Resenha - Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon


Ano: 2016 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Novo Conceito

"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

Madeline possui uma doença rara, conhecida como Imunodeficiência Combinada Grave, na qual qualquer coisa, até mesmo poeira, pode matá-la, e por causa disso nunca conheceu o mundo. Desde que foi diagnosticada, quando criança, Maddy vive sob o teto da sua casa e sob regras rígidas para prezar pela sua saúde, acompanhada apenas da sua mãe, de uma enfermeira e dos seus livros.

Tudo muda quando uma família se muda para a casa ao lado e Maddy conhece Olly; eles cruzam olhares à distância e, a partir daí, a vida de Maddy muda completamente. Olly a encontra na internet e eles começam a conversar, mas aos poucos emails começam não serem o bastante. 

Maddy então decide que é hora de se arriscar e viver sua vida, mesmo com as limitações que sua doença lhe impõe. Sua vida entra num novo roteiro e, à medida que segredos começam a surgir, Maddy começa a quebrar regras, mas o que ela não sabe é que sua decisão de viver pode colocar em risco não só a sua própria vida, mas quase tudo que ela ama.

Ele apoia a testa contra a minha. Seu hálito é quente contra o meu nariz e bochechas. E levemente doce. O tipo de doce que faz você querer mais.
— É sempre assim? — pergunto, ofegante.
— Não — diz ele. — Nunca é assim. — Percebo o encantamento na voz dele.
E, assim, tudo muda.

Tudo e Todas as Coisas foi uma surpresa incrível. Eu já tinha vontade de ler o livro, mas acabei gostando MUITO mais do que eu esperava. O livro me pegou de jeito e me prendeu até o fim. 

Eu tinha ficado meio apreensivo sobre como se desenvolveria uma história na qual a personagem não pode sair de casa, admito, mas a Nicola me surpreendeu. Ela tem um jeito único de contar a história, leve e divertido, que prende o leitor e supera as barreiras impostas pelo cenário.

Os personagens me encantaram. Madeline consegue conviver com sua doença e, quando encontra a coragem, a supera facilmente. Ela é uma garota decidida e com ótima personalidade, e quando está com Olly (que é muito legal também), se torna uma pessoa incrível. Eu adorei os dois e a relação entre eles.

O final do livro é bem diferente do que se espera de um sick-lit, mas ainda assim foi um bom final. Não foi uma surpresa total, já que a autora deu pistas sobre o desfecho durante a trama, mas conseguiu me prender. 

Enfim, Tudo e Todas as Coisas é um livro incrível. Cheio de reflexões e lições para se aprender, o livro traz mensagens importantes sobre aproveitar a vida e sobre como o amor muda tudo. Super recomendo a leitura.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D