Resenha - O casamento - Victor Bonini

Ano: 2017 / Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Faro Editorial

Para os noivos é o dia mais importante de suas vidas. Meses atrás, os amigos diriam que o namoro de Plínio e Diana tinha prazo de validade. Eles se conheceram de um jeito bizarro, pensam completamente diferente e nenhuma das famílias aprova o relacionamento. Mas eles resistiram a tudo. E agora vão se casar. Para o detetive é a melhor chance de pegar um criminoso. O mais íntegro dos convidados esconde um segredo devastador. Mas alguém sabe e está disposto a espremê-lo com chantagens. É então que o detetive Conrado Bardelli se hospeda no hotel-fazenda onde ocorrerá o casamento. Ele precisa descobrir o lobo entre as ovelhas. E rápido. Pois, a cada nova ameaça, o chantagista eleva o tom e falta pouco para a bomba explodir. O casal está pronto para o sim. A noiva se prepara para caminhar pelo tapete vermelho. Até que alguém diz: não saia do carro! Enquanto a plateia espera ansiosa em frente ao altar, algo brutal acontece na antessala. Só quando veem as paredes lavadas com sangue é que os convidados se rendem ao desespero. Começa uma confusão para interromper a marcha nupcial e chamar a polícia. Ninguém sabe o que fazer. E Bardelli, que lidava com um caso de extorsão, descobre que se meteu em algo muito pior. Agora, ele é o único capaz de encontrar respostas. O problema é que as mortes não param de acontecer...

O casamento gira em torno do casamento dos jovens Plínio e Diana e será realizado no Hotel-Fazenda Cardeais no município de Joanópolis. Será uma festa para família e vai durar quatro dias. O casal de conheceu na faculdade, mas se perguntasse a qualquer pessoa, todos diriam que esse relacionamento tinha prazo de validade, já que o casal é completamente diferente um do outro. Isso sem falar que a família de ambos reprova completamente esse relacionamento, mas os jovens resistiram e agora vão se casar. 

O detetive Conrado Bardelli é amigo do pai da noiva e sua presença no casamento vai para além de um simples convidado, tem outra motivação. Ele foi contratado por um cliente que esta sendo chantageado e seu cliente acredita que o culpado estará presente no casamento. Bardelli chegou para lidar com um caso de extorsão, mas vai ter que lidar com algo pior ainda e será o único capaz de encontrar as respostas. 

Esse é o primeiro livro do Victor Bonini que eu leio, não li Colega de Quarto, mas só de pesquisar já sei Conrado Bardelli também aparece no primeiro livro. O casamento foi uma grande surpresa pra mim, eu não tenho muito costume de ler livros policiais, mas o gênero me agrada muito e esse livro com certeza foi um dos melhores que eu já li. 



A princípio eu achei a leitura um pouco lenta, não conseguia me apegar ao casal Plínio e Diana e tudo parecia seguir muito devagar, até que de repente o enredo ganhou uma voracidade incrível e foi impossível parar de ler, me peguei agarrada a história e não conseguia mais soltar. 

Sobre o mistério criado pelo autor, foi uma sacada genial, Victor cria uma trama extensa que te faz desconfiar de muitas pessoas, para no final perceber que não era nada daquilo que esperava, adorei o fato do Victor ter conseguido manter o mistério até o final do livro e ainda surpreender bastante.

O livro tem muitos personagens e logo eu já aviso que você deve prestar atenção em cada um deles, é fácil se perder com tantos nomes, sem falar que cada um cada um é bem singular e com questões próprias. De antemão, já digo que de protagonista o casal Plínio e Diana não tem nada, Bardelli com certeza foi o grande destaque do livro, na minha opinião. 

Bardelli é a perfeita descrição de um detetive, um sujeito muito perspicaz, com aquele sexto sentido para a investigação. Gostei tanto do personagem que vou pegar o primeiro livro do autor pra ler também. 

O casamento é narrado em terceira pessoa e com capítulos alternados acompanhando diferentes personagens em diferentes momentos da cerimônia, antes, durantes e depois. A narrativa em terceira pessoa é excelente para que o leitor possa construir melhor a imagem do personagem. Victor soube conduzir o enredo muito bem, a leitura flui muito bem e isso tudo se deve a uma linguagem bem simples e moderna. 

Enfim, só tenho a dizer o quanto fui surpreendida por essa leitura e o quanto eu tenho a recomendar. 


2 comentários

  1. Ahhhh fiquei muito interessada vou colocar na minha listinha de começo de ano.

    ResponderExcluir
  2. Esse gênero não gostou, achei esse livro interessante, amei dia resenha ❤❤❤

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D