Resenha: A Bela e a Adormecida - Neil Gaiman e Chris Riddell

17 de janeiro de 2018


Ano: 2015 / Páginas: 72
Idioma: português
Editora: Rocco Jovens Leitores

Sinopse: Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chis Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.



A primeira coisa que me chamou a atenção, foi a capa. Esse livro tem uma capa maravilhosa! Além de ser capa dura, ele vem com uma jacket em papel manteiga com os espinhos, rosas e título; e a capa dura trás a Bela Adormecida, tudo em preto, branco e dourado. É a coisa mais linda! Uma das capas mais bem feitas que tenho na minha estante.
"Ela mandou buscar o noivo, pediu-lhe que não fizesse cena; disse que ainda se casariam, mesmo ele sendo apenas um príncipe, e ela, uma rainha, e fez cócegas no belo queixo dele, e beijou-o até que ele abrisse um sorriso.
Ela mandou buscar a cota de malha.
Ela mandou buscar a espada.
Ela mandou buscar mantimentos e o cavalo, e em seguida cavalgou palácio afora, em direção ao leste."
A Bela e a Adormecida é uma releitura das queridinhas Branca de Neve e Bela Adormecida. Neste curto conto vamos acompanhar a Rainha em sua jornada para livrar seu reino que está sendo invadido pela maldição do sono de outro reino. A Rainha e 3 anões vão então, procurar o motivo dessa maldição e tentar detê-la.


Por ser um conto, vamos encontrar uma narrativa rápida e sucinta, sem muitas delongas e direta ao ponto. Gaiman consegue conquistar, nos deixar no suspense e, porque não? Aterrorizar com uma história que de fofa, não tem nada.
O enredo em si tem muito da nossa atualidade: mulheres fortes que enfrentam o mundo para conseguirem o que querem. Não espere que um beijo de príncipe acorde a Adormecida heim? rsrsrsr
"A velha curvou o corpo e pegou o fuso. E disse bem alto:
- Se eu cravasse esse fuso no seu coração, você não continuaria assim tão lindinha, não é? Heim? Continuaria?
Ela foi até a menina de vestido branco e empoeirado que dormia. Mas abaixou o braço.
- Não. Eu não consigo. Por todos os deuses, como eu gostaria de conseguir."
As ilustrações de Chris Riddell são maravilhosas e condizentes com a história que está sendo contada. Amei demais cada ilustração e fiquei muito curiosa para conhecer mais trabalhos do ilustrador.
Como um todo, adorei conhecer mais essa obra de Gaiman, espero ter a oportunidade de ler mais de suas histórias.
Se recomendo? Claro que sim. Além de ser uma ótima pedida para aterrorizar a criançada, também é um livro lindo para se ter na estante! rsrsrsrsrs




4 Blogger
Facebook

4 comentários

  1. Ah estou extasiada com essa resenha, e louca pra ler ele😍😍

    ResponderExcluir
  2. Nossa amei essa capa os detalhes ❤😍😍😍 sou fã dessa releitura de contos 👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  3. A capa sem duvida é maravilhosa!!! Uma ótima pedida para uma leitura rápida.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D