Resenha - Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415049
Ano: 2016
Páginas: 384
Tradutor: Fabiana Colasanti

A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.



Calpúrnia Hartwell é o que podemos chamar de um perfeita dama, ela sempre seguiu todas as regras ditadas pela sociedade e ainda assim, dez anos depois de ter sido apresentada à sociedade, ela continua solteira. Callie tem vinte e oito anos e já é considerada uma solteirona, sem ter nada a perder, já que pelo visto ficará solteira, Callie resolve viver a vida como bem entender, ela pode não conseguir um bom casamento, mas pelo menos terá vivido e feito coisas que sempre quis. Para isso, ela elabora uma lista de nove regras sociais que deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, beber uísque, dançar todas as músicas de um bailes, e por ai vai.

Para o começo de tudo ela resolve procurar Gabriel St. John, o marquês de Ralston, um dos maiores libertinos da sociedade londrina, o homem que tem dominado seus sonhos há anos. Para ajuda-la, Gabriel pede algo em troca, que Callie ajude sua irmã Juliana a ser aceita pela sociedade. Com as lições de Juliana, Gabriel e Callie passam a conviver cada dia mais juntos. E como podem perceber, as coisas não vão bem pelo caminhos que eles imaginaram. 



Nove regras a ignorar antes de se apaixonar é um livro único e de deixar qualquer amante de romance de épocas sem palavras. É um livro diferente de todos os outros que já li. Callie é uma personagem sensacional, inteligente, astuciosa, independente, com o toque de feminista, ela quer fazer várias coisas que são consideradas "coisas de homem" e já que não vai mesmo se casar, resolver fazer aquilo que mais importa, viver. 

Gostei de como a Sarah MacLean trabalhou o enredo desse livro, ela aborda a questão do machismo, que até hoje se vê presente em nossa sociedade e mostra como as coisas eram naquele tempo. Até mesmo coisas simples do cotiano não eram consideradas adequadas para as damas da sociedade, e a sociedade extremamente patriarcal ditava esse machismo por meios das regras sociais. Fiquei apaixonada e empolgada por cada uma das regras que Callie resolveu quebrar, eu no lugar dela não teria escolhido nada diferente. 

Calli é uma personagem que deu vida ao enredo, seu jeito descontraído e bem humorado, me fez ter esperança de viver, de parar de me importar com o que é certo ou errado e simplesmente fazer o que me faz feliz. 



A narrativa é feita em terceira pessoa, muito bem delineada de forma a conquistar o leitor do começo ao fim. Eu sei que é um clichê dizer que interromper a leitura desse livro é quase impossível, mas realmente é. É um livro tão incrível e único, e a curiosidade não permite que a gente largue o livro. Todo mundo esta cansado de saber que em romances de época tudo sempre vai acabar bem, mas conhecer o caminho até o felizes para sempre foi quase um presente da Sarah MacLean para os leitores. 

Eu perdi a conta de quantos romances de época já li, de inúmeras autoras, mas sempre tem aqueles que realmente fazem a diferença, que se destacam no meio de tantos títulos e esse livro foi um deles. Com certeza ele entra para uma lista de livros especiais e tocantes. 

Recomendo esse livro não só para as amantes de romance de época, mas também para aqueles que pretendem começar a ler algo do gênero, eu prometo que você vai se apaixonar, assim como eu. 


2 comentários

  1. Comecei a ler romances de época no começo desse mês e por amar romances estou apaixonada pelo gênero. Já estava super curiosa para ler esse livro devido a inúmeras indicações, agora estou mais ainda.

    Beijos.
    Larissa | www.feminicesdalari.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Fernanda!
    Adorei a sinopse, e mesmo não sendo muito fã desse tipo de livro, fiquei realmente interessada. Quem sabe eu não acabo lendo depois? Ótima resenha!
    Beijos, Bel
    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D