Resenha - Sereia de Vidro - Marcelo Antinori

Um escritor frustrado sofrendo de bloqueio criativo resolve, por indicação de alguns amigos, fazer uma leitura de Tarô num convento em São Paulo. As cartas, mais do que meros símbolos, passam a indicar caminhos e personagens que ele até então desconhece. Movido por uma curiosidade insaciável, e genro de um poderoso empresário paulista, ele embrenha-se num universo novo e desconhecido, tendo o centro de São Paulo e seus locais pitorescos como pano de fundo. Através de um texto ágil e preciso, ele logo vê-se envolvido numa teia de acontecimentos inusitados na companhia de uma mulher linda e misteriosa que o leva ao crime organizado, a corrupção e as mais altas esferas do poder. Sereia de Vidro é o primeiro volume da Coleção Sereia de Vidro, escrito com maestria por Marcelo Antinori. Sereia de Vidro é o título escolhido para lançar os novos selos da editora Bússola nos formatos impresso e digital.



Sereia de Vidro é o primeiro livro do selo pocket da Editora Bússula, são livros pequenos, parem serem lidos rapidamente, no ônibus, no metrô ou a caminho do trabalho. É livro bem pequeno, tanto no número de páginas quanto no tamanho. Porém nada tira a genialidade do autor que nos apresenta um livro envolvente e incrível. 

O livros nos conta a história de um escritor, inicialmente anônimo, frustado e que sofre de um bloqueio criativo. Para resolver seus problemas ele resolve procurar Madame Cristina, uma freira que lê cartas de tarô, essa leitura vai indicar muitas reviravoltas e pessoas novas que surgirão em seu caminho. 

Em questão de tempo o escritor começa a perceber tudo o que as cartas diziam começam a cruzar o seu caminho, como Ana Pérsia, quem ele acredita ser a Dama de Paus, que apareceu no tarô. Junto com Ana Pérsia chega uma enorme bagagem para o escritor carregar, Ana aparece pedindo ajuda e supostamente esta envolvida em coisas perigosas e isso vai virar completamente a vida do protagonista. 

O livro aborda assuntos muito interessantes para o momento em que vivemos, corrupção, politicagem, crime organizado e traições.  A história de passa em São Paulo e a narrativa é feita em primeira pessoa. 

Sereia de Vidro traz um enredo misterioso, cheio de suspense, de leitura rápida e que prende o leitor a trama, o livro é objetivo, mas muito bem construído, e por isso não foi necessário páginas e mais páginas para que pudéssemos ver um grande enredo, foi tudo realmente na dose certa e em poucas páginas Marcelo Antinori consegue ser brilhante.

Gostei tanto da história que fiquei ansiosa por mais e felizmente temos um segundo volume: "Os crimes do dançarino da Sé". Acho que é justamente por isso que eu não tenho costume de ler livros crutos, eu sempre fico querendo mais páginas, acho que o vício da leitura é o que faz isso conosco. 

A edição do livro é ok, como eu disse, é um livro pequeno, de folhas brancas, o título inteligente que tem tudo a ver com o livro, assim como a capa. É um livro muito recomendado para se ter sempre na bolsa e até mesmo para presentear pessoas que não tem o costume de ler, mas que desejam começar a ter o hábito. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D