Resenha // Um beijo inesquecível - Julia Quinn

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414851
Ano: 2016
Páginas: 272
Tradutor: Claudia Costa Guimarães

Sinopse: Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga. Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele. Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples – e de tão complicado – quanto um beijo.




Um beijo inesquecível é o sétimo livro da Série Os Bridgerton e dessa vez vamos conhecer a história de Hyacinth, uma moça inteligente e de língua afiada que esta em sua quarta temporada social, mas até agora não conseguiu atrair um pretendente. É claro que ela já recebeu propostas, mas nenhuma que lhe agradasse, afinal os maridos daquela época não se acostumavam com mulheres mais inteligentes do que eles e nem desafiadoras. Até que ela conhece Gareth St Clair, o neto de sua amiga Lady Danbury, uma senhora sem papas na língua e que serve de inspiração para Hyacinth.  

Hyacinth sente-se surpreendida por Gareth, por apesar da má fama de libertino convicto, ele é capaz de manter uma conversa adequada e agradável com Hyacinth. Gareth recebe o diário de sua avó italiana por parte de pai, o problema é que ele não entende nada do idioma e acaba precisando contar com a ajuda de Hyacinth para descobrir o que contém nos textos. Com isso eles acabam se aproximando cada vez mais e talvez um possua aquilo que o outro tanto procura. 



Talvez esse tenha sido o livro da série que eu mais gostei, eu sei que eu sempre digo isso, mas eu realmente amei a história da Hyacinth. Ela começa a traduzir o diário da avó de Gareth e com isso eles vão descobrindo alguns segredos e pistas sobre algo que pode revelar peças chaves sobre o futuro de Gareth. Foi engraçado ver como os dois lidam com tudo, tem partes em que eles precisam procurar algumas coisas e Hyacinth é muito determinada e focada, sabe aquela pessoa que não consegue parar enquanto não tem o que quer?

Hyacinth é muito teimosa e objetiva, ela não liga para os limites e regras que a sociedade impõe, ela faz o que quer, fala o que quer e ponto final, com certeza ela será a próxima Lady Danbury, pois a língua afiada é igual, então se você assim como eu, sempre teve uma quedinha pela velha matrona, com certeza irá se identificar muito com Hyacinth. 



A narrativa de Julia continua espetacular e me pego curiosa para conhecer outras séries dela e descobrir se é tão é viciante quanto esta. Eu não conseguia sossegar enquanto não chegasse ao final, eu tive que parar a leitura para comparecer a uma reunião e parecia que eu não conseguia prestar atenção em nada, a não ser ficar pensando nas possíveis opções para o que poderia acontecer no livro. A narrativa é sempre tão cheia de humor, de diálogos irônicos e cômicos que é impossível não se deliciar com qualquer história que nos seja apresentada. 

Gareth é um personagem muito amável e acredito que a autora não poderia ter nos apresentado nada diferente para que combinasse tanto com Hyacinth, eles foram feitos um para o outro e o modo como eles se envolvem é tão apaixonante e abrasador, o que achei diferente dos livros anteriores. 



Mas acredito que a grande surpresa desse livro tenha recaído sobre o final, adorei o finalzinho que a Julia nos proporcionou, deixou aquela sensação de mistério do ar, foi fabuloso. 

Acredito que eu não tenha mais como expressar o quanto eu adorei o livro, para quem gostou dos anteriores, pode se jogar na leitura que vai amar. E quem quer ler fora de ordem, pode ficar a vontade, o máximo de spoiler que vai receber é sobre os casais que se formaram, apenas. Recomendo muitíssimo a leitura. 


5 comentários

  1. Oi Feh!

    Ha... esses livros da Julia tiram o meu sono! kkkkk
    Ainda não li nenhum deles, mas quero! Vou esperar essa série acabar, aí começo a comprar os livros! rsrssrsrrs

    Adorei a resenha! Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro da autora, embora muito comentada ainda mais essa série, mas faltou oportunidade de ler. Gostei de saber que esse envolve segredo em relação a Gareth, isso deixa a historia mais misteriosa. Gostei de Hyacinth, por ser persistente, fazer e falar o que quer sem ter que se preocupar com etiqueta.

    ResponderExcluir
  3. Olá...

    A Julia Quinn sempre surpreendendo com sua histórias fantásticas... Romances de época fazem mesmo o meu estilo...
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Só li os dois primeiros dos Bridgertons até agora, mas já morro de amores. Principalmente por essa personagem, adoro o jeito dela, muito. Já estou louca pra colocar as leituras em dia e ler tooooodos. Adorei as fotos e a resenha <3
    Beijooos

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D