Resenha - Os Mistérios de Sir Richard Kenworthy - Julia Quinn

Ano: 2017 / Páginas: 272
Idioma: Português
Editora: Arqueiro


Sir Richard Kenworthy Tem menos de um mês para encontrar uma esposa. Ele sabe que não pode ser muito exigente, mas quando vê Iris Smythe-Smith se escondendo atrás de seu violoncelo no musical anual das Smythe-Smith, Richard acha que conheceu alguém muito valiosa. Ela é o tipo de mulher que passa despercebida até a realização de um segundo ou terceiro olhar de outra forma. Mas há algo nela abaixo da superfície, algo quente e ele sabe que ela é única. Iris Smythe-Smith...Ela está acostumada a ser subestimada, com seu cabelo claro e tranquila, mas há uma personalidade astuta que ela tende a esconder, e ela gosta dessa forma. Então, quando Richard Kenworthy se aproxima com galanteios e flertes, parece suspeito. Dando a impressão de um homem que se rende ao amor, mas ela. não pode acreditar que tudo é verdade. Quando sua proposta de casamento se torna uma situação comprometedora obrigatória, você não pode deixar de pensar que há algo escondido por trás disso. . . mesmo que o seu coração diz sim



O livro mais suave da série Smythe-Smithe também o último.

Iris sabe que para um homem como Richard Kenworthy estar mostrando interesse nela tão repentinamente, algo por trás tem. Mas quando o galanteio e o flerte do jovem lorde começa a conquistá-la, Iris resolve ignorar aquela vozinha e sua mente e aproveitar, afinal não é todo dia que ela é cortejada por um belo homem.

Quando se vê em uma situação constrangedora e Iris se vê obrigada a se casar com Sir Richard, ela começa a desconfiar que desde o início tinha razão sobre as intenções dele, e quando o grande mistério de Sir Richard vem a tona, Iris vai precisar decidir o que fazer. Perdoar e entregar seu coração ou viver infeliz para sempre.

Considero esse o livro mais calmo de toda a série. Iris é uma personagem tranquila e simples, quase tediosa, entretanto, isso não interferiu em nada na leitura.



Iris e Richard te envolvem com toda a trama e o mistério, embora seja um casal sem química, daqueles que você lê, lê e lê, mas não consegue sentir nenhuma faísquinha saindo do livro, ainda assim você torce por eles.

Confesso que o tão monstruoso mistério de Richard me irritou um pouco, todo o pensamento dele e sua forma de ajeitar as coisas me deixou irritada e indignada por ele sequer pensar em algo do tipo (é realmente muito ruim quando você quer falar, mas não pode porque senão seria spoiler), mas depois que a história avança você compreende um pouco por que ele tomou medidas tão drásticas.

O romance entre ele e Iris começa de forma calma e natural, o que nos faz perceber quando o sentimento surge, mas mesmo assim achei sem sal, faltou algo mais.

Ainda assim, considero esse muito melhor do que A Soma de todos os beijos. Iris, pelo menos, não é nada egoísta, muito pelo contrário, é uma das personagens mais bondosas e justas da série.

3 comentários

  1. AAH, eu quero muitos esses livros :o
    Ia comprar esses dias,mas estava um pouco caro pra mim rsrs
    To amando tuas resenhas, estou ficando viciada <3

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, tô querendo muito esse quarteto.
    Tô adorando dar uma xeretada aq no blog e pegar várias dicas de livros.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Gostem da resenha, cade os esmaltes? Ainda estou no primeiro com muita dificuldade, mas já feliz que no fim do túnel vai haver algo bom

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D