Resenha - Fortaleza Impossível - Jason Rekulak


Ano: 2017 / Páginas: 272
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo. Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes. Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV. Até maio de 1987, Billy Marvin – um garoto de 14 anos que mora numa pequena cidade em Nova Jersey – é definitivamente um nerd feliz. Ele e seus amigos inseparáveis, Alf e Clark, passam as noites se empanturrando de biscoitos e milk-shakes diante da TV, assistindo a filmes e conversando sobre música, cinema e seriados. Com a mãe trabalhando no horário noturno e a casa toda para si, Billy vara a madrugada fazendo aquilo que mais ama: programando videogames em seu computador. Mas então a Playboy publica as fotos escandalosas de Vanna White, a famosa apresentadora de TV por quem os três são fascinados. Como ainda não são maiores de idade para comprar a revista, eles planejam um ousado assalto para roubá-la. É quando Billy conhece a brilhante, enigmática e também nerd Mary Zelinsky, e tudo começa a mudar.

Fortaleza Impossível conta a história de Billy Marvin, um pequeno nerd de 14 anos. Ele e seus melhores amigos Alf e Clark estão sempre juntos comendo guloseimas, assistindo o mesmo filme e conversando sobre músicas e filmes. A mãe de Billy trabalha de madrugada e como ele sempre fica sozinho, o garoto vira as noites programando jogos de videogame em seu computador.

A vida dos três adolescentes começa a mudar quando a Playboy publica a edição da Vanna White, uma famosa apresentadora de TV. Como os meninos são menores de 18 anos, não possuem autorização para comprar e então decidem bolar um plano para conseguir botar as mãos na famosa revista. Em meio a criação desse plano Biily conhece Mary Zelinsky, igualmente nerd e programadora de videogames. 

Uma aventura juvenil que relembra as glórias da década de oitenta. Eu não nasci nessa época, mas meu irmão sim e por tudo o que ele fala eu tenho certeza que era uma época gloriosa e que deixou muitas memórias. Foi uma prazer ter uma percepção melhor de como tudo funcionava na época, um deslumbre dos costumes e do avanço tecnológico. 



O livro é bem juvenil, então não espere comportamentos maduros. O enredo gira basicamente em torno dos amigos criando planos e mais planos para ter acesso a revista da Vanna White e na amizade entre Billy e Mary. 

A narrativa do Jason Rekulak é maravilhosa, e eu que não me considero uma fã do gênero, consegui terminar a leitura em um tempo recorde, foi uma leitura muito deliciosa e preciosa. Fui perfeitamente inserida em 1987 e me peguei curiosa em descobrir mais coisas da época. O livro tem muitas menções a músicas e filmes, o que eu achei muito legal. Biily, Alf e Clark são os típicos adolescentes de 80 e eu me diverti muito com eles. 

Mary foi uma personagem surpreendente, aos poucos ela foi me conquistando e no final se tornou minha personagem preferida do livro. Eu entendi todo o sentimentalismo que ele carregava e o final foi incrível, fiquei chocada com a reviravolta criada pelo autor. 

Esse não é um livro apenas sobre jogos, não espere encontrar isso. Acho que Fortaleza Impossível é, acima de tudo, um livro sobre amizade, amor e amadurecimento. É um livro que remonta a década de 80, então se você nasceu por aí, vai se sentir bem saudoso. É um enredo juvenil, tenham isso em mente, as atitudes dos personagens podem lhe parecer idiotas ou bobas, mas lembre-se que eles são adolescentes e que jovens são exatamente assim, imprudentes e as vezes irracionais. 

Enfim, gostei dos personagens e da ambientação do enredo, mas principalmente amei a narrativa que prende o leitor do começo ao fim, assim como amei a reviravolta no final do livro. Recomendo muito para quem adora uma aventura juvenil e também para quem morre de saudade dos anos 80/90. 

Eu tive acesso a prova do livro, portanto não li a versão final, mas já posso dizer que a diagramação proposta esta incrível e todo capítulo se inicia com referências a programação. A capa é maneira e não faz referência ao enredo em si, mas ao jogo criado por Billy e Mary. 





Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D