Resenha – Hard to Fight – Bella Jewel

Ano: 2015 / Páginas: 247.
Idioma: Inglês
Editora: St. Martin's Paperbacks


Grace é uma caçadora de recompensas que quer ser levada a sério, mas seu chefe se recusar a acreditar que uma mulher pode capturar um bandido perigoso. Ela finalmente tem a chance de provar o seu valor quando ganha o caso capaz de mudar uma vida: capturar Raide Knox e entregar ele para as autoridades. Raide é um fugitivo perigoso em fuga... e o homem mais sexy que
Grace já conheceu. Pegar Raide não vai ser fácil. Raide é mais intenso e frustrante do que qualquer homem com quem ela teve que lidar, e a atração instantânea que faísca entre eles é inegável. Uma coisa é certa... esse vai ser um caso que eles nunca irão esquecer.


Vamos começar expondo o que me levou a ler esse primeiro livro da trilogia Alpha’s Heart da Bella Jewel. Primeiro, gosto de livros adultos, segundo, tenham protagonistas decididas, nada bobas e a sedução demorem a ocorrer e ela imponha certa dificuldade para o personagem. E terceiro protagonista que não tenha medo do perigo e exerça as mesmas funções que os homens. 

É o caso da Grace, caçadora de recompensas que deseja e quer ser levada a sério no trabalho, poucos acreditam no seu potencial e agora ela pode e buscar provar capturando Raide Knox, um fugitivo Perigoso. Grace no primeiro momento se mostra decidida, não gosta que duvidem dela, façam joguinhos, ela sabe ser sarcástica.


Raide, minhas amigas, é um caso a parte, cara sexy. A maneira como a autora o introduziu na história detalhou uma coisa e me fez achar que ele não é coisa boa e gerou dúvidas. Se você o imagina facilitando para Grace, enganasse, ele não quer ser capturado (mesmo sendo por uma mulher e tanto). Não teremos luta justa. 

Para complicar o esquema temos atração entre caçador e presa, tornando o livro divertido. Grace é atrevida, respondona, e Raide é o oposto, semblante fechado sempre pronto para desafios. Visualmente Raide é capaz de estremecer estruturas da Grace. Todo misterioso e gostoso.

[...] Ele cruza os braços desafiadoramente, e seus cabelos brancos ralos sopram com a brisa. Ele aperta os olhos azuis gelados e me estuda. – Você é uma menina. Ele diz como se só agora tivesse descoberto esta pequena pepita de informação – Que bela observação, - eu o parabenizo sarcasticamente, cruzando os braços. – Não existem garotas caçadoras de recompensas. [...] 

O trabalho não vai ser fácil, como capturar um homem de um metro e oitenta? Pela descrição associei ao ator Jason Mamoa, só que Raide tem um nariz que parece ter sido quebrado várias vezes e uma cicatriz ao lado esquerda do rosto. Bem sombrio. O modo que ela encontrou para capturá-lo me fez rir, eu já esperava risada e muita loucura. E tive isso. Mas também sabia que esses tipos de livros têm aquela dose de drama e sofrimento. 

Grace vai se envolver na história dele. História essa com recordações boas e ruins. Resta saber se você está disposta a enfrentar tudo com Grace. E quando descobrir valerá o risco? Você terá coragem?


[...] Existe beleza em tudo, moça. Você apenas tem que estar disposto a vê-la. Há beleza mesmo nas coisas que você não pode ver ou ouvir. Você apenas tem que se abrir e deixá-la entrar. Eu estou deixando-a entrar. [...]

A autora trata não só de um possível romance, mas de temas sérios. Como a dificuldade e preconceito que mulheres passam em atividades consideradas tipicamente masculinas. Um exemplo do livro, levou cinco anos para Grace pegar um caso mais sério, dezoito meses sendo ajudante do chefe. Sendo realista, um cara não levaria todo esse tempo.

A autora conseguiu me convencer, eu tinha em mente do que poderia acontecer, porém não foi como imaginava e esperava para o clímax. Valeu a pena. Mas tenho ressalvas:

Fiquei chateada com os dois em alguns momentos e com o passar do livro com o Raide. Não explicarei o motivo, será spoiler. Eu conseguia entende-lo, só que em instantes ele se mostrou mais chato. Porque livros legais as autoras desenvolvem o final tão rápido, não que goste de enrolação, foi final corrido. Temos ação, personagens fodas, enredo divertido e sensual. 

Esse é o primeiro livro de uma trilogia, mas são enredos independentes. Não são com o mesmo casal, porém ainda não li. Segue as capas:




Nota:


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D