Diz aí: 5 livros semelhantes a Jogador Nº 1


VOLTEI LEITORES! E com mais uma postagem legal. Rs. Li Jogador Nº 1...



Para quem nunca leu ou nunca ouviu falar, é um livro sobre ficção científica, mas especificamente sobre realidade virtual.



Em um futuro não munto distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma de realidade virtual chamada Oasis. Em Oasis, pistas foram deixadas pelo criador do programa e quem encontrá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts espada de sua miséria ao "viver"em Oasis. Mas ter achado a primeira pista na caça ao tesouro deixou sua vida complicada e agora para que o mundo inteiro o acompanha. Só Wade save onde encontrar as outras pistas e por isso outros competidores se juntam a ele, mas para Wade é vencer ou vencer, essa é sua única chance de sobreviver.

Gostei tanto da premissa que fui pesquisar outros livros de ficção científica de estilo parecido.



Consegui listar cinco livros...



Lançados em março de 2018:

Heróis de Novigrath, Roberta Spindler.
Editora: Suma de Letras. 
Literatura Nacional.

Sinopse: Em uma épica luta do bem contra o mal, Roberta Spindler escreve partidas emocionantes, batalhas arrasadoras e personagens cativantes. Heróis de Novigrath é um livro original e apaixonante, para quem gosta de boas aventuras.

Heróis de Novigrath é mais do que um jogo de computador. É um esporte. Uma paixão mundial que atrai milhões de torcedores fanáticos para estádios, banca equipes famosas e leva seus jogadores do chão ao topo — e vice-versa. Pedro sabe bem como uma carreira pode desabar de uma hora para a outra. Heróis de Novigrath ainda é seu grande amor, mas seus dias de glória terminaram.
Ou é o que ele pensa, até receber a visita de Yeng Xiao — seu herói favorito do game. Quando o guerreiro se materializa em sua casa, Pedro acha que perdeu o juízo, mas a verdade é que HdN é mais real do que ele poderia imaginar. Ao redor do mundo, jogadores alimentam o game com sua paixão e, sem saber, com sua energia vital. Agora, os monstros da terra de Novigrath estão a um passo de invadir o nosso mundo, e os Defensores de Lumnia precisam de um time que possa restaurar a força do lado dos heróis.
Pedro já deixou que sua ambição o derrubasse uma vez, mas Xiao tem certeza de que ele é a pessoa certa para montar o novo time. Por todo o país, cinco jovens mal imaginam a missão que os aguarda. Heróis de Novigrath é muito mais do que um jogo — é o futuro de todos eles.


Já li outro livro da autora, A Torre Acima do Véu, na época eu gostei do que li. Uma mistura meio super-herói + game. Quando o vi em pré-venda o que me cativou foi a capa, chama atenção do leitor. 


Warcross, Marie Lu. 
Editora: Fantástica (selo da editora Rocco)

Neste eletrizante thriller de ficção científica, Emika Sato é uma hacker de 18 anos com uma vida financeira difícil. Num golpe de sorte do destino, ela se torna milionária ao ser contratada pelo criador do Warcross, um jogo de realidade virtual que virou febre em todo o mundo, para evitar um ataque em massa que estaria sendo planejado contra a plataforma – e seus milhões de usuários – durante a cerimônia de encerramento de um grande campeonato. Mas a garota logo conhece o lado sombrio do sucesso, à medida que a final se aproxima e pistas ameaçadoras começam a surgir. De onde partirá o ataque ao maior fenômeno da tecnologia mundial? Imersa no universo do Warcross, Emika descobre que escolher em quem confiar pode ser o jogo mais arriscado de todos.




Autora de séries famosas como, trilogias Legend e Jogos de Elite, Marie Lu parte para a ficção científica, tecnologia. Não conheço sua escrita, mas essa obra em específico chamou minha atenção: mulher (protagonista) + hacker aos 18 anos (18 anos eu nem sabia o que fazer da vida, ainda não sei muita coisa, então HAHAH).


Em 2017:

EXO, Fonda Lee.
Editora: Plataforma 21

Vive-se um século de paz desde que a terra foi colonizada por uma poderosa espécie alienígena. Mas, à margem da sociedade, grupos rebeldes humanos resistem. O jovem Donovan Reyes não é um deles. Além de filho do primeiro-mediador do governo pacificador instaurado, Donovan goza de prestígio social graças à sua exocélula – notável tecnologia extraterrestre fundida a seu corpo humano. Ser um exo garante a Donovan um futuro promissor nas forças de segurança.

Tudo está em perfeita ordem, até o dia em que um patrulhamento de rotina transforma-se num pesadelo: Donovan é capturado pela sapiência, grupo de resistência humana cujo objetivo é desestabilizar o governo pacificador e findar o controle alienígena. Assim, quando descobre que tem em seu poder o filho de um dos homens mais influentes da terra, a sapiência acredita ter encontrado barganha ainda melhor. Mas o primeiro-mediador não negocia com terroristas, nem para salvar o próprio filho. Abandonado nas mãos de extremistas a quem será mais útil vivo do que morto, Donovan descobrirá segredos a respeito de sua própria história que o farão repensar de que lado deve lutar. Mas não há muito tempo: o destino da terra depende da sobrevivência do rapaz. Caso a sapiência o mate, esse poderá ser o estopim para uma nova guerra intergaláctica.
Exo não é sobre realidade virtual, então na verdade não é tão semelhante assim a Jogador Nº 1, mas igualmente trata-se uma ficção científica jovem e também traz questionamentos humanidade e tecnologia. Ainda não o li, mas ele está na minha lista de livros de 2017 (futuras compras). Oshi, porque ainda não comprou? Serei sincera, EXO é o primeiro livro de uma série, quando vejo palavra série dou um passo para trás, HAHAHA. O que me encantou: ficção científica (alienígenas) + resistência humana + tecnologia futurística, isso de exocélula. Creio ser uma boa premissa.


Primeiro livro lançado em 2013...

Insignia, O Vórtex Negro, Catalisador, S. J. Kincaid

Editora: Vergara & Riba
Trilogia.
Sinopse do Primeiro volume.

Tom Raines quer ser alguém importante. Aos 14 anos, com uma aparência pouco digna de atenção e uma vida cheia de incertezas, ele está bem longe de realizar o seu desejo. Exceto por sua habilidade com games, Tom não tem muito com o que contribuir. Um zero à esquerda. Durante anos, o garoto perambulou de cassino em cassino com seu pai, um jogador completamente sem sorte e que fazia de seu vício um meio de sobrevivência. A cada dia, iniciava-se uma nova jornada em busca de um 'lar', mesmo que isso significasse um quarto qualquer pago com o pouco dinheiro ganho em apostas. Mas, certo dia, o que parecia ser uma existência fadada ao fracasso, muda radicalmente. Da noite para o dia, Tom é convidado para integrar a elite do Exército e utilizar seu talento como jogador para ajudar seu país a vencer a Terceira Guerra Mundial. Tom, então, tem a oportunidade de se tornar alguém importante: uma supermáquina de guerra com habilidades tecnológicas jamais imaginadas.

Sinopse do segundo volume + terceiro volume.

Outra série sobre jogos/realidade virtual. Aqui podemos ver como a tecnologia permite novas formas de combate e os combatentes dessa vez são jovens, com talento para jogos. O protagonista é um adolescente de apenas 14 anos e seu amadurecimento ao logo da série é incrível. A narrativa é muito boa, voraz, é impossível largar o livro antes do fim,  os personagens são muito bem construídos e as cenas de guerra virtual são eletrizantes. 

O Jogo Infinito, A Doutrina da Morte, James Dashner.
Editora: V & R.
Trilogia.

Série composta por três livros: O Jogo Infinito, Regras do Jogo e A última fase. 

Sinopse do primeiro volume:

Michael é um gamer. E como a maioria dos jogadores, ele passa quase mais tempo no VirtNet do que no mundo real. O VirtNet oferece total imersão do corpo e da mente, e é viciante. Graças à tecnologia, qualquer pessoa com dinheiro suficiente pode experimentar mundos de fantasia, arriscar sua vida sem a chance de morte, ou apenas ficar com os virt-amigos. E quanto mais habilidades de hacker você tem, mais divertido. Por que se preocupar seguindo as regras quando a maioria delas são idiotas, afinal? Mas algumas regras foram feitas por uma razão. É muito perigoso brincar com algumas tecnologias. E relatórios recentes afirmam que um jogador vai para além do que qualquer jogador fez antes: ele está segurando jogadores reféns dentro do VirtNet. Os efeitos são terríveis, os reféns foram todos declarados com morte cerebral. No entanto, os motivos do gamer são um mistério. O governo sabe que para pegar um hacker, você precisa de um hacker. E eles foram assistir Michael. Eles querem ele em sua equipe. Mas o risco é enorme. Se ele aceitar o seu desafio, Michael terá que ir fora da grade VirtNet. Há becos e esquinas no sistema que olhos humanos nunca viram e predadores que ele não pode nem mesmo imaginar - e há a possibilidade de que a linha entre jogo e realidade será borrada para sempre.

Por último, mas não menos importante, Regras do Jogo é um livro do mesmo autor da série Maze Runner, também aborda o tema de realidade virtual. Um livro repleto de ação e reviravoltas, uma narrativa envolvente que torna impossível o leitor abandonar a leitura por um momento que seja, James consegue ser tão bom em narrar histórias que por muitas vezes é possível se sentir realmente dentro do jogo e o final deixa um gostinho para o próximo livro.



Agora quero saber, já leram algum livro citado ou outro livro de ficção científica que queira me indicar? Como deu para perceber tenho um gosto bem variado. Deixe sua opinião, se você gosta ou não do gênero, o que achou dos livros, se teria outro livro para ser citado na postagem... 



Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá, agradeço pela sua visita. Deixe seu cometário também :D