Resenha - A Fogueira - Krysten Ritter


Ano: 2017 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Fábrica231

Com lançamento simultâneo no Brasil e nos EUA, A fogueira é o livro de estreia da atriz Krysten Ritter, protagonista do premiado seriado da Netflix Jessica Jones e conhecida também por seus papéis em Os defensores e Breaking Bad, entre outros filmes e séries. Na trama, Abby Williams é uma advogada de 28 anos especializada em questões ambientais. Hoje uma mulher independente vivendo em Chicago, Abby teve uma adolescência problemática numa cidadezinha no estado de Indiana que até hoje ela luta para esquecer. Mas um caso de contaminação envolvendo uma grande empresa obriga Abby a voltar à pequena Barrens e confrontar seu próprio passado. Quanto mais sua equipe avança nas investigações sobre a Optimal Plastics, mais Abby se aproxima também da verdade sobre o misterioso desaparecimento de sua antiga melhor amiga anos atrás e de outros acontecimentos até então sem resposta.

Abby é uma advogada ambiental; ela vive em Chicago, mas nem sempre viveu lá. Abby cresceu numa cidadezinha pequena chamada Barrens, da qual ela tentou se forçar a esquecer quando foi embora, mas nunca conseguiu.

Ela acaba com um caso de contaminação envolvendo uma grande empresa e se vê obrigada a voltar a Barrens... Mas as coisas acabam se mostrando mais difíceis do que ela esperava. A tal empresa é responsável pelo crescimento notável da cidade, pela geração de empregos locais, doações generosas a instituições, criação de centros comunitários... Quase a cidade toda os adora, mas eles estranhamente parecem limpos demais, e Abby sabe que tem algo além disso... algo que talvez possa envolver o desaparecimento de uma antiga amiga. 

Enquanto avança mais nas investigações, Abby vai cada vez mais se aproximando da verdade e somando as peças de um enorme quebra-cabeça complexo de montar, ao mesmo tempo que confronta o passado que ela queria tanto deixar para trás.


A Fogueira foi um livo que me despertou interesse mais pela autora do que pela trama em si. Para quem não sabe, Krysten Ritter é atriz, que ficou muito conhecida por interpretar a heroína Jessica Jones na série da Netflix. Eu gosto muito da série e da atriz, então fiquei bem curioso em saber que esse é seu livro de estreia... No fim, a leitura não foi de toda ruim, mas estou sim um pouco decepcionado.

A escrita da Krysten é simples, mas é fluída e ela soube fazer uma ambientação muito boa, o que foi um dos pontos positivos para o livro. Eu realmente me senti parte da história, tanto pela descrição dos cenários quanto pelo envolvimento pessoal da personagem com suas lembranças.

E a outra coisa que tornou o livro um pouco melhor foi olhar a história como um todo. Olhando de um ângulo mais amplo, é uma história criativa e que foge do que eu costumo ler em livros do gênero, mas que quando analisada em partes deixa a desejar em diversos pontos.


Primeiramente, não há uma explicação aprofundada na razão de Abby ir a Barrens; a desculpa da contaminação pela empresa mal é citada com detalhes... só sabemos que ela foi e pronto, temos que aceitar que ela recebeu esse caso que por coincidência é na mesma cidade que ela morava... Não achei convincente.


Segundo, Abby não é uma personagem à qual o leitor se apega. Ela não é ruim, mas nem de longe é muito carismática... Ela é impulsiva, acredita muito cegamente nas coisas... Não sei, ela também não me convenceu.

E teve muita enrolação... O livro vai se desenvolvendo num ritmo até legal, mas eu descartaria facilmente algumas cenas/memórias e desenvolveria melhor o final, que se resolveu muito facilmente nas 40 últimas páginas. O final em si é meio absurdo, mas é criativo, então ainda não sei o que pensar dele.

Realmente me decepcionei um pouco, mas dou 3 estrelas ao livro pela escrita e pela criatividade.



3 comentários

  1. Nem sabia q essa atriz iria publicar um livro kkkkk,amei as fotos estão maravilhosas

    ResponderExcluir
  2. Interessante, fiquei curiosa só por causa da sua resenha. 😮😮😮

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que a Krysten Ritter se aventura no mundo dos livros. Gostei da resenha , mas confesso que não o livro não me atraiu.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D