Resenha - A Rainha de Tearling - Erika Johansen

Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Suma de Letras

Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda... ou uma tragédia.
 A Rainha de Tearling conta a história da princesa Kelsea que foi levada ainda bebê para um esconderijo assim que sua mãe, a rainha Elyssa morre. Kelsea foi criada em uma cabada isolada e longe de tudo, com uma mãe rígida e um pai amoroso e sabendo que estava destinada a governar um reino quando chegasse aos dezenove anos. 

Passados dezenove anos, membros remanescentes da antiga guarda da rainha aparecem para levar Kelsea ao trono. Mesmo sendo a legítima herdeira ao trono e de posso da safira Tear, Kelsea descobre que esta em enorme perigo e que sua fortaleza real esta cercada de inimigos e que seu reino esta ameaçado pelo poder da Rainha Vermelha.



Faz um tempo desde que eu bati os olhos na versão gringa desse livro e logo me apaixonei. Quando descobri que a Suma da Letras publicaria o livro, eu não pude deixar de ir correndo comprar. 

A Rainha de Tearling começa com uma narrativa difícil, lenta e cheia de coisas minuciosamente descritas, o que me incomodou um pouco. Demorei um certo tempo para avançar na leitura, mas o enredo chega em um ponto que tudo começa a fica tão maravilhoso que é impossível não querer ler o mais rápido possível. 

Achei esse primeiro livro bem introdutório e já prevejo que devem vir muitos livros por aí, para pelo menos tentar explicar a história, já que esse não explica praticamente nada. Erika começa a conta a história de Kelsea e algumas coisas do passado de Tearling, mas não é muita coisa e talvez esse livro precisasse de umas cem páginas a mais. 



Kelsea é uma personagem fantástica, totalmente fora dos padrões das mocinhas convencionais, tanto no quesito físico, já que ela é gordinha, quanto na personalidade, ela é uma pessoa forte, não aceita que ninguém mande nela e nem que tomem decisões por ela. Ela gosta de resolver as coisas por suas próprias convicções e fiquei fascinada por ela. 

Se terá um romance por ai eu não sei, mas pelo menos nesse livro eu não vi nem sinal disso e achei tão maravilhoso, agora parece que todos os livros tem que ter romance. 

Gostei do rumo que a história tomou e estou muito ansiosa para conhecer um pouco mais sobre outros personagens como a rainha vermelha e Fetch, o Pai dos Ladrões ajudou Kelsea em momentos cruciais e me deixou encucada com sua origem. 



O livro é narrado em terceira pessoa, o que não é meu formato preferido de narrativa, sempre acho que deixa o enredo meio impessoal, mas foi até satisfatório e importante para ter uma visão ampla do que estava acontecendo com outros personagens do livro. 

A Rainha de Tearling, apesar de um livro bem introdutório, me surpreendeu nos acontecimentos e na originalidade do enredo e dos personagens. Em relação a capa, eu preferia a original, mas a nacional também é linda. A revisão ficou impecável e a diagramação também. 

Para quem curte fantasias esse livro é uma excelente pedida. 


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D