Resenha - Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon

Ano: 2017 / Páginas: 280
Idioma: português
Editora: Arqueiro
Tudo envolve riscos. Não fazer nada também é arriscado. A decisão é sua. A doença que eu tenho é rara e famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Não saio de casa. Não saí uma vez sequer em 17 anos. As únicas pessoas que eu vejo são minha mãe e minha enfermeira, Carla. Então, um dia, um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Eu olho pela janela e o vejo. Ele é alto, magro e está todo de preto: blusa, calça jeans, tênis e um gorro que cobre o cabelo. Ele percebe que eu estou olhando e me encara. Seu nome é Olly. Talvez não seja possível prever tudo, mas algumas coisas, sim. Por exemplo, vou me apaixonar por Olly. Isso é certo. E é quase certo que isso vai provocar uma catástrofe.

Tudo e toda as coisas conta a história de Maddy, uma jovem de 17 anos que nesses anos todos nunca saiu de cada. Maddy tem uma doença autoimune e por isso tem alergia a tudo. As únicas pessoas com quem ela mantém contato é a mãe, a enfermeira Carla e um professor. Sua vida é praticamente a mesma todos os dias, até que olhando pela janela ela vê um caminhão de mudança se aproximando com seus novos vizinhos. 

É ai que ela conhece Olly, ele é alto, magro e esta todo vestido de preto. A partir de então, Maddy passa a acompanhar o dia a dia de Olly e sua família, até que o inevitável acontece: Olly resolve entrar em contato com ela. E a amizade que surge entre os dois não poderia ser mais perigosa pra ela. 



Esse livro da Nicola Yoon não poderia ser mais diferente de O sol também é uma estrela, graças a Deus eu não desisti da autora e dei uma chance para esse livro deliciosamente divertido. 

A história de Maddy, apesar de já prevista por mim, é incrível. É encantador poder acompanhar sua rotina e o seu primeiro contato com Olly. Nicola Yoon soube conduzir maravilhosamente bem o enredo que ficou muito envolvente, com uma fluidez incrível, uma narrativa jovial e todas as ilustrações que o livro possui, como se verdadeiramente fosse o diário da Maddy. 

Amei cada ponto do livro, gostei de como todos os personagens se encaixam na história e como cada um tem história única. Gostei de cada um dos acontecimentos do livro, tudo aconteceu exatamente do jeitinho que eu imaginei e foi como se a Nicola tivesse criado o livro perfeito. 

Tudo e todas as coisas é um livro muito emocionante, fala não só de amor, mas de amizade, de relacionamento familiar, de amadurecimento, é um livro adequado para qualquer faixa etária.



Olly é um dos melhores personagens que eu já conheci, é ótimo que ele entenda as dificuldades de Maddy e esteja disposto a aceitar tudo para se aproximar dela. Eu sorri, me diverti, sofri e chorei com os dois, eu torci por eles como se fossem meus melhores amigos. Maddy é tão forte e tão disposta a enfrentar os problemas que você tem vontade de entrar no livro e se juntar a ela. 

Como eu disse, o livro é bem envolvente e por isso é possível terminar a leitura em poucas horas. Se existe um livro que eu possa indicar para qualquer pessoa, Tudo e todas as coisas é esse livro.

Estou muito ansiosa para ver o filme e logo mais eu volto pra gente comentar sobre a adaptação literária. 



Um comentário

  1. Oi, Fernanda!
    Amei o livro! Já fiz resenha dele também. rsrs...
    O livro é realmente envolvente e estou louca pelo filme! Que chegue logo o próximo fim de semana. <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D