Resenha - Lady Whistledown Contra-Ataca

Título: Lady Whistledown Constra-Ataca
Autor: Suzanne Enoch, Julia Quinn, Mia Ryan, Karen Hawkins
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 352

Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown Contra-Ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável. Quem roubou o bracelete de lady Neeley? Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime. Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Aqui vamos conhecer quatro contos conectados a um enredo principal, ao roubo da pulseira de Lady Neeley.

O primeiro conto é escrito pela Julia Quinn e se chama "O primeiro beijo". Aqui conhecemos Tillie Howard e Peter Thompson. Tillie perdeu o irmão recentemente e acaba conhecendo Peter porque ele era melhor amigo de seu irmão, que morreu em batalha. Peter e Tillie se conhecem pela primeira vez no jantar de Lady Neeley. Tillie é a herdeira mais cobiçada da temporada e Peter voltou da guerra sem dinheiro algum e precisa se casar urgentemente, justamente por isso logo ganha o apelido de caça-dotes. Mas, o que Peter sente por Tillie é muito mais do que um simples dote. 

O segundo conto é escrito pela Mia Ryan e se chama "A última tentação" . Nesse conto nós conhecemos Isabella e Anthony Doring, o Lorde Roxbury. Isabella é uma mulher de quase trinta anos, e apesar de uma parente distante, é apenas a criada de Lady Neeley e a grande organizadora das festas de Lady Neely.  Por ter esse talento em organizar festas, ela é chamada por Lorde Roxbury para realizar uma festa. E entre um conde e uma criada surge um romance bem improvável.

O terceiro conto é escrito pela Suzanne Enoch e se chama "O melhor dos dois mundos". Aqui o casal será Charlotte Birling e Xavier, o Lorde Matson. Charlotte é uma jovem de dezenove anos que sempre passou a vida evitando escândalos e esta prometida em casamento a um homem que ela detesta. O que ela jamais poderia imaginar é que ela fosse atrair os olhares do maior libertino de Londres, Lorde Matson. E apesar de Charlotte gostar de ser cortejada por um homem como Xavier, seus pais não gostam nada disso e temem mais escândalos na família. Mas, Xavier esta disposto a mostrar que ele não é o libertino que Lady Whistledown pinta em suas colunas. 

O último conto é escrito pela Karen Hawkins e se chama "O único pra mim". No último conto conhecemos Lady Sophia e seu esposo Max, o visconde de Easterly. Há doze anos, Max e Sophia se casaram, mas com apenas dois meses de um casamento muito feliz, ele se envolveu em um escândalo com jogatina e para tentar preservar a reputação da esposa ele fugiu. Após longos doze anos, Sophia decide finalmente encerrar o casamento e comunica a Max sua decisão. Mas, algo que ela não esperava acontece, seu marido reaparece no jantar de Lady Neeley disposto a reconquista-la. 


Das autoras que escreveram esse livro, eu só conhecia a escrita da Julia Quinn. Tenho um livro da Suzanne Enoch em casa, mas ainda não consegui ler. No geral eu gostei bastante de todos os contos do livro, mas o meu preferido foi o escrito pela Karen Hawkins, não pela escrita dela ser algo surreal. Mas pelo enredo ter sido tão diferente dos outros. Fiquei tão apaixonada pela história de Lady Sophia e Max, e sendo bem sincera, a história deles merecia muito mais do que um simples conto. A história acabou e eu fiquei com aquela sensação de que ainda faltava alguma coisa. 

O conto da Julia Quinn foi bom como sempre, acho que ela sabe muito bem como dominar o gênero e se destaca sempre. Mas, o conto foi muito corrido e acho que isso fez com que o casal não conseguisse se destacar tanto. Gostei mais pela narrativa sempre maravilhosa, cheia de amor, humor e aquele toque de sarcasmo. 

O conto de Mia Ryan eu gostei mais pelos personagens, eu gostei de Isabella logo de cara, assim que ela aparece ainda no primeiro conto do livro. Então, foi uma surpresa encontrar uma história só sobre ela. Gostei do seu espírito de querer ser alguém melhor na vida, de querer crescer profissionalmente, acho isso tão original pra época. Tá certo que a relação conde vs criada é uma negócio bem clichê, mas até que nesse conto a Mia Ryan conseguiu transformar em algo bem legal. 

Suzanne Enoch também mostrou muito habilidade em seu conto, uma história repleta de humor e que conseguiu se destacar no livro. Adorei Xavier e o modo como ele não desiste fácil de Charlotte, foi lindo ele tentando ensinar Charlotte a se ver com outros olhos. E o final foi simplesmente incrível. 

Como eu disse, são quatro contos com personagens diferentes, mas que giram em torno de um enredo central, o sumiço da pulseira de Lady Neely. Então, durante os contos as cenas vão se repetir por diversas vezes, então já aviso para que você certa paciência quando a isso e foque no que é realmente importante. 

O livro é cheio de comentários de Lady Whistledown, afinal ela dá o nome ao livro. E confesso que eu senti muita falta dos comentários ácidos que conseguem complementar a história, as tirinhas de fofoca são sempre as melhores. São quatro histórias diferentes mas que conseguiram se unir perfeitamente, parece que as autoras escreveram uma do ladinho da outra, ficou tudo muito sincronizado. 

Um livro ótimo e só tenho a recomendar a leitura.


5 comentários

  1. Doida por esse livro 😍 amei a resenha ,já estava na minha lista por conta da Julia Quinn agora quero muito o conto da Karen .

    ResponderExcluir
  2. Q interessante, ainda mais q dá pra conhecer outras autoras do gênero

    ResponderExcluir
  3. Julian Quinn
    Sempre divando👏👏👏
    Amoooo os livros dela.

    ResponderExcluir
  4. Sempre gostei muito de contos.
    Por serem leituras rápidas,gosto de ler entre um livro e outro.
    E eu gostaria de conhecer esses quatro contos,escritos por autoras diferentes.
    E realmente sempre tem algum que se destaca... Que nos agrada mais.

    Adorei a sua dica!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nada de nenhuma das autoras, deve ser divertido esses contos por conta do sumiço da pulseira, fiquei muito curiosa com o último com esse sumiço do marido é muito tempo doze anos rs.

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D