Resenha - O PrimeiroÚltimo Beijo - Ali Harris

Edição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576864479
Ano: 2016
Páginas: 448
Tradutor: Sandra Martha

“O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever. Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu Te amo e Um Dia, O Primeiro Último Beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.



O Primeiro último beijo conta a história de amor entre Ryan e Molly, um casal que se conheceu quando era adolescentes e desde o primeiro beijo Molly soube que eles ficariam juntos para sempre. Durante a narrativa vamos acompanhar todos os pontos altos e baixos desse relacionamento e ficar por dentro de tudo o que eles fizeram para manter isso.

 Molly e Ryan tem uma personalidade completamente oposta, mas você percebe o quanto eles se esforçam para sempre estarem bem, para alcançarem o felizes para sempre. Seis anos se passam e os dois continuam casados e apaixonados. Em certo momento Molly passa a relembrar o passado, cada beijo trocado e aqueles que não foram dados.

Esse é um livro sensacional e há tempos eu não me apaixonava tanto por uma história como essa, contudo, eu recomendo que previamente você separe uma caixinha de lenços, pois vai precisar. A história é linda, apaixonante e com uma dose certa de humor. Ali conseguiu nos apresentar uma história leve e equilibrada, a história é tão incrível que proporciona ao leitor um leque de sentimentos.

A princípio a leitura começou um pouco arrastada, principalmente por causa da narrativa, que é feita em primeira pessoa, pela visão da Molly, mas em forma de alternância cronológica, entre passado e presente. A autora busca situar o leitor no tempo, descrevendo o ano em que estamos no momento, só que a alternância é tão constante que isso deixou um livro um pouco confuso e várias vezes eu tive que retornar a leitura para tentar me localizar, então desde já eu aviso para que prestem muita atenção nessa questão temporal.

Quando eu me acostumei com a narrativa o enredo fluiu rápido até demais.  Cada capítulo fala sobre um beijo que marcou a história de Molly e Ryan e isso me deixou completamente envolvida com o casal.

As últimas páginas foram desesperadoras para mim, eu não conseguia me decidir se queria chegar logo ao final ou se queria que o livro não acabasse. É impossível ler esse livro e não se emocionar com a história, não se encantar e apaixonar pelos personagens.

É um livro que passa uma mensagem incrível de como devemos aproveitar cada momento, cada pedacinho da nossa vida, sempre com muito amor e demonstrando as pessoas o quanto elas são importantes para nós. Acho que acima de tudo é um livro que constrói coisas boa em você e ao mesmo te destrói, é arrasador, é intenso e tenso ao mesmo tempo.

Acho que já posso imaginar como O primeiro último beijo daria um belíssimo filme. Eu não tenho nem mais o que falar do livro, a não ser pedir para que cada um dê uma chance a essa história eu tenho certeza que esse livro será tão especial para vocês quanto foi para mim.




Um comentário

  1. Oooi!

    Parece ótimo, sabia? Não consigo imaginar isso de saber que vai ser o amor pra sempre, mas, em uma obra literária, acho maravilhoso hahah. Eu choro em todo livro que leio, imagina aí...

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D