Resenha - Sociedade da Rosa - Marie Lu

Ano: 2016 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Rocco Jovens Leitores

Nome em ascensão na literatura young adult, Marie Lu conquistou seu lugar nas listas dos mais vendidos dos EUA com as séries Legend e Jovens de Elite, ambas com direitos de adaptação para o cinema adquiridos por grandes estúdios. Sociedade da Rosa é o segundo volume da saga de fantasia medieval Jovens de Elite e mostra a jovem Adelina Amouteru com sede de vingança. Depois de ser renegada pela família, ela é traída por aqueles em quem confiou, e parte em busca de outros malfettos — sobreviventes da febre do sangue que, como ela, possuem dons fantásticos —, para formar um exército próprio e combater a Inquisição do Eixo. Mas o ódio e o medo que a alimentam podem levá-la por caminhos perigosos, e uma oferta tentadora vai testar a verdadeira natureza dos seus poderes e de sua personalidade. Uma sequência de tirar o fôlego para uma saga épica. Ponto forte: nova voz da distopia e da fantasia juvenil internacional, sucesso de público e de crítica. Saga protagonizada por vilões marcantes, dignos de Star Wars e X-Men. Prateleira: para figurar ao lado de sucessos como Divergente (Veronica Roth) e Jogos Vorazes (Suzanne Collins). Perfeito para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones.

Após o final arrasador de Jovens de Elite, Marie Lu acaba mais uma vez com o emocional do leitor em Sociedade da Rosa, que se mostrou um livro épico e à altura do primeiro!

Nessa continuação, Adelina está sozinha com sua irmã e, após ter sido traída, tudo que ela começa a sentir é desconfiança e um desejo de vingança. Mas, apesar de tudo, Adelina vem se fortalecendo e começa uma nova jornada na sua vida: ela cria seu próprio grupo: A Sociedade Da Rosa, com pessoas que seguem seus ideais e, principalmente, não a julgam por seus atos.



Mas os recentes acontecimentos ainda permeiam a mente da jovem e cada vez ela vai se tornando mais sombria e cedendo ao seu poder, que cresce descontroladamente, o que a leva numa luta não só por vingança ou justiça, mas também por si mesma. Mesmo assim, Adelina não pretende desistir e não medirá esforços para conquistar seus objetivos, independente das consequências. 

E se a consequência de deixar minha raiva desenfreada, de forçar tanto minhas ilusões a ponto de matar, for alimentar minha energia a ponto de ela ir além do que posso controlar?

Sociedade da Rosa, apesar de ser tão eletrizante quanto o primeiro, é um livro mais 'denso". Além de ele explorar bastante a questão do aprofundamento de Adelina nas trevas, o livro também conta mais sobre outros personagens, como Rafaelle, e desvenda alguns outros mistérios da trama. E também temos novos personagens a serem apresentados, claro.



A escrita da Marie Lu continua divina e instigante como sempre; ela surpreende o leitor a todo momento com a complexidade da sua história e dos seus personagens, com cada reviravolta e acontecimento, com as batalhas externas e internas que os personagens precisam travar... Ela constrói a história maravilhosamente bem.

Mas o melhor de tudo é: Sociedade da Rosa vai te prender. Pode ser pela escrita da autora, pela trama envolvente, mas com certeza você não vai conseguir largar esse livro. Se você amou o primeiro, não tenha medo de ler o segundo, pois você vai amar ele também. Jovens de Elite se mostrou uma série que só melhora e eu mal posso esperar para ler o desfecho (ainda sem previsão no Brasil).




Um comentário

  1. Gente, que livro mais lindo é esse? Com certeza vai para a minha lista de desejados do ano!

    Fiquei só na dúvida se ele tem continuação ou não. Ou se ele é uma continuação...

    Beijos
    Livro de Capa Dura

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D