Resenha - Profundo - Robin York

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415179
Ano: 2016
Páginas: 320
Tradutor: Cassia Zanon


Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. De uma hora para outra, sua reputação é arruinada e o futuro promissor que a aguardaria após a faculdade já não parece tão garantido. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, procura se defender da multidão de pessoas que a julgam. Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex-namorado, tudo muda. À primeira vista, West Leavitt é a última pessoa de quem Caroline deveria se aproximar – ele tem um ar sombrio e ganha a vida de forma ilícita. Ela, por sua vez, é o tipo de garota que West sempre tentou evitar. Rica e privilegiada, jamais entenderia as dificuldades pelas quais ele já passou. Mesmo com todas as diferenças, os dois se tornam amigos. Com Caroline, West sente que fará de tudo para ser um homem melhor, e ela encontra nele a força para reagir. Quando parece impossível resistir à paixão avassaladora, West e Caroline descobrem que às vezes a única opção que resta é ir mais fundo.




Com certeza um dos melhores livros que eu li esse ano. Quando soube da novidade da editora Arqueiro eu fiquei inquieta, não consegui sossegar até ter os dois livros em mãos e realmente minhas expectativas não só foram atendidas como superadas.

Profundo conta a história de Caroline Piasecki, uma jovem que tinha vida ganha, de família rica e com um futuro promissor na faculdade de direito, ela vê tudo ir abaixo quando seu ex namorado joga na internet inúmeras fotos íntimas dela. Caroline fica desesperada para retirar as imagens da internet e tentar fazer com que todos esqueçam o que aconteceu, mas a tarefa é árdua e exige a dedicação diária da jovem. 

Caroline passa a sofrer com uma síndrome de perseguição e fica obcecada em tirar seu nome da rede. Ninguém a defendeu quando a bomba estourou, o que todos sabiam fazer é julga-la, até que um dia um cara que ela mal conhecia sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex namorado. Esse cara é West Leavitt, ele é o último cara que Caroline gostaria de se aproximar, é do tipo bad boy, turrão e ganha a vida vendendo drogas. Mas quanto mais ela conhece West, mas ela percebe que a tarefa de tentar se afastar dele é impossível. 



O título "Profundo" realmente faz jus ao enredo, que apresenta uma história complexa, pesada e intensa demais. Fiquei horrorizada com tudo o que aconteceu com Caroline e impressionada com o modo como ela conseguiu não cair depois de tudo, eu realmente não tenho ideia de como reagir a uma situação dessas. O ex dela é tão irritante que se eu mesma pudesse, teria dado uma surra nele. 

West é um cara maravilhoso, ele vem de uma família problemática e por isso tudo o que ele faz é visando dar uma vida melhor a sua irmã mais nova. É realmente lindo o modo como ele se importa com a irmã e como coloca ela no centro de tudo. A família de West foi outra coisa que me irritou demais no livro, a mãe dele me deixava a beira dos nervos, como pode alguém ser tão irresponsável, tão alienada e retardada. Fico feliz que a West cuide de sua irmã, mas isso faz com que ele tome algumas atitudes idiotas. 

Caroline foi amor a primeira vista, sei que muita gente achou a personagem irritante, mas eu me identifiquei um pouco com ela e entendi completamente suas atitudes. Só não sei como ela conseguiu namorar um cretino por tanto tempo. 

Eu realmente adoro amores a primeira vista, isso quando são bem construídos é claro. E no caso desse livro foi apaixonante. West se apaixonou por ela no momento em que a viu e ficou guardando isso por muito tempo, até que Caroline finalmente o notasse. E quando eles se tornam amigo, tudo fica intenso de uma maneira muito rápida, mas ambos guardam isso pra si e seguem uma amizade, se conhecendo, até que percebem que não tem mais jeito. 

O livro é sensacional em todos os aspectos, o final me deixou enlouquecida e agradeço muito pelo fato da editora ter publicado os dois livros juntos. Foi uma sacada genial, já que é impossível terminar o primeiro e não querer ler desesperadamente o segundo. 




A narrativa da Robin York me deixou sem palavras, ela conduz a história de maneira impecável e não deixa nenhum furo, é tudo muito bem explicado e tudo faz tão sentido que eu não consegui reclamar de nada do que foi acontecendo. 

Todos os personagens são muito cativantes e já me pego torcendo para que a autora lance livro dos outros personagens. Outro ponto que adorei foi a narrativa intercalada entre Caroline e West, isso ajudou o livro a não ficar cansativo e permitiu que o leitor soubesse de tudo o que estava acontecendo. 

A capa é linda e o trabalho da editora Arqueiro ficou incrível. O livro é um New Adult, mas é bem puxado para o hot também. Acho que me faltam palavras para dizer o quanto amei e só tenho a recomendar a leitura. 


Um comentário

  1. Hello!!

    Eu já tinha lido algumas sinopses e, inclusive, uma entrevista que foi feita aqui no blog a respeito desses livros: Já tinha gostado, até porque vocês disseram que a questão do Revenge Porn foi bem abordada. Legal saber que também tem outro romance por aí... Já queria ler, agora, então...

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D