Resenha // Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas

ISBN-13: 9788501105875
ISBN-10: 8501105872
Ano: 2015 / Páginas: 434
Idioma: português
Editora: Galera Record

Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.  Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.



Logo quando soube do lançamento desse livro fiquei loucaaaaaaaaaaaaaa e com grandes expectativas, pois sou apaixonada pela narrativa da Sarah J. Maas e como sempre não me decepcionei, minhas expectativas foram completamente superadas.

Corte de Espinhos e Rosas conta a história de Feyre, seu pai era um mercador muito rico que perdeu todo o dinheiro e a família foi obrigada a se mudar para um pequeno casebre, ela tem duas irmãs e para sustentar a família Feyre se vê obrigada a se tornar uma caçadora. Durante uma de suas caçadas ela acaba matando um lobo e vendendo sua pele no mercado, o que ela não sabia é que esse lobo era um feérico transformado.

Alguns dias depois um Feérico, transformado em besta, aparece para busca-la para cumprir o tratado estabelecido entre humanos e feéricos que a cada vida de feérico tirado um humano deve pagar com a própria vida e viver entre os feéricos.

Quem apareceu para busca-la é Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. Ele leve Feyre para morar com ele, dá comida a ela, roupas novas e tudo o que ela precisar para ser feliz ali, já que terá que viver com ele para o resto da vida. Tamlin é uma pessoa meio instável, hora é dominado pela paixão, ora por hostilidade ou ignorância.

Aos poucos Feyre vai descobrir um pouco mais sobre a maldição que recai sobre o povo que ela tanto odeia e perceber que nem tudo é o que parece.



Sou fã do gênero de fantasia, principalmente quando envolvem feéricos. Achei o enredo da Sarah bem original e quando comecei a ler o livro eu não fazia mínima ideia do que iria encontrar, fui surpreendida durante todo o livro, o enredo é cheio de reviravoltas, de pontos altos. Quando você acha que á uma coisa e livro mostra que o leitor estava completamente errado e nos mostra coisas sensacionais e extasiantes.

Esse é um livro grande e a autora aborda todos os pontos possíveis, ela não deixa nenhuma ponta solta, é tudo muito bem costuradinho e delineado. Talvez alguns possam achar que o livro esta se arrastando, pois a Sarah realmente explora cada ponto do livro, mas eu não me importei com isso, era tudo tão fascinante pra mim que eu fui lendo e não parei até chegar no final.

Fiquei chocada com os rumos finais do livro e mal posso esperar pela continuação, já imaginei mil coisas na minha cabeça.


Feyre é uma personagem muito teimosa e chega a ser irritante para o leitor, mas ela é destemida, corajosa e apaixonante. Tamlin é um dos meus personagens preferidos, adoro ele com a Feyre, torço pelos dois sem sombra de dúvidas.

Sobre essa capa eu não sei bem se gostei ou não gostei, a capa é maravilhosa ao vivo, mas eu acho que é muita informação em uma capa só. Não gostava da capa original, achava uma coisa muito The lying game e Pretty Little Liars com aquela metade da pessoa na capa.

Gente! Só uma coisa, parem de ficar chamando o livro de ACOTAR ( sigla para a court of thorns and roses) que coisa brega e irritante, parece coisa de poser! "MIGA SEJE MENAS"

Corte de Espinhos e Rosas e realmente um livro inexplicável e sensacional, me faltam palavras para descrever o quanto amei.






9 comentários

  1. Nossa, esse livro parece muito legal! Eu já ouvi falar de coisas parecidas, mas na verdade nunca cheguei a ler não... Mas esse estilo é bem emocionante mesmooo! Ahh, particularmente eu achei a capa linda - sério mesmo! Já entrou na minha meta dese ano, ótima resenha :) beijos

    ResponderExcluir
  2. Amei a capa desse livro e ultimamente tenho lido muitas resenhas sobre ela. Todos que leram, gostaram. Tô louca pra ler também, sério mesmo, estou muito curiosa pra ler esse livro. Amo esses livros que nos deixam intrigados para sabermos a continuação, ficamos imaginando o destino dos personagens, isso é muito bom. O fato de a autora não deixar brecha na história só fez ganhar um ponto positivo a mais. Definitivamente esse é um livro que está na minha meta de leitura!

    ResponderExcluir
  3. Oi Feh! Td bem?

    Eu, a principio, me apaixonei pela capa, agora, depois de ler sua resenha, claro que vou me apaixonar pelo enredo tbm!
    Li poucos livros com esses seres e creio que este seja uma boa pedida!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. A capa é uma das mais bonitas que já vi, sou louco para ler a saga Trono de Vidro, e Sarah J. Maas consegue nos proporcionar uma premissa ainda mais diferente do que seus outros livros. Uma mistura de A Bela e a Fera com Game of Thrones só pode dar coisa boa. Uma das leituras que mais aguardo. Adorei a resenha, abraços :)
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. A capa é linda demais!
    Mas a história não me impressiona, não curto fantasia. Li poucos até hoje, e nacionais,confesso que gostei. Quem sabe futuramente eu leia o livro.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum livro da autora, mas quero muito ler O trono de vidro e agora esse. Adoro fantasia, essa historia com fadas parece ser incrível e bem diferente, gosto quando a autora surpreende o autor, só não gostei da Fayre ser irritante, mas por outro lado se ela é corajosa acho que compensa kk.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu gosto muito da escrita da autora, como fã da série trono de vidro já pego um livro dela com grandes expectativas, ganhei este livro no amigo oculto da Dani do LJI e estou muito ansiosa já que é um remake da história da Bela e a Fera, já vi resenhas bem positivas e outras bem negativas, uma coisa comum é falarem que a Feyre é chatinha, mas espero ler logo e matar toda a minha curiosidade.
    Até a próxima, abraços!

    ResponderExcluir
  8. Olá... Este é outro livro que tenho ouvido falar super bem e já está na minha lista de leituras... Estou vendo que esse ano a lista de leituras vai ficar gigante... rsrsrs.... Amei a resenha e quero ler o livro em breve... Beijinhos...

    ResponderExcluir
  9. Já ouvi vários comentários positivos sobre esse livro, ainda não tive a oportunidade de lê-lo, confesso que ao ver a capa e o título (que achei bem linda por sinal) eu pensava em outro gênero,como romance ou algo do tipo, mas achei interessante e até por a autora explorar cada ponto, como você disse, pois eu gosto demais quando os autores fazem isso,assim eu entendo melhor a história.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D