Resenha // Noites de Tormenta - Nicholas Sparks

EDITORA Arqueiro
I.S.B.N. 9788580414653
NÚMERO DE PÁGINAS 176
IDIOMA Português
ANO DA EDIÇÃO 2015

Há três anos, Adrienne Willis perdeu as esperanças no amor quando o marido a trocou por uma mulher mais jovem. Tendo que cuidar sozinha dos três filhos adolescentes e do pai doente, ela acha que nunca será capaz de recuperar a autoestima e a vontade de viver. Por isso, quando sua amiga Jean precisa fazer uma pequena viagem e lhepede que tome conta de sua pousada, ela vê uma oportunidade paramudar de rotina. A previsão de tempestade iminente, no entanto, faz comque os próximos dias não pareçam muito promissores. Pelo menos até achegada de Paul Flanner, o único hóspede com reserva para o fim de semana prolongado. Aos 54 anos, Paul é um cirurgião bem-sucedido que enfrenta fantasmas parecidos com os de Adrienne. Nos últimos seis meses, a esposa pediu o divórcio e ele rompeu relações com o filho. Ao ver sua vida perder o rumo, Paul decidiu vender a clínica e a casa e ir à pequena cidade de Rodanthe para encerrar um doloroso capítulo de seu passado. Logo Paul e Adrienne começam a descobrir suas afinidades e a se aproximar cada vez mais. Ao longo do fim de semana, a tempestade que toma conta de Rodanthe finalmente chega ao fim, mas o que nasce entre eles ressoará pelo resto de suas vidas, entrelaçando passado e futuro e dando um novo significado às palavras amor e perda.


Mais um  livrinho do Nicholas Sparks para a minha conta. 


Noites de Tormenta conta a história de Adrienne Willis que há três anos viu sua vida começar a ir por água abaixo. O marido a trocou por uma mulher mais nova e ela teve que aprender a conciliar um novo emprego em meio período com os cuidados com os filhos e um pai doente. Ela pensou que nunca fosse capaz de superar a dor e as dificuldades, até que um dia sua amiga Jean precisa fazer uma viagem e pede que Adrienne tome conta da pousada que mantém em Rodanthe. Com uma forte tempestade chegando na região, Adrienne só precisará ficar responsável por um único hóspede, Paul Flammer. 

Paul é um cirurgião bem sucedido que aos 54 anos também passa por uma fase de turbulências, com um recente divorcio, uma relação não existente com o filho e um processo nas costas ele vê o controle de sua vida escapando por entre suas mãos. Para encerrar esse capítulo da sua vida, ele resolve vender a clínica, passar um último final de semana em Rodanthe e seguir novos caminhos. Até que Adrienne aparece em sua vida. 

Noites de Tormenta é um livro antigo do Nicholas Sparks, que foi inicalmente publicado no Brasil por outra editora, que acabou perdendo os direitos para editora Arqueiro, que fez um trabalho muito bonito com essa nova edição. Eu ainda não tinha lido a história e novamente Nicholas conseguiu me surpreender.



Essa de longe não é um seus melhores enredos, mas não tira o fato de que foi uma história emocionante e que me arrancou muitas lágrimas. Confesso que o final desse livro não foi tão surpreendente quanto alguns livros do Nicholas Sparks, mas eu me peguei desejando para que meu palpite estivesse errado. 

Além de ter uma história linda o livro também possui trechos de cartas que a personagem recebeu e eu gostei tanto desses detalhes. É um enredo consideravelmente curto, a julgar pelos outros livros do autor que sempre giram entre trezentas páginas e esse mal chega a duzentas. Uma leitura rápida, de poucas horas que é ainda mais facilidade pela narrativa gostosa de Sparks que sempre tem o dom de criar personagens mágicos. 

Acho que o que eu mais gosto nos livros do autor, é que todos eles tem um propósito, uma lição de vida e superação embutidos com o enredo. Nunca são simples histórias, são enredos, personagens, lugares que tocam nossos corações, acalentam nosso sofrimento e nos dão motivos para tentar entender pequenos e grandes problemas que por vezes passamos a vida carregando. 

Sempre vejo algumas pessoas reclamando que os livros do Sparks começaram a perder a graça, que são repetitivos, clichês ou até mesmo óbvios, mas eu nunca conseguiria concordar com isso. Cada personagem dele é único, me lembro de cada um que conheci até agora, de todas as suas dores e suas alegrias, lembro exatamente o quanto chorei por cada um deles e o quanto me deixei ser puxada para a história e acho que Sparks nunca vai perder essa característica, de me emocionar a cada livro. 

Não há muito o que falar, pois é um livro curto e se eu me estendesse poderia correr o risco de soltar algum spoiler. Só peço que não desistam do autor, se deixem surpreender, se emocionar com mais uma história de amor. Noites de Tormenta é um livro belíssimo e que não deixa nada a desejar em relação aos demais livros do autor. Essa semana quero assistir o filme e deixar cair mais uns ciscos no meu olho. 




14 comentários

  1. Oi Feh!

    Como eu amo esse livro! E o final? Chorei horrores! kkkkkkkkkkkkk
    Bem, tio Nick é foda, amo demais os livros dele! Fim! rsrsrsrsrssr

    Adorei sua resenha, as fotos ficaram lindas tbm vio!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Não consigo gostar dessa historia :x não li o livro, mas assisti o filme e não gostei. Sei la, acho que não estava nos meus melhores dias e me revolvei com o final ao inves de ficar triste e chorar hahahah. Mas quem sabe eu dê mais um chance a ele um dia, quem sabe :p

    ResponderExcluir
  3. Hello Fe!
    Até hoje eu só li um livro do Nicholas Sparks, então acho q nao posso julgar se gosto ou nao, mas pela quantidade de livros que vc tem, vc realmente é uma fã, hehe.
    Noites de Tormenta fiquei sabendo que tem até filme, mas nunca assistir. Qdo li que era um lançamento na Arqueiro fiquei interessada em conhecer, a capa está linda e a sinopse deixa a gente interessada.
    Bom saber q ele tem emoção e chorar é normal, eu choro a toa, ate com livro de zumbi.
    Gostei do livro por ele ser curto, acho q para uma nova experiencia dos livros do autor seria uma boa pedida.
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Não gosto do estilo dele, leio mesmo só as resenhas. Eu vejo ele usando o mesmo método em todos os livros e não me agrada em nada. Mas já vi filmes dos livros dele e amei. Vou continuar nos filmes, mas adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  5. Como só li a última música do Nicholas, não posso opinar tanto a respeito dos livros dele, porém sei que eles tem toda essa história linda e meio chorosa haha Não tenho certeza quanto a minha vontade de ler mais um livro dele (também acho um pouco repetitivo, desculpa) mas, quem sabe.. Ótima resenha, ainda assim. Beijosss :*

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Eu sou tipo muito fã do Nicholas Sparks, ele me faz chorar me faz sofrer, sorrir me apaixonar, ele é o cara, então só preciso saber que o livro é dele, pra dizer que quero muito ler, e esse sei que vai ser lindo como todos, também não consigo concordar com as criticas que o chama de repetitivo nem que perde a graça, muito pelo contrario e como você disse cada personagem é único.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  7. Não vi o filme ainda, mas tinha me interessado em ver, mas prefiro ler o livro antes, então o filme terá q esperar ^_^
    Adorei a resenha :)

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. podem me matar, mas eu não consigo ler os livros do nicholas sparks a sensação que eu tenho é que é a mesma coisa só muda o nome dos personagens.... nem os filmes eu consigo assistir, não curto o estilo dele. pelo menos uma dúvida me tirou eu sabia que qd saiu q era lançamento eu fiquei, mas eu já vi esse livro antes... devia ser da editora antiga

    ResponderExcluir
  9. A história desse livro parece ser muito boa, e eu achei essa edição muito mais bonita do que a da NC. Mas confesso que não gosto muito dos livros do Nicholas Sparks, e acho que o problema é comigo mesmo, mas todos os livros dele me dão sono. Então nem pretendo ler esse livro =/
    Bjss.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Fernanda! Eu gosto bastante dos clichês do Nicholas Sparks, este é um livro que estou ansioso para ler, principalmente pois é o primeiro que vejo onde a mulher é abandanoda e não obrigada a decidir entre dois amores. Gosto bastante do drama que Adrienne sofre por ter sido abandonada e agora tentar consertar a sua vida. Paul foi um personagem que achei meia boca. O que me interessa no livro é, também, a lição de vida presente, na verdade em todos os livros. Gostei!
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu só li um livro do Nicholas Sparks: "Querido John" e gostei bastante. Tanto do livro quanto do filme ♥ muito amor mesmo.
    Porém, eu não tenho mais vontade de ler os livros dele. Faz tempo que li QJ e não sei exatamente quando eu parei de gostar/ler livros de romance e tal.
    Mas quem sabe um dia eu não dou uma segunda chance para esse autor? Duvido muito, mas "nunca" é uma palavra muito forte haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Eu acho quer o máximo que eu li de Nicholas Sparks foi a metade de A última música, ele muitos livros e tenho a impressão que todos são clichês, acho que falta uma inovação personagens mais autênticos, achei esse apenas mais um livro de Nicholas Sparks!

    ResponderExcluir
  13. Eu não curto muito romances água com açúcar, mas o tio Nick é uma figura que sempre consegue mexer com o meu lado sentimental. Ainda não li esse livro, mas imagino que a carga emocional seja como nos outros, mesmo com o enredo mais curto. Gosto também do fato de todas as histórias dele carregarem esse tipo de lição de moral, é uma parte que podemos levar conosco das leituras.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D