Resenha - Uma proposta e nada mais - Mary Balogh

Título: Uma proposta e nada mais
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 272

Primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes, Uma Proposta e Nada Mais é uma história intensa e cativante sobre segundas chances e sobre a perseverança do amor.
Após ter tido sua cota de sofrimentos na vida, a jovem viúva Gwendoline, lady Muir, estava mais que satisfeita com sua rotina tranquila, e sempre resistiu a se casar novamente. Agora, porém, passou a se sentir solitária e inquieta, e considera a ideia de arranjar um marido calmo, refinado e que não espere muito dela. Ao conhecer Hugo Emes, o lorde Trentham, logo vê que ele não é nada disso. Grosseirão e carrancudo, Hugo é um cavalheiro apenas no nome: ganhou seu título em reconhecimento a feitos na guerra. Após a morte do pai, um rico negociante, ele se vê responsável pelo bem-estar da madrasta e da meia-irmã, e decide arranjar uma esposa para tornar essa nova fase menos penosa. Hugo a princípio não quer cortejar Gwen, pois a julga uma típica aristocrata mimada. Mas logo se torna incapaz de resistir a seu jeito inocente e sincero, sua risada contagiante, seu rosto adorável. Ela, por sua vez, começa a experimentar com ele sensações que jamais imaginava sentir novamente. E a cada beijo e cada carícia, Hugo a conquista mais – com seu desejo, seu amor e a promessa de fazê-la feliz para sempre.

Uma proposta e nada mais é o primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes e nesse livro nos vamos conhecer Gwen, lady Muir e Hugo, Lorde Trentham. Gwen é viúva há sete anos e nunca pensou em se casar novamente. Porém, agora, ela passou a se sentir solitária e passou a considerar a ideia de arranjar um novo marido que não espere muito dela. Ao conhecer Lorde Trentham, ela de cara percebe que ele não se encaixa nos padrões que ela procurava.

Hugo é um homem grande, carrancudo e grosseirão. Um soldado de guerra que por seus imensos feitos ganhou um título em reconhecimento. Após a morte de seu pai, um comerciante extremamente rico, ele se vê responsável pelos cuidados de sua madrasta e da sua meia-irmã, que precisa ser apresentada a sociedade. Para isso, Hugo decide arranjar uma esposa, para que possa ajudá-lo nessa nova fase, é nesse meio caminho que ele conhece Gwen. Ela não é a candidata a esposa que ele esperava, mas percebe que é impossível resistir a sinceridade e a personalidade forte de lady Muir.



Logo nas primeiras páginas do livro somos apresentados aos próximos protagonistas do restante da série e foi tanto nome que acabei me confundindo inicialmente. O Clube dos Sobreviventes são sete pessoas que foram afetadas de alguma maneira pelas dores da guerra, cada um a sua maneira. Todo ano eles se reúnem em Penderris Hall para renovar a amizade que surgiu entre eles durante o período estavam em recuperação e continuar a apoiar uns aos outros. 

Me encantei por todos os personagens do livro, não só por aqueles que prometem ser os próximos protagonistas. Já espero uma spin-off dessa série ou que ela seja maior que o combinado. Mary Balough soube criar personagens secundários muito curiosos e bem evoluídos para a época e adoro isso, deixa a série sempre tão mais interessante. 

Eu gostei muito do casal protagonista, tanto Hugo quanto Gwen são um casal mais maduro, o que não é tão comum em romances de época. Ambos são bem conscientes quanto ao que procuram, eles sentem o desejo, a paixão que os queima por dentro, mas acima de tudo eles buscam o que está além da paixão, aquela combinação de fatores que faz um casamento dar certo. 

Eu já tinha me esquecido o quanto eu adoro a escrita da Mary Balogh, aprecio muito sua maneira refinada de escrever, como ela descreve de maneira tão sucinta e elegante os seus personagens. A narrativa foi tão constante que quando eu dei por mim já estava no final do livro e sabe aquele sentimento de saudade? Mary Balogh soube trabalhar o romance como ponto chave do livro, ao mesmo tempo em que fala ao leitor sobre perdão, superação e recomeços. Sabe equilíbrio? acho que foi isso. 

Uma leitura fascinante e que tocou meu coração, mal posso esperar para conferir os próximos livros.A capa é linda e faz todo sentido em relação ao enredo. Revisão e diagramação impecáveis.



5 comentários

  1. Amei a resenha! Ainda não li nada dessa autora, então curiosa pra conhcer sua escrita. O enredo parece muito envolvente. Adicionado a lista de desejados.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma série pra fila😂😂😂
    Amei a resenha ❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  3. Louca por esse livro , também adoro a escrita da autora e amo como sempre já no primeiro livro fico desejando conhecer os outros personagens , essa série promete ser incrível , adorei a resenha e não vejo a hora ler ter esse livro

    ResponderExcluir
  4. Amo romance de época, porém ainda não li nada da Mary mas quero muito, vejo o pessoal falando bem da escrita dela; e depois dessa resenha me deu vontade de ler o q ela escreve.

    ResponderExcluir
  5. MUITO BOA ESSA RESENHA AINDA NÃO FUI APRESENTADA A MARY BALOGH...QUEM SABE CHEGOU A HORA...BJUS

    ResponderExcluir

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D