outros livro e logo nas primeiras páginas o leitor percebe que é impossível abandonar a leitura antes de conhecer o felizes para sempre. 

Quanto mais eu leio romances de época, mas eu tenho certeza que nasci no século errado. É inevitável não se apaixonar pelos bailes pomposos, pelos vestidos cheios de brilho, pelas danças, a corte, receber milhões de flores dos pretendes no dia após o baile, é tudo tão sedutor e mágico. E tudo isso torna-se ainda mais atrativo quando descrito pelas palavras habilidosas e fervorosas da Julia Quinn. 

Conheci a autora na Bienal do livro, levei meus livros para autografar e fui ao bate papo com a autora, esses fatos só fizeram com que eu tivesse cada vez mais certeza da importância que ela tem na minha lista de melhores autores. Uma mulher simples, simpática, disposta a responder as inúmeras perguntas e esclarecer todas as nossa dúvidas. Escutar a Julia falando sobre os personagens que tanto admiramos acho que só os fez tornar ainda mais real e palpável aos olhos do leitor. 



Se antes eu já ficava ansiosa com os lançamentos da série, agora eu estou a beira de um ataque de nervos, principalmente depois de saber as novidades que ainda estão por vir. O Conde enfeitiçado dispensa qualquer recomendação, mas acho que a resenha já fala por si só. 




18 comentários

  1. Oi Feh!

    Como é bom quando conhecemos autores que gostamos neh? *o* Não fui pra Bienal, mas consegui ir na sessão de autógrafos da Colleen aqui em São Paulo! Foi maravilhoso! Ela é diva! rsrsrsrsrsrs

    Ainda não li nenhum dos livros da Julia, mas só leio coisa boa sobre eles. Claro que quero lê-los um dia!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. A coleção The Bridgertons está na minha lista há tempos. Nunca consigo pegar pra começar pq são tantos que vem à frente! rsrrs... MAs tenho certeza de que é a minha cara!!!
    Luci
    Ponto de Exclamação

    ResponderExcluir
  3. eu ainda não li nada da quinn (por favor não me mate) sempre fico de começar mas são tantos livros e tantos elogios que eu não sei por onde!
    ah, quanta felicidade conseguir um autografo de uma autora, chateada pq a collen não veio p minha cidade ...

    ResponderExcluir
  4. eu gosto muuuuito desse livro, porque me senti ligada a história logo de cara, Michael e Francesca são maravilhosos e torci muito por eles
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oooi! Nossa, já li tanta resenha boa a respeito dos livros da Julia e de livros de época no geral que cada vez tenho mais vontade de ler, mas o tempo e a verba não tão me permitindo (até o fim do ano, da certo, vai que eu ganho a série toda de presente de natal? hahah). Enfim, eu aprendi a amar esse universo desde que li Perdida, e depois Orgulho e Preconceito, e, aparentemente, não deixa nada a desejar em comparação aos outros. Não vejo a hora de ler! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Também acho que nasci na época errada hahahaha
    Romances de época são as melhores leituras, sem mais!
    Que invejinha de você por ter ido ver a autora na Bienal e ainda descolar um autógrafo*-*
    Preciso criar vergonha e ler logo os livros dela!!

    Beijinhos ;*
    http://www.guardiadebibliotecas.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu sou louca pra ler os livros da Quinn, mas ainda não tive a oportunidade. Gosto muito de literatura de época e sempre vejo os leitores falando bem das obras desta autora.

    ResponderExcluir
  8. Depois de conhecê-la, fiquei com vontade de ler os livros dela, achei ela tão simpática e fofa ^_^
    Em breve lerei o 1º livro dela, e espero gostar assim como tantas gostam.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  9. Uma das escritoras de épocas q mais amo , to anciosas pra ler

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não sei o porque de não ter começado a ler essa série, eu amooooo romances de época e só ouço as meninas pirarem por esses livros.
    Sua resenha só deixa ainda mais evidente que to perdendo tempo rsrs.
    Bjos e parabéns!

    @Agda01

    ResponderExcluir
  11. Sei que a Editora Arqueiro está arrasando no quesito romance de época. Como eu não curto romance, dificilmente eu me vejo atraído pelos livros. Vejo MUITAS pessoas falando sobre essa série, mas não me vi atraído. Apesar de sua resenha ter sido bem construída, confesso que o livro não me agradou. :/

    ResponderExcluir
  12. Oi Fernanda! Mais uma resenha e me sinto um peixe fora d'água com todo mundo lendo e elogiando a Julia e eu aqui... Sobrando. Vou resolver esse problema e descobrir se também nasci no século errado.. kkkk Bjs

    ResponderExcluir
  13. Confesso que ainda não li essa série, apesar de tantos elogios e recomendações, evitei um pedaço da resenha por acreditar que continha spoilers rs Ainda não tive tanto interesse em romances de época, não lembro se já li algum. Acho que é um gênero pouco explorado, que merecia um pouco mais te atenção dos novos escritores. As histórias parecem encantadoras! A Julia deve ser um amor mesmo, todos adoram ela, até eu que nem conheço a escrita dela haha Deve ter sido muito legal conversar com ela! *-*

    ResponderExcluir
  14. nossa essa autora e top fico muito triste por não ter podido ir na bienal e conhecer ela mas ainda vou conseguir e vcs estão arrasando nas resenhas parabéns

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Eu também amo romances de época e principalmente a Julia Quinn.Por ser uma das irmãs menos falada a Francesca é a qual eu mais tenho curiosidades,além claro da história ser bem diferente das demais já que esse vai ser o seu segundo amor.E como eu queria ter ido a Bienal autografar meus livros :(.

    ResponderExcluir
  16. Oi Feh,
    Julia Quinn dispensa recomendações rsrs. Ainda não cheguei nesse livro, mas estou AMANDO essa série (também acho que nasci no século errado haha). Li algumas resenhas que não acharam esse livro o melhor da série, mas espero gostar.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  17. Eu não sou muito fã de Romance mas tenho ficado muito curioso sobre os livros da Julia Quinn, falam muito bem deles, são super recomendados.
    Já li muito elogios sobre esse sexto livro, dizem que é o melhor da serie.
    Que bom que conseguiu o autografo é sempre bom quando conseguimos o autografo de nossos autores favoritos.

    ResponderExcluir
  18. Nossa Fernanda, a cada resenha lida de qualquer livro de Julia Quinn me apaixono a cada dia mais por romances (este foi um dia o ultimo gênero a ser lido); foi justamente estas resenhas e esta autora que me apresentaram para este universo que hoje busco novas historias. Não vejo a hora de toda a serie estar completa e assim poder ter todos em minha estante e poder desfrutar de uma "tacada" só dessa leitura que tenho certeza que vou amar, eu estou mais do que ansiosa, estou com formigas pelo corpo aguardando esta serie ficar completa.
    Concordo com você a respeito de ter nascido em época errada, acho que fui tão indecisa nas minhas escolhas, que passei no ponto de nascer e vim parar neste século kkkkkkk.


    Bjsss

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D