Resenha - A caminho do altar - Julia Quinn

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415735
Ano: 2016
Páginas: 320
Tradutor: Viviane Diniz

Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.  O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Oitavo livro da série Os Bridgerton e temos a última história dos irmãos, dessa vez vamos conhecer Gregory, um homem que sempre acreditou no amor, todos os seus irmãos se casaram por amor e ele não espera nada diferente. Justamente por isso, ele tem a certeza que reconhecerá sua alma gêmea assim que a vir e é isso que acontece. Quando Gregory avista a nuca de Hermione Watson ele tem certeza que encontrou o amor de sua vida, o que ele não esperava é que ela estivesse apaixonada por outra pessoa. 

Para sua sorte, Lucinda Abernathy, a melhor amiga de Hermione, resolve ajuda-lo a conquistar a jovem. O problema é que Lucinda, apesar de prometida a outro homem, acaba se apaixonando por Gregory e tardiamente ele descobre que também nutre os mesmos sentimentos e agora precisará correr contra o tempo para evitar que a mulher de sua vida escape por entre seus dedos. 



É sempre muito bom ter em mãos um novo livro da Julia Quinn, a série foi maravilhosa como um todo e não teve um livro se quer que me decepcionasse. Eu estava ansiosa para conhecer um desfecho para o Gregory, já que ele sempre foi um dos meus personagens preferidos. Adorei a história criada para ele e todo o charme e complicação com que o amor surge para ele.

Lucinda é a mulher perfeita para Gregory e não sei como ele não percebe isso logo de cara, desde o inicio eu achei Hermione muito chatinha e sem sal, já Lucinda é cheia de vida, é espontânea, sincera e traz energia e alegria para onde quer que esteja. 

Julia mantém sua narrativa rápida, apaixonante e muito bem humorada, gosto das risadas que ela consegue arrancar do leitor com seus enredos repletos de diálogos sagazes. Mas acho que o que eu mais gosto nessa série é poder sempre rever os personagens dos livros anteriores. 



Outro ponto positivo dessa série é que sempre tem o romance misturado com a aventura e um suspense a ser desvendado. Eu fico sempre agoniada, tentando imaginar o que pode acontecer. Com esse livro não foi diferente, mas de fato, pareceu uma novela mexicana e foi um pouco surreal. 

Esse não foi o melhor livro da série, mas com certeza não deixou nada a desejar. Felizmente, não é a última vez que veremos essa família tão amada, já que vem surpresa por ai. 

A capa mantém o mesmo padrão das anteriores e a revisão e diagramação como sempre impecáveis. 


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D