Resenha - A Caminho do Azul Sereno - Veronica Rossi

Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Rocco Jovens Leitores

No derradeiro capítulo da trilogia Never Sky, sucesso da brasileira radicada nos EUA Veronica Rossi, Aria e Perry estão determinados No derradeiro capítulo da trilogia Never Sky, sucesso da brasileira radicada nos EUA Veronica Rossi, Aria e Perry estão determinados a encontrar o Azul Sereno, o último refúgio contra as tempestades de éter, cada vez mais constantes no mundo em que vivem. Mais do que o amor proibido que os mantém ligados, eles precisam unir Forasteiros e Ocupantes se quiserem sobreviver, e salvar a vida daqueles que amam. Sem escolha e determinados a permanecerem juntos, contra todas as probabilidades, os dois protagonistas partem para a mais perigosa de suas aventuras, que não só colocará à prova seu amor, coragem e capacidade de liderança, como também exigirá grandes sacrifícios. Será que eles estão preparados para a jornada A caminho do Azul Sereno?
A Caminho do Azul Sereno é o último livro da trilogia Never Sky, de Veronica Rossi. A série é uma distopia que fala sobre um mundo que vive sob o domínio do éter, uma energia poderosa que controla os céus e destrói tudo que toca; a sociedade é dividida entre os Ocupantes (que vivem dentro de núcleos) e os Forasteiros (que vivem a céu aberto) e é controlada por um governo autoritário, corrompido pelo poder. Mas acredita-se que exista um lugar livre do éter, chamado Azul Sereno, e é nisso que o terceiro e último livro vai trabalhar.



Ária e Perry estão decididos a encontrar o Azul Sereno, mas a busca por algo que eles sequer sabem se realmente existe pode ser mais difícil do que imaginavam. Para alcançar seus objetivos, eles precisam um do outro, só que acima de tudo precisam unir os Ocupantes e os Forasteiros. Mas os obstáculos são inúmeros e a aventura deles vai se tornando cada vez mais complicada... Será que eles conseguirão enfrentar os perigos e fazer os sacríficos necessários para encontrar o Azul Sereno?

Diferente do livro anterior, A Caminho do Azul Sereno não aprofunda muito no universo da trilogia... Ele sai tentando fechar todas as pontas soltas, mas em compensação tem bastante conflitos e muita ação, o que torna a leitura muito fácil de pegar ritmo. Já entre os personagens, percebemos que Ária é a que mais evolui nessa conclusão. Ela se mostra uma personagem forte e confiante, sem medo de se arriscar! Perry continua maravilhoso como sempre, mas não tem muito mais aprofundamento.



Eu achei o livro um ótimo final para a trilogia. Ele trabalha bastante não só os conflitos do momento, mas também fecha o que a autora deixou em aberto e mexe também com essa divisão social e o governo. Realmente foi um final digno, mas ainda poderia ter um pouco mais de páginas já que tem uma trama envolvente e faz a gente querer mais. 

A escrita da autora é ainda melhor nesse final. Ela sempre foi simples e boa, mas nesse desfecho ela está incrível! O ritmo é maravilhoso, não tem enrolação e é cheio de ação, reviravoltas e muitas descobertas. Adoro livros assim!



A trilogia Never Sky é muito boa, no geral. Quem gosta de distopia, com personagens bem desenvolvidos e carismáticos, enredo marcante e ótimos conflitos, vai adorar a leitura. Super recomendo!

Todos nós temos potencial para fazer coisas terríveis, Soren. Mas também temos potencial para superar nossos erros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D